Fechar
Publicidade

Sexta-Feira, 7 de Agosto

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Economia

soraiapedrozo@dgabc.com.br | 4435-8057

Dólar se ajusta em alta, após três quedas seguidas

Fotos Públicas Diário do Grande ABC - Notícias e informações do Grande ABC: Santo André, São Bernardo, São Caetano, Diadema, Mauá, Ribeirão Pires e Rio Grande da Serra


13/07/2020 | 09:40


O dólar passou a subir levemente na manhã desta segunda-feira, 13, após iniciar os negócios em baixa, em meio à liquidez bastante reduzida. O avanço da moeda americana ocorre também após uma sequência de três baixas no mercado doméstico. O responsável pela área de câmbio da Terra Investimentos, Vanei Nagem, diz que o dólar passou a subir em meio a um giro baixo de negócios e com ajustes de posições, após a queda registrada desde a última quarta-feira.

"Os investidores estão animados no exterior com o avanço de vacinas contra o novo coronavírus e à espera dos balanços do segundo trimestre nos EUA", diz Nagem. Segundo ele, a expectativa é que os resultados corporativos e de bancos possam vir melhores do que o esperado, após a recuperação de vários indicadores da economia americana. Nesta terça-feira serão divulgados os resultados trimestrais des bancos JPMorgan e CitiGroup e, na quarta-feira, do Goldman Sachs.

Nagem acrescentou que, no Brasil, o foco está na votação dos vetos presidenciais pelo Congresso, que podem criar uma despesa de R$ 83 bilhões em 2020 e de R$ 22,39 bilhões no próximo ano, programada para quarta-feira. Hoje, o humor no exterior tende a pesar mais, afirma.

Os investidores aguardam ainda a agenda de amanhã, dada a ausência de indicadores econômicos de peso nesta segunda-feira. Para esta terça, é esperado o IBC-Br de maio, que atualiza o cenário do PIB e pode provocar ajuste fino nas apostas para a Selic.

Às 9h31 desta segunda, o dólar à vista subia 0,70%, a R$ 5,3602. O dólar futuro para agosto avançava 0,68%, a R$ 5,3640.



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

Dólar se ajusta em alta, após três quedas seguidas


13/07/2020 | 09:40


O dólar passou a subir levemente na manhã desta segunda-feira, 13, após iniciar os negócios em baixa, em meio à liquidez bastante reduzida. O avanço da moeda americana ocorre também após uma sequência de três baixas no mercado doméstico. O responsável pela área de câmbio da Terra Investimentos, Vanei Nagem, diz que o dólar passou a subir em meio a um giro baixo de negócios e com ajustes de posições, após a queda registrada desde a última quarta-feira.

"Os investidores estão animados no exterior com o avanço de vacinas contra o novo coronavírus e à espera dos balanços do segundo trimestre nos EUA", diz Nagem. Segundo ele, a expectativa é que os resultados corporativos e de bancos possam vir melhores do que o esperado, após a recuperação de vários indicadores da economia americana. Nesta terça-feira serão divulgados os resultados trimestrais des bancos JPMorgan e CitiGroup e, na quarta-feira, do Goldman Sachs.

Nagem acrescentou que, no Brasil, o foco está na votação dos vetos presidenciais pelo Congresso, que podem criar uma despesa de R$ 83 bilhões em 2020 e de R$ 22,39 bilhões no próximo ano, programada para quarta-feira. Hoje, o humor no exterior tende a pesar mais, afirma.

Os investidores aguardam ainda a agenda de amanhã, dada a ausência de indicadores econômicos de peso nesta segunda-feira. Para esta terça, é esperado o IBC-Br de maio, que atualiza o cenário do PIB e pode provocar ajuste fino nas apostas para a Selic.

Às 9h31 desta segunda, o dólar à vista subia 0,70%, a R$ 5,3602. O dólar futuro para agosto avançava 0,68%, a R$ 5,3640.

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;