Fechar
Publicidade

Sábado, 11 de Julho

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Política

politica@dgabc.com.br | 4435-8391

Páginas de Atila e da Prefeitura de Mauá saem do ar após ação eleitoral

Banco de Dados/DGABC Diário do Grande ABC - Notícias e informações do Grande ABC: Santo André, São Bernardo, São Caetano, Diadema, Mauá, Ribeirão Pires e Rio Grande da Serra

PT da cidade contestou uso de hashtags semelhantes entre perfis do prefeito e administração


Raphael Rocha
Do Diário do Grande ABC

29/06/2020 | 15:37


As páginas do prefeito de Mauá, Atila Jacomussi (PSB), e da administração no Facebook foram retiradas do ar depois que o diretório do PT mauaense moveu ação eleitoral contra o chefe do Executivo sob alegação de campanha antecipada. O governo mauaense sustenta que a suspensão das contas foi por conta própria, como precaução a eventual pleito formal da Justiça Eleitoral.

O petismo da cidade, que faz oposição ao prefeito, contestou o uso de hashtags (expressões ou palavras-chaves que servem para associar conteúdos) semelhantes entre o perfil do socialista e o da Prefeitura. A principal reclamação foi sobre a hashtag #MauáMelhor. Essa expressão é utilizada pela Prefeitura. Na página de Atila, a hashtag é #MauáMelhorcomAtila.

A consulta do PT de Mauá junto ao TRE-SP (Tribunal Regional Eleitoral de São Paulo) resultou em recomendação à equipe de comunicação da Prefeitura: retirar todas as postagens que tenham as hashtags citadas ou tirar essas expressões. O Diário apurou que o prazo dado foi de 48 horas, considerado curto para um trabalho executado de forma manual. Por isso, o governo Atila optou por desativar temporariamente as páginas como forma de evitar qualquer punição.

“A avaliação que fizemos internamente foi de campanha antecipada. Se pegar no site da Prefeitura, ele (Atila) trabalha o ‘Mauá Melhor’. Na questão pessoal, ‘Mauá Melhor com Atila’. Está explícita a questão de campanha antecipada. A gente está atento a isso. Movemos a ação nesta lógica, com esse entendimento. Foi bom ver que essa nova visão foi acatada pela Justiça Eleitoral”, disse Rômulo Fernandes, presidente em exercício do PT. “Hoje 90% da campanha são feitas pelas redes. Na medida que você tem máquina toda à disposição para fazer essa campanha antecipada, não é justo. Não é justo não apenas com a gente, mas com os demais pré-candidatos”, emendou o petista.

No fim de semana, circulou boato de que as páginas tinham sido tiradas do ar por determinação judicial por espalhar fake news (notícias falsas). Essa ação judicial, entretanto, não existe.

Procurada, a assessoria do governo optou por não se manifestar sobre o caso.



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

Páginas de Atila e da Prefeitura de Mauá saem do ar após ação eleitoral

PT da cidade contestou uso de hashtags semelhantes entre perfis do prefeito e administração

Raphael Rocha
Do Diário do Grande ABC

29/06/2020 | 15:37


As páginas do prefeito de Mauá, Atila Jacomussi (PSB), e da administração no Facebook foram retiradas do ar depois que o diretório do PT mauaense moveu ação eleitoral contra o chefe do Executivo sob alegação de campanha antecipada. O governo mauaense sustenta que a suspensão das contas foi por conta própria, como precaução a eventual pleito formal da Justiça Eleitoral.

O petismo da cidade, que faz oposição ao prefeito, contestou o uso de hashtags (expressões ou palavras-chaves que servem para associar conteúdos) semelhantes entre o perfil do socialista e o da Prefeitura. A principal reclamação foi sobre a hashtag #MauáMelhor. Essa expressão é utilizada pela Prefeitura. Na página de Atila, a hashtag é #MauáMelhorcomAtila.

A consulta do PT de Mauá junto ao TRE-SP (Tribunal Regional Eleitoral de São Paulo) resultou em recomendação à equipe de comunicação da Prefeitura: retirar todas as postagens que tenham as hashtags citadas ou tirar essas expressões. O Diário apurou que o prazo dado foi de 48 horas, considerado curto para um trabalho executado de forma manual. Por isso, o governo Atila optou por desativar temporariamente as páginas como forma de evitar qualquer punição.

“A avaliação que fizemos internamente foi de campanha antecipada. Se pegar no site da Prefeitura, ele (Atila) trabalha o ‘Mauá Melhor’. Na questão pessoal, ‘Mauá Melhor com Atila’. Está explícita a questão de campanha antecipada. A gente está atento a isso. Movemos a ação nesta lógica, com esse entendimento. Foi bom ver que essa nova visão foi acatada pela Justiça Eleitoral”, disse Rômulo Fernandes, presidente em exercício do PT. “Hoje 90% da campanha são feitas pelas redes. Na medida que você tem máquina toda à disposição para fazer essa campanha antecipada, não é justo. Não é justo não apenas com a gente, mas com os demais pré-candidatos”, emendou o petista.

No fim de semana, circulou boato de que as páginas tinham sido tiradas do ar por determinação judicial por espalhar fake news (notícias falsas). Essa ação judicial, entretanto, não existe.

Procurada, a assessoria do governo optou por não se manifestar sobre o caso.

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;