Fechar
Publicidade

Quarta-Feira, 12 de Agosto

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Setecidades

setecidades@dgabc.com.br | 4435-8319

País ultrapassa 1,5 milhão de casos do novo coronavírus

EBC Diário do Grande ABC - Notícias e informações do Grande ABC: Santo André, São Bernardo, São Caetano, Diadema, Mauá, Ribeirão Pires e Rio Grande da Serra

Número de mortes é de 63.174; na região, são 24.384 diagnósticos e 1.196 vítimas fatais


Flavia Kurotori
Do Diário do Grande ABC

04/07/2020 | 00:24


Após 127 dias da confirmação do primeiro caso de infecção pelo novo coronavírus, o Brasil ultrapassou a marca de 1,5 milhão de diagnósticos positivos. Segundo o Ministério da Saúde, ontem foram confirmados mais 42.223 contaminados, chegando ao total de 1.539.081. No período, 63.174 brasileiros morreram, enquanto 868.372 receberam alta hospitalar.

No Grande ABC, são 24.384 casos. Do total, 791 foram confirmados em 24 horas, sendo 559 apenas em São Bernardo. Ontem, Santo André diagnosticou mais 75 pessoas, além de 80 em Diadema, 30 em Mauá, 20 em São Caetano, 20 em Ribeirão Pires e sete em Rio Grande da Serra.

São Bernardo lidera com 9.806 casos e 400 mortes, seguida por Santo André (7.446 casos e 277 mortes), Diadema (3.665 casos e 239 mortes), São Caetano (2.000 casos e 89 mortes), Mauá (862 casos e 138 mortes), Ribeirão Pires (423 casos e 39 mortes) e Rio Grande da Serra (182 casos e 14 mortes). Ao todo, são 1.196 óbitos.

Boa notícia é que 240 se trataram e receberam alta médica ontem, atingindo 8.827 curados nas sete cidades. Ao menos 30.855 pacientes estão aguardando o resultado, sendo 24 óbitos, conforme dados divulgados pelas prefeituras.

Segundo o boletim do governo estadual, são 310.517 pessoas infectadas em São Paulo, sendo 15.694 mortes. Com isso, o Estado é o que mais possui casos e óbitos em todo o País. A Covid-19 está presente em 626 das 645 cidades, enquanto 383 registram uma ou mais vítimas fatais.

Em Santo André, a taxa de ocupação dos leitos de enfermaria está em 38,7% e na UTI (Unidade de Terapia Intensiva), em 62,9%, somando 475 pessoas internadas nas redes pública e privada.

Segundo a Prefeitura de São Bernardo, são 286 pacientes internados na rede pública municipal, chegando a 72% da ocupação das vagas de UTI e 49% da enfermaria.

São Caetano, por sua vez, tem 49 pessoas internadas na rede pública, resultando em 33% dos leitos de UTI ocupados e 72% da enfermaria.

Em Diadema, são 411 cidadãos internados e a ocupação dos leitos é de 60% na UTI e de 84% na enfermaria. Já em Ribeirão Pires, 51,2% das vagas de enfermaria estão ocupadas e a cidade não dispõe de UTI. Rio Grande da Serra não possui leitos destinados exclusivamente aos pacientes com Covid-19.

A taxa de ocupação dos leitos de UTI é de 64% em todo Estado e de 64,3% na Grande São Paulo. 



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

País ultrapassa 1,5 milhão de casos do novo coronavírus

Número de mortes é de 63.174; na região, são 24.384 diagnósticos e 1.196 vítimas fatais

Flavia Kurotori
Do Diário do Grande ABC

04/07/2020 | 00:24


Após 127 dias da confirmação do primeiro caso de infecção pelo novo coronavírus, o Brasil ultrapassou a marca de 1,5 milhão de diagnósticos positivos. Segundo o Ministério da Saúde, ontem foram confirmados mais 42.223 contaminados, chegando ao total de 1.539.081. No período, 63.174 brasileiros morreram, enquanto 868.372 receberam alta hospitalar.

No Grande ABC, são 24.384 casos. Do total, 791 foram confirmados em 24 horas, sendo 559 apenas em São Bernardo. Ontem, Santo André diagnosticou mais 75 pessoas, além de 80 em Diadema, 30 em Mauá, 20 em São Caetano, 20 em Ribeirão Pires e sete em Rio Grande da Serra.

São Bernardo lidera com 9.806 casos e 400 mortes, seguida por Santo André (7.446 casos e 277 mortes), Diadema (3.665 casos e 239 mortes), São Caetano (2.000 casos e 89 mortes), Mauá (862 casos e 138 mortes), Ribeirão Pires (423 casos e 39 mortes) e Rio Grande da Serra (182 casos e 14 mortes). Ao todo, são 1.196 óbitos.

Boa notícia é que 240 se trataram e receberam alta médica ontem, atingindo 8.827 curados nas sete cidades. Ao menos 30.855 pacientes estão aguardando o resultado, sendo 24 óbitos, conforme dados divulgados pelas prefeituras.

Segundo o boletim do governo estadual, são 310.517 pessoas infectadas em São Paulo, sendo 15.694 mortes. Com isso, o Estado é o que mais possui casos e óbitos em todo o País. A Covid-19 está presente em 626 das 645 cidades, enquanto 383 registram uma ou mais vítimas fatais.

Em Santo André, a taxa de ocupação dos leitos de enfermaria está em 38,7% e na UTI (Unidade de Terapia Intensiva), em 62,9%, somando 475 pessoas internadas nas redes pública e privada.

Segundo a Prefeitura de São Bernardo, são 286 pacientes internados na rede pública municipal, chegando a 72% da ocupação das vagas de UTI e 49% da enfermaria.

São Caetano, por sua vez, tem 49 pessoas internadas na rede pública, resultando em 33% dos leitos de UTI ocupados e 72% da enfermaria.

Em Diadema, são 411 cidadãos internados e a ocupação dos leitos é de 60% na UTI e de 84% na enfermaria. Já em Ribeirão Pires, 51,2% das vagas de enfermaria estão ocupadas e a cidade não dispõe de UTI. Rio Grande da Serra não possui leitos destinados exclusivamente aos pacientes com Covid-19.

A taxa de ocupação dos leitos de UTI é de 64% em todo Estado e de 64,3% na Grande São Paulo. 

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;