Fechar
Publicidade

Quarta-Feira, 5 de Agosto

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Setecidades

setecidades@dgabc.com.br | 4435-8319

Clubes sociais reabrem as portas, mas a presença de associados ainda é discreta

Denis Maciel/DGABC Diário do Grande ABC - Notícias e informações do Grande ABC: Santo André, São Bernardo, São Caetano, Diadema, Mauá, Ribeirão Pires e Rio Grande da Serra

Estão liberadas apenas algumas dependências para uso e cuidado com desinfecção é constante


Vinícius Castelli
Do Diário do Grande ABC

08/07/2020 | 00:01


Com a migração do Grande ABC para a Fase 3 (amarela) do Plano São Paulo de flexibilização da quarentena, alguns clubes sociais voltaram a abrir suas portas ontem. A autorização de funcionamento ficou a cargo de cada prefeitura e, na região, apenas Santo André e Ribeirão Pires emitiram decretos municipais liberando a reabertura dos espaços.

Os portões do Clube Atlético Aramaçan, fechados desde o dia 17 de março, reabriram ontem, das 8h às 17h. Localizado na Vila Pires, em Santo André, e um dos mais tradicionais da região, o espaço recebeu cerca de 300 associados no primeiro dia. Segundo funcionários do clube, as pessoas respeitaram os protocolos de segurança adotados para prevenir contra a Covid. É obrigatório, por exemplo, usar máscara nas dependências do local e passar pelo aferimento de temperatura na entrada. Os usuários contam também com tapetes para higienização dos calçados antes da entrada e totens e dispensers com álcool gel espalhados pelo clube.

Mas não são todas as dependências que estão funcionando. Ontem, os associados tinham acesso às pistas de caminhada, atividades na quadra de areia e prática de tênis. Nesses casos, conforme protocolo elaborado pelo Sindi Clube (Sindicato dos Clubes do Estado de São Paulo), os associados podem fazer a prática sem utilizar a máscara de proteção. “Mas é necessário realizar higienização do rosto e das mãos logo após a partida e colocar a máscara imediatamente em seguida”, explica Valter Piccino, consultor do Sindi Clube.

O Esporte Clube Santo André, no Parque Jaçatuba, também reabriu as portas ontem. Segundo o presidente Sidney Riquetto, as pessoas aproveitaram o sol para fazer caminhadas em volta do campo de futebol. Apesar de não ter número de acessos, o dirigente avaliou como expressivo a quantidade de visitantes no primeiro dia.

Assim como no Aramaçan, é necessário usar máscara de proteção no EC Santo André e quem for ao local conta com álcool gel e terá de passar por medição de temperatura. “As pessoas aceitaram e respeitaram as regras de segurança, usaram máscaras, mantiveram distanciamento, foi bem interessante”, afirmou Riquetto, que espera que no fim de semana o movimento aumente. “Estamos dispostos a receber o associado”, disse o presidente.

O Ribeirão Pires Futebol Clube foi outro que retomou parte das atividades ontem, no período das 8h às 17h. De acordo com o presidente Edvaldo dos Santos, as pessoas respeitaram as regras de segurança, como uso de máscara e distanciamento social. “Poucos associados voltaram a frequentar no dia de hoje (ontem), foram cerca de 80 pessoas. Vamos aguardar o fim de semana para ter uma ideia melhor”, comentou.

REABRE HOJE
Quem também passa a receber os associados a partir de hoje é o Primeiro de Maio Futebol Clube, de Santo André. O local estará aberto das 8h às 17h e as pessoas poderão acessar áreas externas e praticar atividades como caminhada e usar a quadra de tênis para recreação, por exemplo.
Assim como nos outros locais, é necessário o uso de máscara e passar por medição de temperatura, além de ter álcool gel à disposição.  



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

Clubes sociais reabrem as portas, mas a presença de associados ainda é discreta

Estão liberadas apenas algumas dependências para uso e cuidado com desinfecção é constante

Vinícius Castelli
Do Diário do Grande ABC

08/07/2020 | 00:01


Com a migração do Grande ABC para a Fase 3 (amarela) do Plano São Paulo de flexibilização da quarentena, alguns clubes sociais voltaram a abrir suas portas ontem. A autorização de funcionamento ficou a cargo de cada prefeitura e, na região, apenas Santo André e Ribeirão Pires emitiram decretos municipais liberando a reabertura dos espaços.

Os portões do Clube Atlético Aramaçan, fechados desde o dia 17 de março, reabriram ontem, das 8h às 17h. Localizado na Vila Pires, em Santo André, e um dos mais tradicionais da região, o espaço recebeu cerca de 300 associados no primeiro dia. Segundo funcionários do clube, as pessoas respeitaram os protocolos de segurança adotados para prevenir contra a Covid. É obrigatório, por exemplo, usar máscara nas dependências do local e passar pelo aferimento de temperatura na entrada. Os usuários contam também com tapetes para higienização dos calçados antes da entrada e totens e dispensers com álcool gel espalhados pelo clube.

Mas não são todas as dependências que estão funcionando. Ontem, os associados tinham acesso às pistas de caminhada, atividades na quadra de areia e prática de tênis. Nesses casos, conforme protocolo elaborado pelo Sindi Clube (Sindicato dos Clubes do Estado de São Paulo), os associados podem fazer a prática sem utilizar a máscara de proteção. “Mas é necessário realizar higienização do rosto e das mãos logo após a partida e colocar a máscara imediatamente em seguida”, explica Valter Piccino, consultor do Sindi Clube.

O Esporte Clube Santo André, no Parque Jaçatuba, também reabriu as portas ontem. Segundo o presidente Sidney Riquetto, as pessoas aproveitaram o sol para fazer caminhadas em volta do campo de futebol. Apesar de não ter número de acessos, o dirigente avaliou como expressivo a quantidade de visitantes no primeiro dia.

Assim como no Aramaçan, é necessário usar máscara de proteção no EC Santo André e quem for ao local conta com álcool gel e terá de passar por medição de temperatura. “As pessoas aceitaram e respeitaram as regras de segurança, usaram máscaras, mantiveram distanciamento, foi bem interessante”, afirmou Riquetto, que espera que no fim de semana o movimento aumente. “Estamos dispostos a receber o associado”, disse o presidente.

O Ribeirão Pires Futebol Clube foi outro que retomou parte das atividades ontem, no período das 8h às 17h. De acordo com o presidente Edvaldo dos Santos, as pessoas respeitaram as regras de segurança, como uso de máscara e distanciamento social. “Poucos associados voltaram a frequentar no dia de hoje (ontem), foram cerca de 80 pessoas. Vamos aguardar o fim de semana para ter uma ideia melhor”, comentou.

REABRE HOJE
Quem também passa a receber os associados a partir de hoje é o Primeiro de Maio Futebol Clube, de Santo André. O local estará aberto das 8h às 17h e as pessoas poderão acessar áreas externas e praticar atividades como caminhada e usar a quadra de tênis para recreação, por exemplo.
Assim como nos outros locais, é necessário o uso de máscara e passar por medição de temperatura, além de ter álcool gel à disposição.  

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;