Fechar
Publicidade

Sábado, 8 de Agosto

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Economia

soraiapedrozo@dgabc.com.br | 4435-8057

Senado cancela sessão e adia votação de MP do Emprego para terça-feira

Leopoldo Silva/Agência Senado/Fotos Públicas  Diário do Grande ABC - Notícias e informações do Grande ABC: Santo André, São Bernardo, São Caetano, Diadema, Mauá, Ribeirão Pires e Rio Grande da Serra


10/06/2020 | 17:19


O Senado cancelou a sessão desta quarta-feira, 10, e adiou a votação da medida provisória 936/2020, que autoriza a suspensão de contratos de trabalho e a redução de jornadas e salários durante a pandemia de covid-19. A análise do texto, aprovado anteriormente pela Câmara, ficou para terça-feira, 16.

Senadores pediram mais tempo para analisar o texto e negociar alterações com o relator, Vanderlan Cardoso (PP-GO). Ele apresentou uma versão do parecer em cima da hora e tentava manter a votação nesta quarta. Líderes da Casa, porém, avaliaram que não havia tempo para concluir a análise no mesmo dia.

Cardoso tem pressa para aprovar o texto. Ele argumenta que os contratos de suspensão assinados no início de abril, válidos por 60 dias, terminam no dia 1º de julho. Como o relator pretende estender o prazo até o fim do ano, se a MP não for votada até essa data há risco de demissões e de um vácuo jurídico nas relações trabalhistas, argumentou o senador.

O clima no Senado é pela aprovação da MP. Parlamentares de diversas bancadas, porém, tentam alterações e concessões a categorias específicas.



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

Senado cancela sessão e adia votação de MP do Emprego para terça-feira


10/06/2020 | 17:19


O Senado cancelou a sessão desta quarta-feira, 10, e adiou a votação da medida provisória 936/2020, que autoriza a suspensão de contratos de trabalho e a redução de jornadas e salários durante a pandemia de covid-19. A análise do texto, aprovado anteriormente pela Câmara, ficou para terça-feira, 16.

Senadores pediram mais tempo para analisar o texto e negociar alterações com o relator, Vanderlan Cardoso (PP-GO). Ele apresentou uma versão do parecer em cima da hora e tentava manter a votação nesta quarta. Líderes da Casa, porém, avaliaram que não havia tempo para concluir a análise no mesmo dia.

Cardoso tem pressa para aprovar o texto. Ele argumenta que os contratos de suspensão assinados no início de abril, válidos por 60 dias, terminam no dia 1º de julho. Como o relator pretende estender o prazo até o fim do ano, se a MP não for votada até essa data há risco de demissões e de um vácuo jurídico nas relações trabalhistas, argumentou o senador.

O clima no Senado é pela aprovação da MP. Parlamentares de diversas bancadas, porém, tentam alterações e concessões a categorias específicas.

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;