Fechar
Publicidade

Sábado, 8 de Agosto

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Esportes

esportes@dgabc.com.br | 4435-8384

Times da Série D pedem ajuda de R$ 120 mil para CBF e desistência sem punição



09/07/2020 | 18:22


Após a CBF apresentar um novo calendário para a sequência da temporada 2020, os 68 clubes participantes da Série D do Campeonato Brasileiro tornaram público um documento em que apresentam suas demandas à confederação. Além de solicitarem nova ajuda financeira, pois têm sofrido com a crise do coronavírus, pedem para que os times desistentes da competição não sejam punidos.

A carta é assinada pelo presidente do Marcílio Dias, Lucas Brunet, e pede para que a CBF realize novo aporte financeiro de R$ 120 mil aos clubes. Esse valor foi repassado anteriormente, com o intuito de contribuir para o pagamento dos salários de abril e maio.

"Todos os clubes foram severamente afetados pela pandemia, perdendo receitas importantes para se manter, como patrocinadores e sócios-torcedores", afirmam o times. "Entre as medidas de compensação aos Clubes solicitadas no requerimento está a doação, em caráter emergencial, de mais uma parcela de R$ 120 mil a cada clube participante, já que a parcela anterior aportada pela CBF, de mesmo valor, era para o prazo de 60 dias, já esgotados", acrescentam.

O documento também pede para que os times que desistam de disputar a Série D, não sejam punidos, pois já sofrem com graves problemas financeiros. "Com a crise financeira instaurada pela pandemia, muitos Clubes alegam não possuir mais condições de participação na competição. Neste sentido, a carta solicita também que a CBF conceda o direito de desistência de participação, sem punição futura, aos Clubes que encontram-se em extremas dificuldades financeiras", dizem.

Em busca de novos recursos financeiros, os clubes também pedem para recebem o aval para que posam negociar os direitos de transmissão dos seus jogos na Série D. E apelam para que a CBF adquira placas de publicidade nos estádios, sob a garantia que os recursos obtidos seriam utilizados exclusivamente para o pagamento de salários.

Nesta quinta-feira, a CBF anunciou que a quarta divisão nacional tem como previsão de início o dia 6 de setembro e a data de 7 de fevereiro para o encerramento.



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

Times da Série D pedem ajuda de R$ 120 mil para CBF e desistência sem punição


09/07/2020 | 18:22


Após a CBF apresentar um novo calendário para a sequência da temporada 2020, os 68 clubes participantes da Série D do Campeonato Brasileiro tornaram público um documento em que apresentam suas demandas à confederação. Além de solicitarem nova ajuda financeira, pois têm sofrido com a crise do coronavírus, pedem para que os times desistentes da competição não sejam punidos.

A carta é assinada pelo presidente do Marcílio Dias, Lucas Brunet, e pede para que a CBF realize novo aporte financeiro de R$ 120 mil aos clubes. Esse valor foi repassado anteriormente, com o intuito de contribuir para o pagamento dos salários de abril e maio.

"Todos os clubes foram severamente afetados pela pandemia, perdendo receitas importantes para se manter, como patrocinadores e sócios-torcedores", afirmam o times. "Entre as medidas de compensação aos Clubes solicitadas no requerimento está a doação, em caráter emergencial, de mais uma parcela de R$ 120 mil a cada clube participante, já que a parcela anterior aportada pela CBF, de mesmo valor, era para o prazo de 60 dias, já esgotados", acrescentam.

O documento também pede para que os times que desistam de disputar a Série D, não sejam punidos, pois já sofrem com graves problemas financeiros. "Com a crise financeira instaurada pela pandemia, muitos Clubes alegam não possuir mais condições de participação na competição. Neste sentido, a carta solicita também que a CBF conceda o direito de desistência de participação, sem punição futura, aos Clubes que encontram-se em extremas dificuldades financeiras", dizem.

Em busca de novos recursos financeiros, os clubes também pedem para recebem o aval para que posam negociar os direitos de transmissão dos seus jogos na Série D. E apelam para que a CBF adquira placas de publicidade nos estádios, sob a garantia que os recursos obtidos seriam utilizados exclusivamente para o pagamento de salários.

Nesta quinta-feira, a CBF anunciou que a quarta divisão nacional tem como previsão de início o dia 6 de setembro e a data de 7 de fevereiro para o encerramento.

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;