Fechar
Publicidade

Quarta-Feira, 5 de Agosto

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Internacional

internacional@dgabc.com.br | 4435-8301

Trump volta a criticar China em discurso do dia da independência



04/07/2020 | 20:56


O presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, voltou neste sábado a responsabilizar a China pela disseminação do novo coronavírus. Em Washington, durante seu discurso na cerimônia para comemorar o dia da independência do país, Trump destacou que os EUA agora fabricam respiradores, têm os melhores testes para detectar o novo coronavírus e produzem máscaras de proteção.

"Antes, tudo isso era feito no exterior e, particularmente, na China, de onde, ironicamente, este e outros vírus vieram", disse o presidente. "Os segredos, truques e acobertamentos da China espalharam o vírus para todo o mundo, para 189 países. A China precisa ser totalmente responsabilizada."

Trump disse também que, provavelmente, haverá uma terapia e/ou vacina contra a covid-19 antes do fim deste ano.

Em seu discurso, Trump também voltou a criticar a mídia, "que rotula falsamente opositores como racistas e critica patriotas". Segundo ele, ao fazer isso, a mídia não difama apenas o presidente ou o povo americano, mas gerações que deram a vida pelo país. A mídia "desonra o legado e a memória dessas gerações ao dizer que eles lutaram pelo racismo e pela opressão. Eles lutaram pelo oposto disso".

O presidente repetiu que pretende assinar um decreto para estabelecer o Jardim Nacional dos Heróis Americanos, que vai homenagear as figuras mais proeminentes da história dos Estados Unidos. O anúncio tinha sido feito na sexta-feira durante discurso no Monte Rushmore, em Dakota do Sul.



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

Trump volta a criticar China em discurso do dia da independência


04/07/2020 | 20:56


O presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, voltou neste sábado a responsabilizar a China pela disseminação do novo coronavírus. Em Washington, durante seu discurso na cerimônia para comemorar o dia da independência do país, Trump destacou que os EUA agora fabricam respiradores, têm os melhores testes para detectar o novo coronavírus e produzem máscaras de proteção.

"Antes, tudo isso era feito no exterior e, particularmente, na China, de onde, ironicamente, este e outros vírus vieram", disse o presidente. "Os segredos, truques e acobertamentos da China espalharam o vírus para todo o mundo, para 189 países. A China precisa ser totalmente responsabilizada."

Trump disse também que, provavelmente, haverá uma terapia e/ou vacina contra a covid-19 antes do fim deste ano.

Em seu discurso, Trump também voltou a criticar a mídia, "que rotula falsamente opositores como racistas e critica patriotas". Segundo ele, ao fazer isso, a mídia não difama apenas o presidente ou o povo americano, mas gerações que deram a vida pelo país. A mídia "desonra o legado e a memória dessas gerações ao dizer que eles lutaram pelo racismo e pela opressão. Eles lutaram pelo oposto disso".

O presidente repetiu que pretende assinar um decreto para estabelecer o Jardim Nacional dos Heróis Americanos, que vai homenagear as figuras mais proeminentes da história dos Estados Unidos. O anúncio tinha sido feito na sexta-feira durante discurso no Monte Rushmore, em Dakota do Sul.

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;