Fechar
Publicidade

Segunda-Feira, 10 de Agosto

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Internacional

internacional@dgabc.com.br | 4435-8301

EUA alertam cidadãos sobre maior risco de detenção arbitrária na China



11/07/2020 | 13:12


O Departamento de Estado norte-americano recomendou "maior cautela" a cidadãos norte-americanos na China em virtude do aumento do risco de aplicação "arbitrária" de leis locais para detenção e proibições de saída do país. O alerta de segurança foi publicado neste sábado na seção de viagens internacionais do Escritório de Assuntos Consulares do Departamento de Estado.

"Cidadãos dos EUA podem ser detidos sem acesso a serviços consulares dos EUA ou informações sobre seu suposto crime", informou o alerta. Ainda de acordo com a nota, os cidadãos dos EUA podem ser submetidos a interrogatórios prolongados e detenção prolongada por motivos relacionados à "segurança do Estado". "Autoridades de segurança podem deter e/ou deportar cidadãos dos EUA por enviar mensagens eletrônicas privadas críticas ao governo da RPC (República Popular da China."

O órgão não aponta os motivos do alerta, mas orienta cidadãos dos EUA que possam a ser presos ou detidos que peçam à polícia ou aos oficiais do presídio para notificar a Embaixada dos EUA na China ou consulado norte-americano mais próximo imediatamente.



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

EUA alertam cidadãos sobre maior risco de detenção arbitrária na China


11/07/2020 | 13:12


O Departamento de Estado norte-americano recomendou "maior cautela" a cidadãos norte-americanos na China em virtude do aumento do risco de aplicação "arbitrária" de leis locais para detenção e proibições de saída do país. O alerta de segurança foi publicado neste sábado na seção de viagens internacionais do Escritório de Assuntos Consulares do Departamento de Estado.

"Cidadãos dos EUA podem ser detidos sem acesso a serviços consulares dos EUA ou informações sobre seu suposto crime", informou o alerta. Ainda de acordo com a nota, os cidadãos dos EUA podem ser submetidos a interrogatórios prolongados e detenção prolongada por motivos relacionados à "segurança do Estado". "Autoridades de segurança podem deter e/ou deportar cidadãos dos EUA por enviar mensagens eletrônicas privadas críticas ao governo da RPC (República Popular da China."

O órgão não aponta os motivos do alerta, mas orienta cidadãos dos EUA que possam a ser presos ou detidos que peçam à polícia ou aos oficiais do presídio para notificar a Embaixada dos EUA na China ou consulado norte-americano mais próximo imediatamente.

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;