Fechar
Publicidade

Terça-Feira, 30 de Novembro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

internacional@dgabc.com.br | 4435-8301

Kan sobrevive à moção de censura do Parlamento



02/06/2011 | 04:21


A Câmara Baixa do Japão rejeitou nesta quinta-feira a moção de censura apresentada pela oposição contra o primeiro-ministro do país, Naoto Kan, de centro-esquerda, por sua gestão na crise gerada após o terremoto e o posterior tsunami de 11 de março. A moção, que se aprovada culminaria com a dissolução do governo e a convocação de eleições, foi rejeitada por 293 votos a 152. Apesar da ameaça de rebelião de uma significativa parcela do Partido Democrata do Japão (PDJ), que está no poder, o premiê conseguiu garantir votos para sua permanência.

 

A oposição, dirigida pelo Partido Liberal Democrata (PDL) e seus aliados do Novo Komeito, necessitava ao menos de 82 votos do PDJ para aprovar a moção, o que não se confirmou. Pouco antes da votação, Kan anunciou que renunciará assim que estiver encaminhado o processo de reconstrução das zonas assoladas pela catástrofe de 11 de março. Se isso se confirmar, Kan, que assumiou há apenas um ano, será o quinto premiê japonês seguido a deixar o cargo antes do fim do mandato. As informações são da Dow Jones.



Quer receber em primeira mão as notícias das sete cidades do Grande ABC?

Entre no nosso grupo de WhatsApp. 
Clique aqui.
 

Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.


Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;