Fechar
Publicidade

Quarta-Feira, 12 de Agosto

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Cultura & Lazer

cultura@dgabc.com.br | 4435-8364

Ludmilla diz que Anitta já sabia da música Cobra Venenosa: - Ela até tem no celular



03/07/2020 | 11:11


A espera acabou! Ludmilla lançou na madrugada desta sexta-feira, dia 3, o seu mais novo single, Cobra Venenosa. A música começou a ser divulgada após a última briga que a cantora teve com a Anitta, o que fez com que muitos internautas pensassem que a canção fosse uma indireta para a poderosa. Entretanto, Lud garantiu, em entrevista ao jornal O Globo, que o hit não tem nenhuma relação com a funkeira.

- Não fiz essa música para a Anitta, não tem nada a ver com ela. Fiz há três anos, inclusive, ela até tem no celular. Quando a gente se falava, ela pediu todas as minhas músicas 150 (BPM, um funk de batida acelerada). A inspiração veio do dia a dia, de tudo que vivo, que vejo e ouço as pessoas reclamarem. Sobre o que a humanidade está precisando. É um recado para quem se incomoda com o jeito que a outra pessoa escolheu de levar a vida, com a personalidade, com quem ela decide beijar, com a cor ou a roupa que ela curte.

A voz de Verdinha também esclareceu que a polêmica com Anitta não foi uma estratégia para alavancar a nova canção.

- Essa música seria lançada agora de qualquer jeito. Fiz o desabafo porque ela fez um programa debochando (em seu programa no Multishow no dia 11 de junho, Anitta brincou que ficou com bailarina para imitar Ludmilla) e eu fui esclarecer. Eu já tinha deixado isso para lá, eu já estava com a minha dor parada, mas ela continuou debochando. Não quero falar disso nunca mais, é muito chato.

Lud ainda declarou que não acredita que a sua briga com a poderosa tenha a ver com machismo ou feminismo.

- Acho que, quando as coisas são de verdade, as mulheres se juntam em prol da mesma luta. E quando uma não acha certo o que a outra está fazendo, também não deve atrapalhar, né?

O clipe de Cobra Venenosa, lançado também nesta sexta-feira, tem um conceito bem interessante.

- A história acontece em um mundo em ruínas. Tudo foi destruído e só resta um grupo de mulheres, que se une para restaurá-lo. Só que há outro grupo de mulheres que luta contra elas. E aí, há homofobia, machismo e racismo. Então, ensinamos que todas juntas somos melhores, que esse veneno não leva a lugar nenhum. A gente acaba conseguindo trazê-las para reconstruir o nosso mundo, poderoso, com as mulheres no comando.

[...] União, compaixão, amor de verdade e sinceridade feminina. Porque não adianta falar eu amo todas as mulheres só da boca para fora. Não adianta ser feminista, empoderada e depois puxar tapete, dar uma banda. Tem que ser de verdade e, quando é, funciona. Essa é a mensagem do clipe, que é um antídoto contra racismo, homofobia, inveja, fofoca e toda a energia negativa que existe no mundo.

Lud chegou até a comentar sobre a sua estreia como atriz em Arcanjo Renegado.

- Estou muito animada, sempre foi um sonho meu fazer uma personagem, uma policial bem forte, ou uma bandidona, bem sinistrona. Estou me dedicando porque sei que a galera está de olho em mim. Quando fui convidada, me apontaram o dedo, questionaram porque tinham me escolhido (no Instagram, a atriz Samanta Schmütz criticou a escolha alegando haver muito atores formados desempregados). Vários cantores já fizeram isso no Brasil. Quando foi a minha vez incomodou. Mais uma vez, vou ter que fazer muito bem feito, porque está todo mundo me julgando. Eu não tô aqui nessa terra a passeio. Estou treinando com um major, vou dar meu máximo para a Cabo Diana.

Anitta

Anitta também está com novidades nesta sexta-feira, dia 3! A cantora participou da música Paloma, do rapper italiano Fred De Palma, e cantou pela primeira vez em italiano. Chique, hein?



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

Ludmilla diz que Anitta já sabia da música Cobra Venenosa: - Ela até tem no celular


03/07/2020 | 11:11


A espera acabou! Ludmilla lançou na madrugada desta sexta-feira, dia 3, o seu mais novo single, Cobra Venenosa. A música começou a ser divulgada após a última briga que a cantora teve com a Anitta, o que fez com que muitos internautas pensassem que a canção fosse uma indireta para a poderosa. Entretanto, Lud garantiu, em entrevista ao jornal O Globo, que o hit não tem nenhuma relação com a funkeira.

- Não fiz essa música para a Anitta, não tem nada a ver com ela. Fiz há três anos, inclusive, ela até tem no celular. Quando a gente se falava, ela pediu todas as minhas músicas 150 (BPM, um funk de batida acelerada). A inspiração veio do dia a dia, de tudo que vivo, que vejo e ouço as pessoas reclamarem. Sobre o que a humanidade está precisando. É um recado para quem se incomoda com o jeito que a outra pessoa escolheu de levar a vida, com a personalidade, com quem ela decide beijar, com a cor ou a roupa que ela curte.

A voz de Verdinha também esclareceu que a polêmica com Anitta não foi uma estratégia para alavancar a nova canção.

- Essa música seria lançada agora de qualquer jeito. Fiz o desabafo porque ela fez um programa debochando (em seu programa no Multishow no dia 11 de junho, Anitta brincou que ficou com bailarina para imitar Ludmilla) e eu fui esclarecer. Eu já tinha deixado isso para lá, eu já estava com a minha dor parada, mas ela continuou debochando. Não quero falar disso nunca mais, é muito chato.

Lud ainda declarou que não acredita que a sua briga com a poderosa tenha a ver com machismo ou feminismo.

- Acho que, quando as coisas são de verdade, as mulheres se juntam em prol da mesma luta. E quando uma não acha certo o que a outra está fazendo, também não deve atrapalhar, né?

O clipe de Cobra Venenosa, lançado também nesta sexta-feira, tem um conceito bem interessante.

- A história acontece em um mundo em ruínas. Tudo foi destruído e só resta um grupo de mulheres, que se une para restaurá-lo. Só que há outro grupo de mulheres que luta contra elas. E aí, há homofobia, machismo e racismo. Então, ensinamos que todas juntas somos melhores, que esse veneno não leva a lugar nenhum. A gente acaba conseguindo trazê-las para reconstruir o nosso mundo, poderoso, com as mulheres no comando.

[...] União, compaixão, amor de verdade e sinceridade feminina. Porque não adianta falar eu amo todas as mulheres só da boca para fora. Não adianta ser feminista, empoderada e depois puxar tapete, dar uma banda. Tem que ser de verdade e, quando é, funciona. Essa é a mensagem do clipe, que é um antídoto contra racismo, homofobia, inveja, fofoca e toda a energia negativa que existe no mundo.

Lud chegou até a comentar sobre a sua estreia como atriz em Arcanjo Renegado.

- Estou muito animada, sempre foi um sonho meu fazer uma personagem, uma policial bem forte, ou uma bandidona, bem sinistrona. Estou me dedicando porque sei que a galera está de olho em mim. Quando fui convidada, me apontaram o dedo, questionaram porque tinham me escolhido (no Instagram, a atriz Samanta Schmütz criticou a escolha alegando haver muito atores formados desempregados). Vários cantores já fizeram isso no Brasil. Quando foi a minha vez incomodou. Mais uma vez, vou ter que fazer muito bem feito, porque está todo mundo me julgando. Eu não tô aqui nessa terra a passeio. Estou treinando com um major, vou dar meu máximo para a Cabo Diana.

Anitta

Anitta também está com novidades nesta sexta-feira, dia 3! A cantora participou da música Paloma, do rapper italiano Fred De Palma, e cantou pela primeira vez em italiano. Chique, hein?

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;