Fechar
Publicidade

Quarta-Feira, 12 de Agosto

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

|

Lei dá prioridade a profissionais essenciais na realização de testes de covid-19

Pixabay Diário do Grande ABC - Notícias e informações do Grande ABC: Santo André, São Bernardo, São Caetano, Diadema, Mauá, Ribeirão Pires e Rio Grande da Serra


09/07/2020 | 12:59


O Diário Oficial da União (DOU) publica lei que dá prioridade na realização de teste de covid-19 aos profissionais considerados essenciais para o controle de doenças e a manutenção da ordem pública durante a pandemia. O texto foi sancionado sem vetos pelo presidente Jair Bolsonaro. A prioridade será assegurada aos profissionais que estiverem em contato direto com portadores ou possíveis portadores do novo coronavírus.

A lista de profissionais essenciais trazidos na lei abrange médicos, enfermeiros, técnicos e auxiliares de enfermagem, fisioterapeutas, policiais, agentes comunitários de saúde, assistentes sociais, profissionais de limpeza, psicólogos, coveiros, cuidadores de idosos, trabalhadores da cadeia de produção de alimentos e bebidas, entre outros.

A lei estabelece que, durante a pandemia, o poder público e os empregadores ou contratantes adotarão, imediatamente, medidas para preservar a saúde e a vida de todos os profissionais essenciais, o que inclui o fornecimento gratuito dos equipamentos de proteção individual (EPIs) recomendados pela Anvisa.



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

Lei dá prioridade a profissionais essenciais na realização de testes de covid-19


09/07/2020 | 12:59


O Diário Oficial da União (DOU) publica lei que dá prioridade na realização de teste de covid-19 aos profissionais considerados essenciais para o controle de doenças e a manutenção da ordem pública durante a pandemia. O texto foi sancionado sem vetos pelo presidente Jair Bolsonaro. A prioridade será assegurada aos profissionais que estiverem em contato direto com portadores ou possíveis portadores do novo coronavírus.

A lista de profissionais essenciais trazidos na lei abrange médicos, enfermeiros, técnicos e auxiliares de enfermagem, fisioterapeutas, policiais, agentes comunitários de saúde, assistentes sociais, profissionais de limpeza, psicólogos, coveiros, cuidadores de idosos, trabalhadores da cadeia de produção de alimentos e bebidas, entre outros.

A lei estabelece que, durante a pandemia, o poder público e os empregadores ou contratantes adotarão, imediatamente, medidas para preservar a saúde e a vida de todos os profissionais essenciais, o que inclui o fornecimento gratuito dos equipamentos de proteção individual (EPIs) recomendados pela Anvisa.

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;