Fechar
Publicidade

Domingo, 9 de Agosto

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Internacional

internacional@dgabc.com.br | 4435-8301

Aumento diário de casos do novo coronavírus é recorde nos EUA e na Índia



11/07/2020 | 10:38


As infecções pelo novo coronavírus nos Estados Unidos tiveram novo recorde diário, enquanto novos surtos se espalharam por algumas cidades asiáticas, desafiando os esforços de governos para conter a disseminação do vírus depois de relaxar as medidas de distanciamento social.

Mais de 66 mil casos do novo coronavírus foram confirmados nos EUA na sexta-feira, o maior número diário desde o início da pandemia, elevando o total do país para quase 3,2 milhões, de acordo com dados compilados pela Universidade Johns Hopkins. Os EUA respondem por cerca de um quarto dos 12,5 milhões de casos registrados globalmente.

Da mesma forma, a Índia atingiu um recorde em casos confirmados, enquanto as infecções transmitidas localmente saltaram em Hong Kong, Tóquio e Melbourne nesta semana, embora os números sejam significativamente mais baixos do que nos EUA. O ressurgimento levou governos em várias cidades a reintroduzir medidas de distanciamento social.

Nos EUA, mais de 133 mil pessoas morreram desde o início da pandemia em março. Califórnia, Texas e Flórida, onde os casos têm aumentado, têm o maior número de mortos neste mês. Arizona, Carolina do Sul e Alasca se uniram ao Texas como os Estados com o maior aumento porcentual de mortes desde o início de julho, com o número de vítimas fatais aumentando mais de 20%.

Carolina do Sul e Nevada aderiram à crescente lista de Estados que impõem restrições a bares. O governador da Carolina do Sul, Henry McMaster, proibiu na sexta-feira bares e restaurantes de vender álcool depois das 23h. O governador do Texas, Greg Abbott, também fechou os bares recentemente e ordenou que a maioria dos texanos usasse máscaras em público. Na quinta-feira, ele proibiu cirurgias eletivas em dezenas de condados, dizendo que estava "liberando recursos para resolver um aumento de casos relacionados à covid-19". Na quinta-feira, o governador do Arizona, Doug Ducey, ordenou que os restaurantes com mesas internas operassem com menos de 50% da capacidade.

A Índia registrou seu maior aumento de casos em um único dia neste sábado, com 27.114 infecções, elevando o total para 820.916, informou o Ministério da Saúde do país. A Índia segue atrás apenas dos EUA e do Brasil em número de casos, de acordo com dados da Johns Hopkins.

No Japão, o governo disse neste sábado que foram notificados 430 novos casos em todo o país na sexta-feira, o maior aumento em um único dia desde abril. Mais da metade - 243 - estavam em Tóquio, e mais de três quartos dos novos casos da cidade eram de pessoas de 20 e 30 anos. Muitos dos casos estavam conectados à presença em distritos de vida noturna, disseram autoridades.

O secretário-chefe do gabinete, Yoshihide Suga, disse que os hospitais ainda têm muito espaço para pacientes com o novo coronavírus, em parte porque muitos dos recém-diagnosticados são jovens sem sintomas. Ele disse que o governo planeja avançar com restrições voluntárias a reuniões públicas.

As autoridades do Estado australiano de Victoria, que inclui Melbourne, a segunda maior cidade da Austrália, registraram 216 novos casos neste sábado, em comparação com 288 no dia anterior. As autoridades renovaram um bloqueio no início desta semana, à medida que novos casos aumentavam. Em Sydney, as autoridades rastreavam uma possível incidência de transmissão em comunidade, centrada em um pub. As pessoas que estavam lá na noite de 3 de julho foram instadas a se auto-isolar e fazer o teste.

Os Centros de Controle e Prevenção de Doenças da Coreia do Sul relataram 35 novos casos na sexta-feira. Desses, 20 eram locais, incluindo surtos em shopping center, academia e igreja. Os números diários têm diminuído desde que atingiram uma alta recente de 63 na semana passada devido a clusters de infecções fora da área metropolitana de Seul.

Fonte: Dow Jones Newswires.



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

Aumento diário de casos do novo coronavírus é recorde nos EUA e na Índia


11/07/2020 | 10:38


As infecções pelo novo coronavírus nos Estados Unidos tiveram novo recorde diário, enquanto novos surtos se espalharam por algumas cidades asiáticas, desafiando os esforços de governos para conter a disseminação do vírus depois de relaxar as medidas de distanciamento social.

Mais de 66 mil casos do novo coronavírus foram confirmados nos EUA na sexta-feira, o maior número diário desde o início da pandemia, elevando o total do país para quase 3,2 milhões, de acordo com dados compilados pela Universidade Johns Hopkins. Os EUA respondem por cerca de um quarto dos 12,5 milhões de casos registrados globalmente.

Da mesma forma, a Índia atingiu um recorde em casos confirmados, enquanto as infecções transmitidas localmente saltaram em Hong Kong, Tóquio e Melbourne nesta semana, embora os números sejam significativamente mais baixos do que nos EUA. O ressurgimento levou governos em várias cidades a reintroduzir medidas de distanciamento social.

Nos EUA, mais de 133 mil pessoas morreram desde o início da pandemia em março. Califórnia, Texas e Flórida, onde os casos têm aumentado, têm o maior número de mortos neste mês. Arizona, Carolina do Sul e Alasca se uniram ao Texas como os Estados com o maior aumento porcentual de mortes desde o início de julho, com o número de vítimas fatais aumentando mais de 20%.

Carolina do Sul e Nevada aderiram à crescente lista de Estados que impõem restrições a bares. O governador da Carolina do Sul, Henry McMaster, proibiu na sexta-feira bares e restaurantes de vender álcool depois das 23h. O governador do Texas, Greg Abbott, também fechou os bares recentemente e ordenou que a maioria dos texanos usasse máscaras em público. Na quinta-feira, ele proibiu cirurgias eletivas em dezenas de condados, dizendo que estava "liberando recursos para resolver um aumento de casos relacionados à covid-19". Na quinta-feira, o governador do Arizona, Doug Ducey, ordenou que os restaurantes com mesas internas operassem com menos de 50% da capacidade.

A Índia registrou seu maior aumento de casos em um único dia neste sábado, com 27.114 infecções, elevando o total para 820.916, informou o Ministério da Saúde do país. A Índia segue atrás apenas dos EUA e do Brasil em número de casos, de acordo com dados da Johns Hopkins.

No Japão, o governo disse neste sábado que foram notificados 430 novos casos em todo o país na sexta-feira, o maior aumento em um único dia desde abril. Mais da metade - 243 - estavam em Tóquio, e mais de três quartos dos novos casos da cidade eram de pessoas de 20 e 30 anos. Muitos dos casos estavam conectados à presença em distritos de vida noturna, disseram autoridades.

O secretário-chefe do gabinete, Yoshihide Suga, disse que os hospitais ainda têm muito espaço para pacientes com o novo coronavírus, em parte porque muitos dos recém-diagnosticados são jovens sem sintomas. Ele disse que o governo planeja avançar com restrições voluntárias a reuniões públicas.

As autoridades do Estado australiano de Victoria, que inclui Melbourne, a segunda maior cidade da Austrália, registraram 216 novos casos neste sábado, em comparação com 288 no dia anterior. As autoridades renovaram um bloqueio no início desta semana, à medida que novos casos aumentavam. Em Sydney, as autoridades rastreavam uma possível incidência de transmissão em comunidade, centrada em um pub. As pessoas que estavam lá na noite de 3 de julho foram instadas a se auto-isolar e fazer o teste.

Os Centros de Controle e Prevenção de Doenças da Coreia do Sul relataram 35 novos casos na sexta-feira. Desses, 20 eram locais, incluindo surtos em shopping center, academia e igreja. Os números diários têm diminuído desde que atingiram uma alta recente de 63 na semana passada devido a clusters de infecções fora da área metropolitana de Seul.

Fonte: Dow Jones Newswires.

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;