Fechar
Publicidade

Domingo, 9 de Agosto

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Política

politica@dgabc.com.br | 4435-8391

Maia quer decidir o que fazer sobre eleições municipais até o fim de junho

 Diário do Grande ABC - Notícias e informações do Grande ABC: Santo André, São Bernardo, São Caetano, Diadema, Mauá, Ribeirão Pires e Rio Grande da Serra


08/06/2020 | 18:51


O presidente da Câmara, Rodrigo Maia (DEM-RJ), disse em entrevista à CNN que quer decidir com os líderes do Congresso até o final de junho sobre adiar ou não as eleições municipais.

"Que a gente decida até o final de junho e a partir daí possa aprovar uma emenda constitucional", disse ele.

Maia voltou a dizer que há um consenso sobre adiar a data das eleições e não se prorrogar mandatos. "Precisamos respeitar o resultado das urnas que garantiu o mandato de quatro anos aos prefeitos e vereadores. Isso é um consenso pelo menos do que ouço dos líderes da Câmara e ouvi isso hoje do presidente Luis Roberto Barroso (Tribunal Superior Eleitoral)", disse.

Ele afirmou que na próxima semana as lideranças parlamentares deverão se reunir com médicos para terem uma opinião científica sobre a situação.



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

Maia quer decidir o que fazer sobre eleições municipais até o fim de junho


08/06/2020 | 18:51


O presidente da Câmara, Rodrigo Maia (DEM-RJ), disse em entrevista à CNN que quer decidir com os líderes do Congresso até o final de junho sobre adiar ou não as eleições municipais.

"Que a gente decida até o final de junho e a partir daí possa aprovar uma emenda constitucional", disse ele.

Maia voltou a dizer que há um consenso sobre adiar a data das eleições e não se prorrogar mandatos. "Precisamos respeitar o resultado das urnas que garantiu o mandato de quatro anos aos prefeitos e vereadores. Isso é um consenso pelo menos do que ouço dos líderes da Câmara e ouvi isso hoje do presidente Luis Roberto Barroso (Tribunal Superior Eleitoral)", disse.

Ele afirmou que na próxima semana as lideranças parlamentares deverão se reunir com médicos para terem uma opinião científica sobre a situação.

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;