Fechar
Publicidade

Sexta-Feira, 7 de Agosto

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Internacional

internacional@dgabc.com.br | 4435-8301

EUA chegam a 3 milhões de casos de covid-19, diz Johns Hopkins



08/07/2020 | 20:24


Os Estados Unidos chegaram nesta quarta-feira, 8, à marca de três milhões de infectados pelo novo coronavírus, causador da covid-19. A informação é da Universidade Johns Hopkins. Às 20h de hoje, a plataforma da universidade mostrava que 3.035.337 milhões de contaminações já foram identificadas no país, o mais afetado pela doença e também o que concentra o maior número de mortes, 132.095, na contagem da instituição de ensino.

A marca dos três milhões de casos é atingida em meio a uma segunda onda de infecções na maior economia do planeta, que vem renovando constantemente seus recordes de novos casos a cada 24 horas. No entanto, na contagem dos Centros de Controle e Prevenção de Doenças (CDC, na sigla em inglês) ainda não são de três milhões de infectados no país: segundo o órgão, são 2.982.900 casos, 50.304 a mais do que ontem.

Ainda de acordo com a Johns Hopkins, o total de infectados pelo coronavírus em todo mundo está em 11,98 milhões, e as mortes em decorrência da covid-19 são 547 mil. Depois dos Estados Unidos, o Brasil é o país com mais casos e com mais óbitos: mais de 1,7 milhão contaminações e 68.055 vidas perdias, segundo o consórcio de imprensa do qual o Estadão faz parte.



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

EUA chegam a 3 milhões de casos de covid-19, diz Johns Hopkins


08/07/2020 | 20:24


Os Estados Unidos chegaram nesta quarta-feira, 8, à marca de três milhões de infectados pelo novo coronavírus, causador da covid-19. A informação é da Universidade Johns Hopkins. Às 20h de hoje, a plataforma da universidade mostrava que 3.035.337 milhões de contaminações já foram identificadas no país, o mais afetado pela doença e também o que concentra o maior número de mortes, 132.095, na contagem da instituição de ensino.

A marca dos três milhões de casos é atingida em meio a uma segunda onda de infecções na maior economia do planeta, que vem renovando constantemente seus recordes de novos casos a cada 24 horas. No entanto, na contagem dos Centros de Controle e Prevenção de Doenças (CDC, na sigla em inglês) ainda não são de três milhões de infectados no país: segundo o órgão, são 2.982.900 casos, 50.304 a mais do que ontem.

Ainda de acordo com a Johns Hopkins, o total de infectados pelo coronavírus em todo mundo está em 11,98 milhões, e as mortes em decorrência da covid-19 são 547 mil. Depois dos Estados Unidos, o Brasil é o país com mais casos e com mais óbitos: mais de 1,7 milhão contaminações e 68.055 vidas perdias, segundo o consórcio de imprensa do qual o Estadão faz parte.

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;