Fechar
Publicidade

Sábado, 23 de Outubro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Esportes

esportes@dgabc.com.br | 4435-8384

Vips apontam favoritismo do Palmeiras


Divanei Guazzelli
Da Redaçao

17/06/1999 | 00:37


Entre as personalidades e esportistas que passaram nesta quarta à noite pela tribuna de honra e cabines de imprensa do Parque Antártica, o ex-jogador e atual comentarista Tostao, da ESPN Brasil, acreditava, como a maioria absoluta, no favoritismo do Palmeiras. Porém, recomendava cautela por causa das virtudes que ele dizia ter observado na equipe colombiana. "O Deportivo nao é um time ruim, como falam. Joga bem do meio-campo para a frente, tem um bom atacante, o Bonilla, uma boa dupla de zaga, mas peca pelas laterais. É um setor que o Palmeiras deve explorar. Mas o Palmeiras é o favorito, e tem todas as condiçoes de ser campeao", comentou Tostao.

Outro comentarista, Falcao, da Rede Globo, lembrava que o Deportivo é uma equipe "que se aproxima muito", isto é, os setores jogam muito perto um do outro como é o futebol colombiano. Ele elogiou Bonilla e ressaltou o bom toque de bola dos colombianos, apesar de prever que o jogo nao seria tao fácil.

O também jogador e comentarista Casagrande dizia que o Palmeiras vivia, nesta quarta, um momento mais difícil do que, por exemplo, na goleada de 3 a 0 sobre o River Plate, pela semifinal. Para ele, na ocasiao, a equipe vinha de uma sucessao de resultados positivos, ao contrário do que estava acontecendo agora. Segundo Casagrande esse seria o maior obstáculo a ser superado.

O ex-presidente do Palmeiras, Carlos Fachina Nunes, em cuja gestao foi feita a parceria com a Parmalat, dizia que o Palmeiras "estava vivendo o seu momento mais importante no futebol", porém nao arriscava palpites. Bem diferente do ex-diretor de futebol, Gilberto Cipullo, para quem o Palmeiras venceria por 3 a 1, gols de Alex, Oseas e Paulo Nunes.

O deputado estadual Ricardo Tripoli (PSDB) previa uma vitória por 3 a 0, com dois gols de Paulo Nunes e um de Zinho. Já o deputado federal Nelo Rodolfo (PPB) arriscava uma goleada, 4 a 1, gols de Paulo Nunes e Oseas. Também compareceram o diretor de futebol remunerado do Corinthians, José Roberto Guimaraes, e o ex-goleiro do Palmeiras Oberdan Cattani.



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.


Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;