Fechar
Publicidade

Segunda-Feira, 21 de Setembro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Setecidades

setecidades@dgabc.com.br | 4435-8319

Moeda PET inicia sistema drive-thru com doação de meia tonelada de ração

Helder Aggio/PMSA Diário do Grande ABC - Notícias e informações do Grande ABC: Santo André, São Bernardo, São Caetano, Diadema, Mauá, Ribeirão Pires e Rio Grande da Serra

Programa social permite trocar um quilo de garrafa plástica por um quilo de alimento animal


Yasmin Assagra
Do Diário do Grande ABC

10/06/2020 | 23:31


Programa da Prefeitura de Santo André, iniciado em dezembro de 2019, o Moeda PET possibilita a troca de garrafas PET por ração para cães e gatos. O que antes era feito juntamente com as feiras de adoções sempre no último domingo do mês, ontem, foi realizado, pela primeira vez, em formato drive-thru, no estacionamento do Paço.

A iniciativa possibilitou a troca rápida e sem a necessidade de sair do carro, a fim de evitar aglomerações e garantir o distanciamento físico, onde possibilitou a doação de 500 quilos de rações. O sucesso foi tanto que o projeto, que iria funcionar das 10h às 15h, foi interrompido quase duas horas antes porque toda a ração já havia sido distribuída.

Cada quilo de garrafa plástica é trocado por um quilo de ração, podendo ser para cães e gatos, filhotes ou adultos. Para este volume, é necessário juntar 20 garrafas de dois litros ou 26 de um litro. O munícipe que participar pode levar a ração para casa ou fazer a doação no local. Tudo que é arrecadado é enviado para a Uapa (União Andreense Protetora dos Animais), que fica encarregada de fazer a distribuição entre os protetores independentes já cadastrados.

No sistema drive-thru, o diretor do departamento de bem-estar animal, José Henrique Mioto, destacou que, por causa da pandemia, os meses de março e abril ficaram sem as trocas, e, em maio, a Prefeitura contou com apoio de ONGs (Organizações Não Governamentais) para retornarem as entregas.

“A demanda ficou represada e, agora, com esse sistema ( drive-thru) ficou mais prático e fácil de realizar a troca. Tanto que hoje (ontem) as rações para doação acabaram antes do previsto e, mesmo assim, recebemos famílias que vieram apenas entregar as garrafas plásticas, dando continuidade ao projeto”, comenta Mioto.

A servidora pública Gisele Simone Bance, 50 anos, participa do programa desde a primeira edição e todo mês recolhe as garrafas com amigos, vizinhos e família para trocar e poder ajudar pelo menos cinco cuidadores de cães e gatos que precisam deste suporte. “Não conseguimos mensurar quantos animais conseguimos ajudar, mas sabemos que são muitos. Em uma casa tem 15 (animais), em outra, 20, mas complementa muito, pois, além da ajuda financeira, as rações são de qualidade”, analisa.

Mioto ainda observa que, para o próximo mês, se os parques continuarem fechados, por causa da pandemia, vão tentar, novamente, realizar o projeto pelo drive-thru. Se os espaços públicos voltarem a funcionar, o programa será realizado juntamente com a feira de adoção. 

A iniciativa também conta com o apoio do Semasa (Serviço Municipal de Saneamento Ambiental de Santo André), que encaminha todo o material arrecadado para as cooperativas de reciclagem. 



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

Moeda PET inicia sistema drive-thru com doação de meia tonelada de ração

Programa social permite trocar um quilo de garrafa plástica por um quilo de alimento animal

Yasmin Assagra
Do Diário do Grande ABC

10/06/2020 | 23:31


Programa da Prefeitura de Santo André, iniciado em dezembro de 2019, o Moeda PET possibilita a troca de garrafas PET por ração para cães e gatos. O que antes era feito juntamente com as feiras de adoções sempre no último domingo do mês, ontem, foi realizado, pela primeira vez, em formato drive-thru, no estacionamento do Paço.

A iniciativa possibilitou a troca rápida e sem a necessidade de sair do carro, a fim de evitar aglomerações e garantir o distanciamento físico, onde possibilitou a doação de 500 quilos de rações. O sucesso foi tanto que o projeto, que iria funcionar das 10h às 15h, foi interrompido quase duas horas antes porque toda a ração já havia sido distribuída.

Cada quilo de garrafa plástica é trocado por um quilo de ração, podendo ser para cães e gatos, filhotes ou adultos. Para este volume, é necessário juntar 20 garrafas de dois litros ou 26 de um litro. O munícipe que participar pode levar a ração para casa ou fazer a doação no local. Tudo que é arrecadado é enviado para a Uapa (União Andreense Protetora dos Animais), que fica encarregada de fazer a distribuição entre os protetores independentes já cadastrados.

No sistema drive-thru, o diretor do departamento de bem-estar animal, José Henrique Mioto, destacou que, por causa da pandemia, os meses de março e abril ficaram sem as trocas, e, em maio, a Prefeitura contou com apoio de ONGs (Organizações Não Governamentais) para retornarem as entregas.

“A demanda ficou represada e, agora, com esse sistema ( drive-thru) ficou mais prático e fácil de realizar a troca. Tanto que hoje (ontem) as rações para doação acabaram antes do previsto e, mesmo assim, recebemos famílias que vieram apenas entregar as garrafas plásticas, dando continuidade ao projeto”, comenta Mioto.

A servidora pública Gisele Simone Bance, 50 anos, participa do programa desde a primeira edição e todo mês recolhe as garrafas com amigos, vizinhos e família para trocar e poder ajudar pelo menos cinco cuidadores de cães e gatos que precisam deste suporte. “Não conseguimos mensurar quantos animais conseguimos ajudar, mas sabemos que são muitos. Em uma casa tem 15 (animais), em outra, 20, mas complementa muito, pois, além da ajuda financeira, as rações são de qualidade”, analisa.

Mioto ainda observa que, para o próximo mês, se os parques continuarem fechados, por causa da pandemia, vão tentar, novamente, realizar o projeto pelo drive-thru. Se os espaços públicos voltarem a funcionar, o programa será realizado juntamente com a feira de adoção. 

A iniciativa também conta com o apoio do Semasa (Serviço Municipal de Saneamento Ambiental de Santo André), que encaminha todo o material arrecadado para as cooperativas de reciclagem. 

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;