Fechar
Publicidade

Quinta-Feira, 25 de Fevereiro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Setecidades

setecidades@dgabc.com.br | 4435-8319

São Caetano lidera ranking nacional de saneamento

Celso Luiz/DGABC Diário do Grande ABC - Notícias e informações do Grande ABC: Santo André, São Bernardo, São Caetano, Diadema, Mauá, Ribeirão Pires e Rio Grande da Serra

Cidade ficou em 1º no ranking nacional da Abes pelo terceiro ano
consecutivo; prefeito destaca obras realizadas na rede de esgoto


Bia Moço
Do Diário do Grande ABC

09/06/2020 | 23:07


O Grande ABC ficou novamente no topo do levantamento anual feito pela Abes (Associação Brasileira de Engenharia Sanitária e Ambiental), já que São Caetano se manteve como a melhor cidade em saneamento básico pelo terceiro ano consecutivo, conquistando o selo de Cidade Destaque do Ranking 2020. O anúncio do resultado foi feito sexta-feira, durante webinar on-line de lançamento e premiação.

O estudo reuniu 1.857 municípios do País – representando cerca de 70% da população do Brasil –, e utilizou informações das cidades passadas ao SNIS (Sistema Nacional de Informações de Saneamento). Todas as 27 capitais brasileiras forneceram os dados à plataforma de estudos e participaram ativamente deste processo, onde o cálculo foi baseado em cinco indicadores (atendimento de água, coleta de esgoto, tratamento de esgoto, coleta de resíduos sólidos e destinação adequada aos resíduos).

Dentre as cidade de grande porte – acima de 100 mil habitantes –, seis dos sete municípios que compõem o Grande ABC estão rankeados, com Mauá na 37ª posição, à frente de Santo André (97ª), Diadema (100ª), São Bernardo (124ª) e Ribeirão Pires (125ª) – veja arte ao lado. Já Rio Grande da Serra ficou na 175ª posição nos municípios de pequeno e médio porte, com até 100 mil habitantes.

Para chegar ao primeiro lugar, São Caetano acumulou 500 pontos, ou seja, conseguiu a nota máxima de 100 pontos para cada um dos cinco itens examinados. Rio Claro e Piracicaba, ambas no Interior do Estado, também chegaram aos mesmos 500 pontos e o desempate foi na taxa de internações de munícipes com DRSAI (Doenças Relacionadas ao Saneamento Ambiental Inadequado). O município do Grande ABC acusou índices melhores que os concorrentes.

O prefeito são-caetanense, José Auricchio Júnior (PSDB), atrela o resultado tricampeão, sobretudo, às mudanças obtidas desde que a autarquia responsável pelo setor, antes chamada de DAE (Departamento de Água e Esgoto), passou a ser Saesa (Sistema de Água, Esgoto e Saneamento Ambiental), em 2017, quando a pasta assumiu também os avanços ambientais na cidade. “O departamento que abarcava o tratamento de água e esgoto acoplou seu sistema de desenvolvimento ambiental, e isso fez com que São Caetano tivesse, não só uma sinergia de ações, mas também a possibilidade de medir e conduzir melhor esse trinômio (água, resíduos e esgoto), o que está refletindo diretamente nesses resultados (do ranking)”, explicou o chefe do Paço.

Auricchio acredita que a cidade está “no caminho”, e destacou investimentos no segmento, sendo o principal deles as obras de ampliação e substituição das redes de esgoto ao longo da Avenida Presidente Kennedy, que já estão em andamento. Segundo o prefeito, o trabalho – iniciado em novembro de 2019 – contemplará cerca de 6.000 metros de tubulação, trazendo benefícios para mais de 60 mil moradores dos bairros Santa Maria, Olímpico, Barcelona, Santa Maria e Oswaldo Cruz. A previsão de término é para dezembro. “ Vamos perpetuando a marca da cidade no ponto de vista de saneamento básico e meio ambiente, simultaneamente”, comemorou o chefe do Executivo.Superintendente do Saesa, Rodrigo Toscano destacou a importância do que chamou de “mais uma conquista” do departamento. “Nosso compromisso frente ao Saesa era de recolocar São Caetano nos mais elevados níveis na prestação dos serviços de saneamento ambiental. A primeira colocação neste conceituado ranking, pelo terceiro ano consecutivo, vem coroar um trabalho diário de todos os funcionários e demonstra que estamos no caminho certo”, afirmou Toscano.



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

São Caetano lidera ranking nacional de saneamento

Cidade ficou em 1º no ranking nacional da Abes pelo terceiro ano
consecutivo; prefeito destaca obras realizadas na rede de esgoto

Bia Moço
Do Diário do Grande ABC

09/06/2020 | 23:07


O Grande ABC ficou novamente no topo do levantamento anual feito pela Abes (Associação Brasileira de Engenharia Sanitária e Ambiental), já que São Caetano se manteve como a melhor cidade em saneamento básico pelo terceiro ano consecutivo, conquistando o selo de Cidade Destaque do Ranking 2020. O anúncio do resultado foi feito sexta-feira, durante webinar on-line de lançamento e premiação.

O estudo reuniu 1.857 municípios do País – representando cerca de 70% da população do Brasil –, e utilizou informações das cidades passadas ao SNIS (Sistema Nacional de Informações de Saneamento). Todas as 27 capitais brasileiras forneceram os dados à plataforma de estudos e participaram ativamente deste processo, onde o cálculo foi baseado em cinco indicadores (atendimento de água, coleta de esgoto, tratamento de esgoto, coleta de resíduos sólidos e destinação adequada aos resíduos).

Dentre as cidade de grande porte – acima de 100 mil habitantes –, seis dos sete municípios que compõem o Grande ABC estão rankeados, com Mauá na 37ª posição, à frente de Santo André (97ª), Diadema (100ª), São Bernardo (124ª) e Ribeirão Pires (125ª) – veja arte ao lado. Já Rio Grande da Serra ficou na 175ª posição nos municípios de pequeno e médio porte, com até 100 mil habitantes.

Para chegar ao primeiro lugar, São Caetano acumulou 500 pontos, ou seja, conseguiu a nota máxima de 100 pontos para cada um dos cinco itens examinados. Rio Claro e Piracicaba, ambas no Interior do Estado, também chegaram aos mesmos 500 pontos e o desempate foi na taxa de internações de munícipes com DRSAI (Doenças Relacionadas ao Saneamento Ambiental Inadequado). O município do Grande ABC acusou índices melhores que os concorrentes.

O prefeito são-caetanense, José Auricchio Júnior (PSDB), atrela o resultado tricampeão, sobretudo, às mudanças obtidas desde que a autarquia responsável pelo setor, antes chamada de DAE (Departamento de Água e Esgoto), passou a ser Saesa (Sistema de Água, Esgoto e Saneamento Ambiental), em 2017, quando a pasta assumiu também os avanços ambientais na cidade. “O departamento que abarcava o tratamento de água e esgoto acoplou seu sistema de desenvolvimento ambiental, e isso fez com que São Caetano tivesse, não só uma sinergia de ações, mas também a possibilidade de medir e conduzir melhor esse trinômio (água, resíduos e esgoto), o que está refletindo diretamente nesses resultados (do ranking)”, explicou o chefe do Paço.

Auricchio acredita que a cidade está “no caminho”, e destacou investimentos no segmento, sendo o principal deles as obras de ampliação e substituição das redes de esgoto ao longo da Avenida Presidente Kennedy, que já estão em andamento. Segundo o prefeito, o trabalho – iniciado em novembro de 2019 – contemplará cerca de 6.000 metros de tubulação, trazendo benefícios para mais de 60 mil moradores dos bairros Santa Maria, Olímpico, Barcelona, Santa Maria e Oswaldo Cruz. A previsão de término é para dezembro. “ Vamos perpetuando a marca da cidade no ponto de vista de saneamento básico e meio ambiente, simultaneamente”, comemorou o chefe do Executivo.Superintendente do Saesa, Rodrigo Toscano destacou a importância do que chamou de “mais uma conquista” do departamento. “Nosso compromisso frente ao Saesa era de recolocar São Caetano nos mais elevados níveis na prestação dos serviços de saneamento ambiental. A primeira colocação neste conceituado ranking, pelo terceiro ano consecutivo, vem coroar um trabalho diário de todos os funcionários e demonstra que estamos no caminho certo”, afirmou Toscano.

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;