Fechar
Publicidade

Sábado, 28 de Novembro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Internacional

internacional@dgabc.com.br | 4435-8301

Novos casos de coronavírus em Pequim reforçam temores de retorno da doença

Fotos Públicas Diário do Grande ABC - Notícias e informações do Grande ABC: Santo André, São Bernardo, São Caetano, Diadema, Mauá, Ribeirão Pires e Rio Grande da Serra

A cidade descobriu mais oito casos até a manhã de domingo, elevando o total nos últimos três dias para 50



14/06/2020 | 17:06


Autoridades de saúde da China fecharam partes de Pequim e adotaram o que um funcionário qualificou como medidas do tempo da guerra, após a capital registrar número recorde de novos casos da Covid-19, provocando crescentes preocupações sobre a ressurgência da doença. No sábado, Pequim confirmou 36 novas infecções de coronavírus, máxima diária já vista na cidade, informou a Comissão Nacional de Saúde. A cidade descobriu mais oito casos até a manhã de domingo, elevando o total nos últimos três dias para 50.

Todos os casos foram de transmissão local e estavam ligados ao Xinfadi, um mercado atacadista de carne e vegetais no distrito de Fengtai, sudoeste da cidade, que fornece esses alimentos para boa parte da cidade. Antes de um caso no mercado ter sido descoberto na quinta-feira, Pequim estava havia 56 dias sem nenhum caso de transmissão local.

Agora, foram impostas em Pequim restrições de viagem, lockdowns nas residências e uma grande mobilização para testar a temperatura das pessoas e garantir as quarentenas. Autoridades também fecharam cinco outros mercados na capital no fim de semana e impuseram lockdown em várias escolas e áreas residenciais próximas de Xinfadi. Fonte: Dow Jones Newswires.



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

Novos casos de coronavírus em Pequim reforçam temores de retorno da doença

A cidade descobriu mais oito casos até a manhã de domingo, elevando o total nos últimos três dias para 50


14/06/2020 | 17:06


Autoridades de saúde da China fecharam partes de Pequim e adotaram o que um funcionário qualificou como medidas do tempo da guerra, após a capital registrar número recorde de novos casos da Covid-19, provocando crescentes preocupações sobre a ressurgência da doença. No sábado, Pequim confirmou 36 novas infecções de coronavírus, máxima diária já vista na cidade, informou a Comissão Nacional de Saúde. A cidade descobriu mais oito casos até a manhã de domingo, elevando o total nos últimos três dias para 50.

Todos os casos foram de transmissão local e estavam ligados ao Xinfadi, um mercado atacadista de carne e vegetais no distrito de Fengtai, sudoeste da cidade, que fornece esses alimentos para boa parte da cidade. Antes de um caso no mercado ter sido descoberto na quinta-feira, Pequim estava havia 56 dias sem nenhum caso de transmissão local.

Agora, foram impostas em Pequim restrições de viagem, lockdowns nas residências e uma grande mobilização para testar a temperatura das pessoas e garantir as quarentenas. Autoridades também fecharam cinco outros mercados na capital no fim de semana e impuseram lockdown em várias escolas e áreas residenciais próximas de Xinfadi. Fonte: Dow Jones Newswires.

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;