Fechar
Publicidade

Quarta-Feira, 28 de Outubro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

diarinho@dgabc.com.br | 4435-8396

Brigas e risos por um novo lar

Divulgação Diário do Grande ABC - Notícias e informações do Grande ABC: Santo André, São Bernardo, São Caetano, Diadema, Mauá, Ribeirão Pires e Rio Grande da Serra

Série animada ‘ThunderCats Roar’ une aventura e comédia na jornada de gatos guerreiros


Luís Felipe Soares

13/06/2020 | 23:59


Buscar lar em uma nova casa não é tarefa das mais fáceis. É preciso se reestruturar, conhecer a área, se familiarizar com os vizinhos e fazer com que a vida tente ser o mais agradável possível. Isso é só uma parte do desafio a ser enfrentado por Lion e seus amigos nos capítulos de ThunderCats Roar. Como desenho de aventura que se preze, o caminho dos personagens será recheado de descobertas, superação e desafios a serem enfrentados diante do público pronto para saber mais sobre o novo desenho animado.

Apesar dos dedos nas mãos e capacidade de falar como seres humanos, o grupo é formado por gatos com características humanas. Sua terra natal, Thundera, está em meio a destruição e eles conseguem escapar em viagem espacial que acaba no misterioso planeta conhecido como Terceiro Mundo. O atrapalhado Lion precisa comandar os passos de Tygra, Panthro, Cheetara e os irmãos Wilykat e Wilykit na medida em que exploram o local.

Tudo pode parecer um tanto quanto sério, mas o ritmo descontraído do seriado ajuda a deixar a história curiosa o bastante para saber os próximos passos dos guerreiros. Claro que o caminho dos personagens cruza o de um vilão. No caso, o antagonista é o governante perverso Mumm-Ra, pronto para tentar fazer com que seu reinado na região continue mesmo com a inesperada chegada dos heróis felinos.

A série é um remake (desenvolvimento de um projeto baseado em história já conhecida) de ThunderCats, um dos maiores clássicos animados da televisão da década de 1980 (veja mais ao lado). Estilos e traços foram remodelados para tentar chamar a atenção do atual público, com a base da trama sendo basicamente a mesma de mais de 30 anos atrás. A atração acaba de chegar na programação semanal do Cartoon Network, com capítulos inéditos indo ao ar nas tardes de quinta-feira, sempre às 17h45. 

Os músculos de antigamente dão lugar a um estilo mais maleável e cartunesco, assim como o visto em atrações como Hora de Aventura e Apenas Um Show. Mesmo com uma pegada divertida, não falta ação nas batalhas travadas entre Lion e companhia contra os inimigos que não conhecem o poder de sua espada justiceira. 

Show original é considerado clássico

O desenvolvimento de desenhos animados na década de 1980 gerou atrações que marcaram gerações. Entre sucessos, ThunderCats é considerado um dos maiores clássicos da época.

A equipe foi criada pelo escritor Theodore Walter Wolf (1922-1999) e o quadrinista Leonard Starr (1925-2015), ambos dos Estados Unidos. A série original teve quatro temporadas, sendo exibida entre 1985 e 1988. No Brasil, os capítulos chegaram a partir de 1986 e milhares de reprises ocorreram.

Mesclando ação, aventura, ficção científica e fantasia, a história mostra como grupo liderado pelo príncipe guerreiro Lion-O sobrevive em mundo desconhecido após ter fugido de sua terra natal. Detalhe que, na viagem para o novo planeta, o protagonista é uma criança que passa por processo de envelhecimento durante a jornada e aparece em forma adulta diante dos amigos.

Assim como em outros seriados oitentistas, ThunderCats aposta em passar para o público valores morais e enfatiza que o bem sempre é melhor que o mal.

Público se dividiu sobre remake

As mudanças trazidas por ThunderCats Roar agitaram – e ainda agitam – o público na internet. É por meio da rede de computadores que fãs de diferentes gerações conseguem trocar ideias. 

O remake do popular desenhos dos anos 1980 dividiu opiniões. Há quem tenha ficado descontente com a reformulação, enquanto outras pessoas acreditam que a apresentação dos personagens para uma nova geração é positiva. Ao ter seu primeiro material divulgado, no ano passado, os chamados haters (odiadores, em tradução livre do inglês para o português) se mostraram contrários ao traço e ao estilo do programa atual. O fato serviu de inspiração para episódio especial de Os Jovens Titãs em Ação, já exibido no Brasil, que brinca com os heróis tentando aprovar ThunderCats Roar. 



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

Brigas e risos por um novo lar

Série animada ‘ThunderCats Roar’ une aventura e comédia na jornada de gatos guerreiros

Luís Felipe Soares

13/06/2020 | 23:59


Buscar lar em uma nova casa não é tarefa das mais fáceis. É preciso se reestruturar, conhecer a área, se familiarizar com os vizinhos e fazer com que a vida tente ser o mais agradável possível. Isso é só uma parte do desafio a ser enfrentado por Lion e seus amigos nos capítulos de ThunderCats Roar. Como desenho de aventura que se preze, o caminho dos personagens será recheado de descobertas, superação e desafios a serem enfrentados diante do público pronto para saber mais sobre o novo desenho animado.

Apesar dos dedos nas mãos e capacidade de falar como seres humanos, o grupo é formado por gatos com características humanas. Sua terra natal, Thundera, está em meio a destruição e eles conseguem escapar em viagem espacial que acaba no misterioso planeta conhecido como Terceiro Mundo. O atrapalhado Lion precisa comandar os passos de Tygra, Panthro, Cheetara e os irmãos Wilykat e Wilykit na medida em que exploram o local.

Tudo pode parecer um tanto quanto sério, mas o ritmo descontraído do seriado ajuda a deixar a história curiosa o bastante para saber os próximos passos dos guerreiros. Claro que o caminho dos personagens cruza o de um vilão. No caso, o antagonista é o governante perverso Mumm-Ra, pronto para tentar fazer com que seu reinado na região continue mesmo com a inesperada chegada dos heróis felinos.

A série é um remake (desenvolvimento de um projeto baseado em história já conhecida) de ThunderCats, um dos maiores clássicos animados da televisão da década de 1980 (veja mais ao lado). Estilos e traços foram remodelados para tentar chamar a atenção do atual público, com a base da trama sendo basicamente a mesma de mais de 30 anos atrás. A atração acaba de chegar na programação semanal do Cartoon Network, com capítulos inéditos indo ao ar nas tardes de quinta-feira, sempre às 17h45. 

Os músculos de antigamente dão lugar a um estilo mais maleável e cartunesco, assim como o visto em atrações como Hora de Aventura e Apenas Um Show. Mesmo com uma pegada divertida, não falta ação nas batalhas travadas entre Lion e companhia contra os inimigos que não conhecem o poder de sua espada justiceira. 

Show original é considerado clássico

O desenvolvimento de desenhos animados na década de 1980 gerou atrações que marcaram gerações. Entre sucessos, ThunderCats é considerado um dos maiores clássicos da época.

A equipe foi criada pelo escritor Theodore Walter Wolf (1922-1999) e o quadrinista Leonard Starr (1925-2015), ambos dos Estados Unidos. A série original teve quatro temporadas, sendo exibida entre 1985 e 1988. No Brasil, os capítulos chegaram a partir de 1986 e milhares de reprises ocorreram.

Mesclando ação, aventura, ficção científica e fantasia, a história mostra como grupo liderado pelo príncipe guerreiro Lion-O sobrevive em mundo desconhecido após ter fugido de sua terra natal. Detalhe que, na viagem para o novo planeta, o protagonista é uma criança que passa por processo de envelhecimento durante a jornada e aparece em forma adulta diante dos amigos.

Assim como em outros seriados oitentistas, ThunderCats aposta em passar para o público valores morais e enfatiza que o bem sempre é melhor que o mal.

Público se dividiu sobre remake

As mudanças trazidas por ThunderCats Roar agitaram – e ainda agitam – o público na internet. É por meio da rede de computadores que fãs de diferentes gerações conseguem trocar ideias. 

O remake do popular desenhos dos anos 1980 dividiu opiniões. Há quem tenha ficado descontente com a reformulação, enquanto outras pessoas acreditam que a apresentação dos personagens para uma nova geração é positiva. Ao ter seu primeiro material divulgado, no ano passado, os chamados haters (odiadores, em tradução livre do inglês para o português) se mostraram contrários ao traço e ao estilo do programa atual. O fato serviu de inspiração para episódio especial de Os Jovens Titãs em Ação, já exibido no Brasil, que brinca com os heróis tentando aprovar ThunderCats Roar. 

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;