Fechar
Publicidade

Terça-Feira, 4 de Agosto

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Política

politica@dgabc.com.br | 4435-8391

Bruno Covas testa positivo
para o novo coronavírus

Rovena Rosa/Agência Brasil Diário do Grande ABC - Notícias e informações do Grande ABC: Santo André, São Bernardo, São Caetano, Diadema, Mauá, Ribeirão Pires e Rio Grande da Serra

Prefeito de São Paulo não tem sintomas da doença, está bem e seguirá trabalhando de casa por dez dias


Anderson Fattori
Diário do Grande ABC

14/06/2020 | 08:23


O prefeito de São Paulo, Bruno Covas (PSDB), testou positivo para o novo coronavírus ontem. O tucano, 40 anos, descobriu a infecção por acaso, ao realizar exames de rotina, de acordo com informações da assessoria de imprensa da prefeitura. Assintomático, ele passa bem, mas foi recomendado pelo médico a trabalhar de casa nos próximos dez dias, assim, não deve se licenciar do cargo público.

Covas pertence ao grupo de risco da Covid-19, pois está em tratamento de imunoterapia contra um câncer na região dos gânglios linfáticos. Em outubro do ano passado, ele foi diagnosticado com adenocarcinoma, um tipo de câncer na região de transição do esôfago para o estômago, além de uma metástase no fígado e uma lesão nos linfonodos. Após o diagnóstico, o tucano iniciou tratamento de quatro meses de quimioterapia.

“Ele passa bem, não apresenta sintomas e recebeu recomendação de seu médico, David Uip, para permanecer trabalhando em casa e em observação pelos próximos dias”, confirmou, em nota, a Prefeitura de São Paulo. Vale lembrar que o médico de Covas, David Uip, também teve o novo coronavírus, diagnosticado no mês de março, e já está curado.

REDES SOCIAIS


Logo após o anúncio oficial pela prefeitura da Capital, Bruno Covas usou as redes sociais para se manifestar. Ele gravou vídeo publicado no Instagram, no qual diz que se sente bem e que continuará trabalhando.

“Depois de quatro resultados negativos, hoje (ontem), infelizmente, testei positivo para a Covid-19. A orientação do meu médico, já que não tenho nenhum sintoma, é ficar dentro de casa. Não há nenhuma necessidade de me licenciar do cargo de prefeito, vou poder continuar a me reunir de forma on-line através da internet, vou poder continuar a trabalhar, mas dentro de casa. A expectativa é que eu fique aqui pelos próximos dez dias. Qualquer novidade, eu aviso”, discursou o prefeito.

Com a saúde debilitada, Covas chegou a ser internado em maio no Hospital Sírio-Libanês porque sentiu desconforto abdominal. Para evitar exposição ao vírus, o tucano passou a dormir na prefeitura para evitar circular pela cidade desde que a pandemia foi instaurada no Estado de São Paulo. Mesmo assim, é figura constante nas coletivas do governador João Doria (PSDB) no Palácio dos Bandeirantes para anúncios de novidades no combate do Estado e da Capital ao novo coronavírus. (com Agências)
 



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

Bruno Covas testa positivo
para o novo coronavírus

Prefeito de São Paulo não tem sintomas da doença, está bem e seguirá trabalhando de casa por dez dias

Anderson Fattori
Diário do Grande ABC

14/06/2020 | 08:23


O prefeito de São Paulo, Bruno Covas (PSDB), testou positivo para o novo coronavírus ontem. O tucano, 40 anos, descobriu a infecção por acaso, ao realizar exames de rotina, de acordo com informações da assessoria de imprensa da prefeitura. Assintomático, ele passa bem, mas foi recomendado pelo médico a trabalhar de casa nos próximos dez dias, assim, não deve se licenciar do cargo público.

Covas pertence ao grupo de risco da Covid-19, pois está em tratamento de imunoterapia contra um câncer na região dos gânglios linfáticos. Em outubro do ano passado, ele foi diagnosticado com adenocarcinoma, um tipo de câncer na região de transição do esôfago para o estômago, além de uma metástase no fígado e uma lesão nos linfonodos. Após o diagnóstico, o tucano iniciou tratamento de quatro meses de quimioterapia.

“Ele passa bem, não apresenta sintomas e recebeu recomendação de seu médico, David Uip, para permanecer trabalhando em casa e em observação pelos próximos dias”, confirmou, em nota, a Prefeitura de São Paulo. Vale lembrar que o médico de Covas, David Uip, também teve o novo coronavírus, diagnosticado no mês de março, e já está curado.

REDES SOCIAIS


Logo após o anúncio oficial pela prefeitura da Capital, Bruno Covas usou as redes sociais para se manifestar. Ele gravou vídeo publicado no Instagram, no qual diz que se sente bem e que continuará trabalhando.

“Depois de quatro resultados negativos, hoje (ontem), infelizmente, testei positivo para a Covid-19. A orientação do meu médico, já que não tenho nenhum sintoma, é ficar dentro de casa. Não há nenhuma necessidade de me licenciar do cargo de prefeito, vou poder continuar a me reunir de forma on-line através da internet, vou poder continuar a trabalhar, mas dentro de casa. A expectativa é que eu fique aqui pelos próximos dez dias. Qualquer novidade, eu aviso”, discursou o prefeito.

Com a saúde debilitada, Covas chegou a ser internado em maio no Hospital Sírio-Libanês porque sentiu desconforto abdominal. Para evitar exposição ao vírus, o tucano passou a dormir na prefeitura para evitar circular pela cidade desde que a pandemia foi instaurada no Estado de São Paulo. Mesmo assim, é figura constante nas coletivas do governador João Doria (PSDB) no Palácio dos Bandeirantes para anúncios de novidades no combate do Estado e da Capital ao novo coronavírus. (com Agências)
 

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;