Fechar
Publicidade

Quinta-Feira, 6 de Agosto

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Economia

soraiapedrozo@dgabc.com.br | 4435-8057

Dólar retoma queda em linha com exterior

Marcello Casal Jr/Agência Brasil Diário do Grande ABC - Notícias e informações do Grande ABC: Santo André, São Bernardo, São Caetano, Diadema, Mauá, Ribeirão Pires e Rio Grande da Serra


10/06/2020 | 09:57


O dólar retoma a queda nesta quarta-feira, após ter subido ontem, alinhado à desvalorização predominante no exterior. O IPCA em maio caiu 0,38%, menos que a mediana das projeções do mercado (-0,46%), ficando em segundo plano. Em abril, o indicador de inflação teve queda recorde de 0,31% desde o início do Plano Real, em 1994.

No mercado de moedas global, o dólar opera desvalorizado, em meio à expectativa pela decisão de política monetária do Federal Reserve (15h) e a entrevista coletiva do seu presidente, Jerome Powell (15h30). Também serão anunciadas pelo Fed as primeiras projeções para a economia e juros neste ano. Nos EUA, o índice de inflação ao consumidor (CPI) recuou 0,1% em maio ante abril, pior que o esperado (0%). O índice DXY do dólar, que mede as variações da moeda americana frente a outras seis divisas relevantes, caía 0,22%,a 96,109 pontos por volta das 9h30, praticamente nos mesmos níveis de antes do indicador.

Às 9h38, o dólar à vista caía 0,29%, a R$ 4,8756. O dólar para julho recuava 0,50%, a R$ 4,8805.



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

Dólar retoma queda em linha com exterior


10/06/2020 | 09:57


O dólar retoma a queda nesta quarta-feira, após ter subido ontem, alinhado à desvalorização predominante no exterior. O IPCA em maio caiu 0,38%, menos que a mediana das projeções do mercado (-0,46%), ficando em segundo plano. Em abril, o indicador de inflação teve queda recorde de 0,31% desde o início do Plano Real, em 1994.

No mercado de moedas global, o dólar opera desvalorizado, em meio à expectativa pela decisão de política monetária do Federal Reserve (15h) e a entrevista coletiva do seu presidente, Jerome Powell (15h30). Também serão anunciadas pelo Fed as primeiras projeções para a economia e juros neste ano. Nos EUA, o índice de inflação ao consumidor (CPI) recuou 0,1% em maio ante abril, pior que o esperado (0%). O índice DXY do dólar, que mede as variações da moeda americana frente a outras seis divisas relevantes, caía 0,22%,a 96,109 pontos por volta das 9h30, praticamente nos mesmos níveis de antes do indicador.

Às 9h38, o dólar à vista caía 0,29%, a R$ 4,8756. O dólar para julho recuava 0,50%, a R$ 4,8805.

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;