Fechar
Publicidade

Quarta-Feira, 5 de Agosto

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Nacional

nacional@dgabc.com.br | 4435-8301

Bolsonaro foi Bolsonaro ao vetar uso obrigatório de máscara, diz Doria

Divulgação/Governo do Estado de SP Diário do Grande ABC - Notícias e informações do Grande ABC: Santo André, São Bernardo, São Caetano, Diadema, Mauá, Ribeirão Pires e Rio Grande da Serra


03/07/2020 | 14:52


O governador de São Paulo, João Doria (PSDB), afirmou que o presidente Jair Bolsonaro "foi coerente com ele mesmo" ao vetar dispositivos da lei que torna obrigatório o uso de máscara em espaços públicos e privados. O chefe do Executivo paulista ressaltou ainda que o veto não se aplica aos Estados devido à autonomia conferida pelo Supremo Tribunal Federal (STF) aos entes federativos na definição de medidas de enfrentamento ao novo coronavírus.

"O presidente Bolsonaro não usa máscara, não recomenda o uso de máscara, não recomenda o isolamento social, adora cloroquina O presidente Jair Bolsonaro foi Jair Bolsonaro ao fazer esse veto", comentou Doria.

O tucano pontuou também que, em São Paulo, o uso obrigatório de máscara é lei.

"Bolsonaro, se vier ao Estado de São Paulo, terá de usar máscara", disse Doria.

Na quinta-feira, 2, em transmissão ao vivo nas suas redes sociais, o presidente disse que deve cumprir agenda em São Paulo em breve.

"Aqui a máscara é obrigatória para o governador, para o prefeito e para todos os cidadãos, porque aqui nós gostamos da vida, apreciamos a vida", completou Doria.



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

Bolsonaro foi Bolsonaro ao vetar uso obrigatório de máscara, diz Doria


03/07/2020 | 14:52


O governador de São Paulo, João Doria (PSDB), afirmou que o presidente Jair Bolsonaro "foi coerente com ele mesmo" ao vetar dispositivos da lei que torna obrigatório o uso de máscara em espaços públicos e privados. O chefe do Executivo paulista ressaltou ainda que o veto não se aplica aos Estados devido à autonomia conferida pelo Supremo Tribunal Federal (STF) aos entes federativos na definição de medidas de enfrentamento ao novo coronavírus.

"O presidente Bolsonaro não usa máscara, não recomenda o uso de máscara, não recomenda o isolamento social, adora cloroquina O presidente Jair Bolsonaro foi Jair Bolsonaro ao fazer esse veto", comentou Doria.

O tucano pontuou também que, em São Paulo, o uso obrigatório de máscara é lei.

"Bolsonaro, se vier ao Estado de São Paulo, terá de usar máscara", disse Doria.

Na quinta-feira, 2, em transmissão ao vivo nas suas redes sociais, o presidente disse que deve cumprir agenda em São Paulo em breve.

"Aqui a máscara é obrigatória para o governador, para o prefeito e para todos os cidadãos, porque aqui nós gostamos da vida, apreciamos a vida", completou Doria.

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;