Fechar
Publicidade

Quarta-Feira, 5 de Agosto

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

diarinho@dgabc.com.br | 4435-8396

Por que as pessoas têm dor de barriga?

Complicações na região do estômago e do abdômen ocorrem ao longo de toda a vida


Luís Felipe Soares

04/07/2020 | 23:59


As dores de estômago e no abdômen (não ‘de barriga’, como se fala popularmente) podem acontecer por causa de diversos tipos de complicações. Estão nessa lista de possibilidades mal-estar causado por gases, estresse, intoxicação alimentar ou um alimento não completamente digerido. Geralmente, são problemas médicos um tanto quanto simples que se passam em poucos dias. Também há a possibilidade de a pessoa apresentar um incômodo mais frequente e prolongado, podendo ser sintoma de doença que precisa de tratamento especializado, a exemplos de refluxo, gastrite, úlcera e parasitose (quando organismos parasitas entram no corpo e se desenvolvem, gerando série de danos).

Desconfortos desse tipo ocorrem nos seres humanos desde o nascimento. Mesmo durante o aleitamento materno exclusivo, bebês chegam a apresentar gases seguidos de dores – e choro –, por exemplo. Cada faixa etária acaba por apresentar doenças mais prováveis para a idade, sendo que problemas estomacais seguem durante toda a vida. Algumas pessoas têm mais sensibilidade que outras para esses casos e precisam ficar de olho. Detalhe que indivíduos com doenças em órgãos abdominais, casos de intestino e fígado, geralmente sentem mais incômodos.

O ideal é que os casos mais sérios sejam acompanhados por um gastroenterologista, como é conhecido o médico especialista no aparelho digestivo. São eles que analisam os sintomas específicos e realizam avaliação para possível tratamento. Algumas vezes, a reabilitação do corpo ocorre espontaneamente e, com o passar do tempo, sem necessidade de medicações. O recado dos profissionais é que nunca se deve menosprezar uma dor de barriga.

Entre as dicas para evitar mal-estar estão ingerir alimentos saudáveis e naturais, comer frutas, verduras e legumes, evitar frituras e comidas industrializadas em excesso, maneirar nos copos de refrigerante e realizar atividades físicas regularmente. Tomar água no dia a dia também ajuda bastante.

Consultoria de Elaine Moreira, médica gastroenterologista integrante da Federação Brasileira de Gastroenterologia. 



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

Por que as pessoas têm dor de barriga?

Complicações na região do estômago e do abdômen ocorrem ao longo de toda a vida

Luís Felipe Soares

04/07/2020 | 23:59


As dores de estômago e no abdômen (não ‘de barriga’, como se fala popularmente) podem acontecer por causa de diversos tipos de complicações. Estão nessa lista de possibilidades mal-estar causado por gases, estresse, intoxicação alimentar ou um alimento não completamente digerido. Geralmente, são problemas médicos um tanto quanto simples que se passam em poucos dias. Também há a possibilidade de a pessoa apresentar um incômodo mais frequente e prolongado, podendo ser sintoma de doença que precisa de tratamento especializado, a exemplos de refluxo, gastrite, úlcera e parasitose (quando organismos parasitas entram no corpo e se desenvolvem, gerando série de danos).

Desconfortos desse tipo ocorrem nos seres humanos desde o nascimento. Mesmo durante o aleitamento materno exclusivo, bebês chegam a apresentar gases seguidos de dores – e choro –, por exemplo. Cada faixa etária acaba por apresentar doenças mais prováveis para a idade, sendo que problemas estomacais seguem durante toda a vida. Algumas pessoas têm mais sensibilidade que outras para esses casos e precisam ficar de olho. Detalhe que indivíduos com doenças em órgãos abdominais, casos de intestino e fígado, geralmente sentem mais incômodos.

O ideal é que os casos mais sérios sejam acompanhados por um gastroenterologista, como é conhecido o médico especialista no aparelho digestivo. São eles que analisam os sintomas específicos e realizam avaliação para possível tratamento. Algumas vezes, a reabilitação do corpo ocorre espontaneamente e, com o passar do tempo, sem necessidade de medicações. O recado dos profissionais é que nunca se deve menosprezar uma dor de barriga.

Entre as dicas para evitar mal-estar estão ingerir alimentos saudáveis e naturais, comer frutas, verduras e legumes, evitar frituras e comidas industrializadas em excesso, maneirar nos copos de refrigerante e realizar atividades físicas regularmente. Tomar água no dia a dia também ajuda bastante.

Consultoria de Elaine Moreira, médica gastroenterologista integrante da Federação Brasileira de Gastroenterologia. 

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;