Fechar
Publicidade

Quinta-Feira, 13 de Agosto

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Setecidades

setecidades@dgabc.com.br | 4435-8319

Reunião joga água fria na expectativa do Santo André em voltar aos treinos

Banco de dados Diário do Grande ABC - Notícias e informações do Grande ABC: Santo André, São Bernardo, São Caetano, Diadema, Mauá, Ribeirão Pires e Rio Grande da Serra

Dérek Bittencourt
Do Diário do Grande ABC

11/06/2020 | 21:36


A expectativa para o retorno dos times aos treinos na segunda-feira visando o regresso do Paulistão não deve ser confirmada – a competição foi suspensa na décima rodada, faltando duas para o fim da primeira fase. Ontem, dirigentes de Palmeiras, São Paulo e Corinthians, além do presidente da FPF (Federação Paulista de Futebol), Reinaldo Carneiro Bastos, se reuniram com o prefeito da Capital, Bruno Covas (PSDB), para protocolar guia elaborado pela comissão médica da entidade gestora do futebol. Segundo a própria FPF, o órgão municipal ainda vai encaminhar a documentação à vigilância sanitária, mais um passo para a conquista do aval para retorno das atividades.

Entretanto, de acordo com o presidente do Santo André (líder do campeonato), Sidney Riquetto, o regresso não deverá ocorrer na segunda-feira, projeção que os clubes tiveram após a reunião entre todos os participantes do torneio, na quarta-feira. “Os clubes da Capital e o presidente estiveram em reunião com a prefeitura e o (Bruno) Covas recebeu o protocolo da Federação, disse que vai encaminhar para a Vigilância Sanitária e que vai conversar com a secretaria (estadual) da Saúde.  Então ficou jogo de empurra interessante: o governador disse que cada prefeitura resolve e o prefeito da Capital, que tem os três maiores clubes do Estado sob responsabilidade, diz que vai conversar com a secretaria da Saúde. Então, dá para cravar que segunda-feira não vamos ter novidade”, disse Riquetto. “E quem voltar na segunda se não cumprir o acordo de voltar todo mundo junto, vai estar furando esse código de ética que foi estabelecido, como alguns já furaram”, emendou o dirigente andreense. 



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

Reunião joga água fria na expectativa do Santo André em voltar aos treinos

Dérek Bittencourt
Do Diário do Grande ABC

11/06/2020 | 21:36


A expectativa para o retorno dos times aos treinos na segunda-feira visando o regresso do Paulistão não deve ser confirmada – a competição foi suspensa na décima rodada, faltando duas para o fim da primeira fase. Ontem, dirigentes de Palmeiras, São Paulo e Corinthians, além do presidente da FPF (Federação Paulista de Futebol), Reinaldo Carneiro Bastos, se reuniram com o prefeito da Capital, Bruno Covas (PSDB), para protocolar guia elaborado pela comissão médica da entidade gestora do futebol. Segundo a própria FPF, o órgão municipal ainda vai encaminhar a documentação à vigilância sanitária, mais um passo para a conquista do aval para retorno das atividades.

Entretanto, de acordo com o presidente do Santo André (líder do campeonato), Sidney Riquetto, o regresso não deverá ocorrer na segunda-feira, projeção que os clubes tiveram após a reunião entre todos os participantes do torneio, na quarta-feira. “Os clubes da Capital e o presidente estiveram em reunião com a prefeitura e o (Bruno) Covas recebeu o protocolo da Federação, disse que vai encaminhar para a Vigilância Sanitária e que vai conversar com a secretaria (estadual) da Saúde.  Então ficou jogo de empurra interessante: o governador disse que cada prefeitura resolve e o prefeito da Capital, que tem os três maiores clubes do Estado sob responsabilidade, diz que vai conversar com a secretaria da Saúde. Então, dá para cravar que segunda-feira não vamos ter novidade”, disse Riquetto. “E quem voltar na segunda se não cumprir o acordo de voltar todo mundo junto, vai estar furando esse código de ética que foi estabelecido, como alguns já furaram”, emendou o dirigente andreense. 

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;