Fechar
Publicidade

Quarta-Feira, 23 de Setembro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Política

politica@dgabc.com.br | 4435-8391

Bolsonaro está com Covid-19

 Diário do Grande ABC - Notícias e informações do Grande ABC: Santo André, São Bernardo, São Caetano, Diadema, Mauá, Ribeirão Pires e Rio Grande da Serra

Resultado do exame acaba de ser divulgado; presidente cancelou a agenda até o fim da semana


Do Diário do Grande ABC

07/07/2020 | 12:14


 O presidente Jair Bolsonaro está com Covid-19. O resultado do exame, que foi realizado ontem, acaba de ser divulgado. Com dores no corpo e febre, ele, que tem 65 anos - está, portanto, no grupo de risco-, cancelou a agenda de toda a semana.

"O fato de eu estar com Covid mostra que sou um ser humano como outro qualquer", diz o presidente, ao vivo, para Record e CNN. Ele revelou já estar fazendo uso da hidroxicloroquina e que sente efeito positivo.

Bolsonaro disse ainda que não se abalou com resultado do exame. "Segue a vida", resumiu. Segundo ele,  vai despachar por videoconferência e pretende seguir os protocolos.

A primeira-dama, Michele Bolsonaro, acaba de fazer o exame e, para o presidente, é possível que esteja infectada também. "Nós ficamos quase o dia todo juntos, é possível que esteja também (com Covid)", concluiu Bolsonaro.

Assessores do presidente também fizeram exames, porém, se submeteram a testes rápidos, imprecisos para detectar a covid-19. Foi o caso dos ministros Braga Netto (Casa Civil), Jorge Oliveira (Secretaria-Geral da Presidência) e Luiz Eduardo Ramos (Secretaria de Governo). O teste rápido detecta a presença de anticorpos para o vírus no sangue que só são identificáveis a partir do sétimo dia do surgimento dos sintomas da infecção.

Segundo a agenda oficial, o presidente esteve com seis ministros e um secretário especial na segunda-feira. Alguns assessores, como os ministros Jorge Oliveira (Secretaria-Geral) e Luiz Eduardo Ramos (Secretaria de Governo), também realizaram o exame e despacharam no Palácio do Planalto nesta terça-feira. Bolsonaro tinha uma audiência agendada com Ramos no Palácio do Planalto, às 15h.

As reuniões na segunda-feira foram com Paulo Guedes (Economia), Braga Netto (Casa Civil), Augusto Heleno (Gabinete de Segurança Institucional), Luiz Eduardo Ramos (Secretaria de Governo), Jorge Oliveira (Secretaria-Geral) e Levi Mello (Advocacia-Geral da União). A última agenda ocorreu às 16h40 com o secretário especial de Cultura, Mário Frias.

O líder do governo na Câmara, Major Vitor Hugo (PSL- GO), também se reuniu com Bolsonaro, mas em um encontro reservado fora da agenda. O parlamentar aguardava os resultados do exame do presidente para se submeter a um teste. Major Vitor Hugo e Bolsonaro almoçaram juntos no Palácio do Planalto em um encontro fora da agenda. O parlamentar entrou na lista de cotados para o Ministério da Educação.

Embaixador

No sábado, dia 4, Bolsonaro foi à residência do embaixador dos Estados Unidos no Brasil, Todd Chapman, com ministros e o deputado Eduardo Bolsonaro (PSL-SP), filho do presidente da República. Ele não usou máscara e se confraternizou com abraços, de acordo com imagens divulgadas pela Presidência da República. Na sexta-feira, 3, houve um almoço no Palácio da Alvorada com ministros e empresários - também com apertos de mão, abraços e sem máscara.

Em março, o presidente havia feito três testes para a doença, após viagem oficial aos Estados Unidos, onde se encontrou com o presidente Donald Trump. Pelo menos 23 pessoas da comitiva brasileira foram diagnosticadas com a covid-19. Na ocasião, Bolsonaro anunciou que o resultado foi negativo, mas se recusou a mostrar os exames. Só depois de embate na Justiça os resultados foram divulgados.



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

Bolsonaro está com Covid-19

Resultado do exame acaba de ser divulgado; presidente cancelou a agenda até o fim da semana

Do Diário do Grande ABC

07/07/2020 | 12:14


 O presidente Jair Bolsonaro está com Covid-19. O resultado do exame, que foi realizado ontem, acaba de ser divulgado. Com dores no corpo e febre, ele, que tem 65 anos - está, portanto, no grupo de risco-, cancelou a agenda de toda a semana.

"O fato de eu estar com Covid mostra que sou um ser humano como outro qualquer", diz o presidente, ao vivo, para Record e CNN. Ele revelou já estar fazendo uso da hidroxicloroquina e que sente efeito positivo.

Bolsonaro disse ainda que não se abalou com resultado do exame. "Segue a vida", resumiu. Segundo ele,  vai despachar por videoconferência e pretende seguir os protocolos.

A primeira-dama, Michele Bolsonaro, acaba de fazer o exame e, para o presidente, é possível que esteja infectada também. "Nós ficamos quase o dia todo juntos, é possível que esteja também (com Covid)", concluiu Bolsonaro.

Assessores do presidente também fizeram exames, porém, se submeteram a testes rápidos, imprecisos para detectar a covid-19. Foi o caso dos ministros Braga Netto (Casa Civil), Jorge Oliveira (Secretaria-Geral da Presidência) e Luiz Eduardo Ramos (Secretaria de Governo). O teste rápido detecta a presença de anticorpos para o vírus no sangue que só são identificáveis a partir do sétimo dia do surgimento dos sintomas da infecção.

Segundo a agenda oficial, o presidente esteve com seis ministros e um secretário especial na segunda-feira. Alguns assessores, como os ministros Jorge Oliveira (Secretaria-Geral) e Luiz Eduardo Ramos (Secretaria de Governo), também realizaram o exame e despacharam no Palácio do Planalto nesta terça-feira. Bolsonaro tinha uma audiência agendada com Ramos no Palácio do Planalto, às 15h.

As reuniões na segunda-feira foram com Paulo Guedes (Economia), Braga Netto (Casa Civil), Augusto Heleno (Gabinete de Segurança Institucional), Luiz Eduardo Ramos (Secretaria de Governo), Jorge Oliveira (Secretaria-Geral) e Levi Mello (Advocacia-Geral da União). A última agenda ocorreu às 16h40 com o secretário especial de Cultura, Mário Frias.

O líder do governo na Câmara, Major Vitor Hugo (PSL- GO), também se reuniu com Bolsonaro, mas em um encontro reservado fora da agenda. O parlamentar aguardava os resultados do exame do presidente para se submeter a um teste. Major Vitor Hugo e Bolsonaro almoçaram juntos no Palácio do Planalto em um encontro fora da agenda. O parlamentar entrou na lista de cotados para o Ministério da Educação.

Embaixador

No sábado, dia 4, Bolsonaro foi à residência do embaixador dos Estados Unidos no Brasil, Todd Chapman, com ministros e o deputado Eduardo Bolsonaro (PSL-SP), filho do presidente da República. Ele não usou máscara e se confraternizou com abraços, de acordo com imagens divulgadas pela Presidência da República. Na sexta-feira, 3, houve um almoço no Palácio da Alvorada com ministros e empresários - também com apertos de mão, abraços e sem máscara.

Em março, o presidente havia feito três testes para a doença, após viagem oficial aos Estados Unidos, onde se encontrou com o presidente Donald Trump. Pelo menos 23 pessoas da comitiva brasileira foram diagnosticadas com a covid-19. Na ocasião, Bolsonaro anunciou que o resultado foi negativo, mas se recusou a mostrar os exames. Só depois de embate na Justiça os resultados foram divulgados.

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;