Fechar
Publicidade

Domingo, 12 de Julho

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Cultura & Lazer

cultura@dgabc.com.br | 4435-8364

Andressa Suita relembra depressão pós-parto e fala sobre dificuldades da maternidade: - Grito, perco a paciência e depois choro de culpa



30/06/2020 | 15:11


Andressa Suita deu uma entrevista para a revista Vogue e abriu o jogo sobre as dificuldades do cuidado com os filhos - Gabriel, de três anos de idade, e Samuel, de dos, ambos frutos do casamento com Gusttavo Lima. Segundo a modelo, na maternidade nem tudo são flores.

- Grito, perco a paciência e depois choro de culpa. Queria ser mais madura para lidar do jeito certo. O Gabriel está na fase de chamar nossa atenção e ás vezes bate no Samuel para querer pegar o brinquedo. Aí eu converso com eles. Mas até para dar banho é uma luta.

Ela também relembrou a depressão pós-parto que teve após o nascimento do caçula, e disse que a presença da mãe, Suely, e do marido naquele momento foi essencial.

- Queria muito amamentar meus filhos. Entrei em depressão por achar que meus filhos não iriam ser saudáveis, e meu leite foi secando. Me culpava muito. Minha mãe me ensinou que era uma fase, que iria passar. Ela me ajudou muito, se mudou para minha casa. Meu marido também foi muito parceiro, ele me via naquela loucura. Depois voltei a treinar, a fazer minhas coisas. Meus filhos são muito saudáveis, e a culpa passou.

Fazendo terapia há dois meses, Andressa já está bem longe desta fase complicada, e apesar das dificuldades, afirma ser uma mãe excelente para os pequenos:

- Achei que fosse mais fácil educar. A gente tem muito medo, existe muita gente má no mundo. Pensamos muito no futuro deles. Mas a maternidade fez eu amadurecer como mulher. Sou uma ótima mãe. E não tenho neuras, eles andam descalça, brincam na terra. Tenho muito orgulho de mim.

E apesar de Gusttavo já ter admitido, em algumas ocasiões, que gostaria de ter mais filhos, por enquanto Andressa afirma que a fábrica está fechada.

- Nesse momento não rola, quero descansar. Meus filhos ainda acordam a noite e tem todo o desgaste, preocupação. Quando estou com meu marido, fico sempre ligada na babá eletrônica. Pode ser que daqui cinco anos eu mude de ideia. Meu marido quer uma menina, mas agora não.



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

Andressa Suita relembra depressão pós-parto e fala sobre dificuldades da maternidade: - Grito, perco a paciência e depois choro de culpa


30/06/2020 | 15:11


Andressa Suita deu uma entrevista para a revista Vogue e abriu o jogo sobre as dificuldades do cuidado com os filhos - Gabriel, de três anos de idade, e Samuel, de dos, ambos frutos do casamento com Gusttavo Lima. Segundo a modelo, na maternidade nem tudo são flores.

- Grito, perco a paciência e depois choro de culpa. Queria ser mais madura para lidar do jeito certo. O Gabriel está na fase de chamar nossa atenção e ás vezes bate no Samuel para querer pegar o brinquedo. Aí eu converso com eles. Mas até para dar banho é uma luta.

Ela também relembrou a depressão pós-parto que teve após o nascimento do caçula, e disse que a presença da mãe, Suely, e do marido naquele momento foi essencial.

- Queria muito amamentar meus filhos. Entrei em depressão por achar que meus filhos não iriam ser saudáveis, e meu leite foi secando. Me culpava muito. Minha mãe me ensinou que era uma fase, que iria passar. Ela me ajudou muito, se mudou para minha casa. Meu marido também foi muito parceiro, ele me via naquela loucura. Depois voltei a treinar, a fazer minhas coisas. Meus filhos são muito saudáveis, e a culpa passou.

Fazendo terapia há dois meses, Andressa já está bem longe desta fase complicada, e apesar das dificuldades, afirma ser uma mãe excelente para os pequenos:

- Achei que fosse mais fácil educar. A gente tem muito medo, existe muita gente má no mundo. Pensamos muito no futuro deles. Mas a maternidade fez eu amadurecer como mulher. Sou uma ótima mãe. E não tenho neuras, eles andam descalça, brincam na terra. Tenho muito orgulho de mim.

E apesar de Gusttavo já ter admitido, em algumas ocasiões, que gostaria de ter mais filhos, por enquanto Andressa afirma que a fábrica está fechada.

- Nesse momento não rola, quero descansar. Meus filhos ainda acordam a noite e tem todo o desgaste, preocupação. Quando estou com meu marido, fico sempre ligada na babá eletrônica. Pode ser que daqui cinco anos eu mude de ideia. Meu marido quer uma menina, mas agora não.

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;