Fechar
Publicidade

Quinta-Feira, 24 de Setembro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Internacional

internacional@dgabc.com.br | 4435-8301

Há um longo caminho pela frente nesta pandemia, avalia OMS

Reprodução/Instagram Diário do Grande ABC - Notícias e informações do Grande ABC: Santo André, São Bernardo, São Caetano, Diadema, Mauá, Ribeirão Pires e Rio Grande da Serra


02/07/2020 | 14:36


A líder da resposta da OMS à pandemia da covid-19, Maria Van Kerkhove afirmou que "ainda há um longo caminho pela frente" na pandemia. A declaração foi dada durante entrevista coletiva da entidade, que apresentou e discutiu nesta quinta-feira, 2, uma atualização sobre o estado da pesquisa e do desenvolvimento de instrumentos na luta contra a doença.

Kerkhove disse que a OMS espera que não seja mais necessário fazer lockdowns adiante, com os governos a as pessoas atentos para o equilíbrio entre os cuidados com a saúde e a necessidade de apoiar a atividade econômica.

Além disso, insistiu que já há instrumentos disponíveis para romper as cadeias de transmissão da doença, como o distanciamento físico, o uso de máscaras, a higiene das mãos, testes, rastreamento de contatos e o tratamento dos doentes.

Também presente na coletiva, a cientista-chefe da OMS, Soumya Swaminathan, disse que ainda não há uma resposta final sobre a eficácia do remdesivir contra a covid-19, com resultados até agora conflitantes em algumas pesquisas disponíveis.

Segundo ela, há várias investigações ainda em andamento sobre o medicamento, para buscar essa resposta.



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

Há um longo caminho pela frente nesta pandemia, avalia OMS


02/07/2020 | 14:36


A líder da resposta da OMS à pandemia da covid-19, Maria Van Kerkhove afirmou que "ainda há um longo caminho pela frente" na pandemia. A declaração foi dada durante entrevista coletiva da entidade, que apresentou e discutiu nesta quinta-feira, 2, uma atualização sobre o estado da pesquisa e do desenvolvimento de instrumentos na luta contra a doença.

Kerkhove disse que a OMS espera que não seja mais necessário fazer lockdowns adiante, com os governos a as pessoas atentos para o equilíbrio entre os cuidados com a saúde e a necessidade de apoiar a atividade econômica.

Além disso, insistiu que já há instrumentos disponíveis para romper as cadeias de transmissão da doença, como o distanciamento físico, o uso de máscaras, a higiene das mãos, testes, rastreamento de contatos e o tratamento dos doentes.

Também presente na coletiva, a cientista-chefe da OMS, Soumya Swaminathan, disse que ainda não há uma resposta final sobre a eficácia do remdesivir contra a covid-19, com resultados até agora conflitantes em algumas pesquisas disponíveis.

Segundo ela, há várias investigações ainda em andamento sobre o medicamento, para buscar essa resposta.

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;