Fechar
Publicidade

Terça-Feira, 30 de Novembro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

nacional@dgabc.com.br | 4435-8301

PF ocupará fronteiras em combate ao narcotráfico


Do Diário do Grande ABC

24/06/2000 | 14:13


O crescimento do narcotráfico na Amazônia e o avanço do crime organizado em várias partes do país puseram o governo em estado de alerta. A preocupaçao é tanta que a Polícia Federal vai criar, a partir do Plano Nacional de Segurança Pública, 88 novas unidades.

Já está definido que 11 serao instaladas na área do Calha Norte, na fronteira do Brasil com Colômbia, Peru e Venezuela. Mais 30 ficarao espalhadas em outros Estados da Amazônia Legal e 47 pelo restante do país. A PF publicará ainda esta semana edital de concurso para a contrataçao imediata de 300 policiais, que trabalharao exclusivamente na regiao amazônica.

Além das unidades fixas, a PF terá delegacias flutuantes em rios da Regiao Norte. Com isso, passará a ser uma das polícias mais preparadas da América Latina para combater o narcotráfico.

O governo espera poder começar a remodelaçao da vigilância da Amazônia a partir do segundo semestre, quando será liberado um empréstimo de US$ 445 milhoes. A verba é fruto de negociaçao entre o Ministério da Justiça e os governos da França e da Alemanha, que começou há quatro anos.

CAE - A Comissao de Assuntos Econômicos (CAE) do Senado aprovou por unanimidade o empréstimo, esta semana. Ele agora será apreciado em plenário em regime de urgência, com chances de que a votaçao seja apenas simbólica. A assinatura do acordo ocorrerá no dia 3, em Paris, pelo ministro da Justiça, José Gregori, e pelo diretor-geral da PF, Agílio Monteiro Filho.

O dinheiro vai para a execuçao do Pró-Amazônia, um ambicioso projeto que atuará de forma integrada e parecida com o Sistema de Vigilância da Amazônia (Sivam) e começou a ser discutido em 1993. A meta é criar novas delegacias em regioes onde o narcotráfico e o crime organizado se acentuaram nos últimos anos.

Além do Pró-Amazônia, a PF está desenvolvendo o Projeto de Ampliaçao e Modernizaçao das Unidades Operacionais e do Segmento Técnico-Científico (Promotec), que prevê a criaçao de 47 novas delegacias no Nordeste, Sudeste e Sul, principalmente no interior dos Estados.

Amazônia - Conforme o Plano Nacional de Segurança Pública, a PF terá novas unidades em Uariris, em Roraima, e Demini, Matucará, Cucuí, Sao Gabriel da Cachoeira, Iuaretê, Sao Joaquim, Vila Bitencourt, Ipiranga, Estirao do Equador e Palmeira do Javari, no Amazonas, na área do Calha Norte. Serao criadas delegacias em Cruzeiro do Sul e Plácido de Castro, no Acre; Borba, Tefé e Parintins, no Amazonas; Ariquemes e Ji-Paraná, em Rondônia; Mutum, Caracaraí e Sao Joao da Baliza, em Roraima; Santana, no Amapá; Carapana, Alta Floresta, Sinop, Peixoto de Azevedo, Comorodo, Pontes e Lacerda, Sao Félix do Araguaia e Rondonópolis em Mato Grosso.

No Pará, as delegacias ficarao em Itaituba, Altamira, Abaetetuba e Redençao. Em Tocantins, as unidades serao em Dianópolis, Gurupí e Araguantins. No Maranhao, haverá delegacias em Balsas, Imperatriz e Bacabal. Outras sete unidades móveis serao criadas em Pimenteiras, Rolim de Moura, Abuna e Espigao d'Oeste, em Rondônia, Porto de Trombetas e Obidos, no Pará, e Humaitá, no Amazonas.

Segundo a direçao da Polícia Federal, cinco grandes barcos percorrerao diversos rios da Amazônia. Um deles ficará na fronteira de Rondônia e Acre com a Bolívia, outro no Rio Solimoes, no Amazonas, um no Pará, Amapá, fronteira com o Suriname, e o último em Sao Luís.

Mercosul - O reforço também será feito na área do Mercosul. Rio Grande do Sul e Santa Catarina ganharao cinco novas divisoes ou delegacias, enquanto o Paraná terá três unidades novas. Em Sao Paulo, a PF vai abrir delegacias em Marília, Araçatuba, Piracicaba, Sao José dos Campos e Sorocaba. Também será instalada uma unidade nova no Aeroporto Internacional de Sao Paulo, em Cumbica, Guarulhos, contabilizando 14 unidades. Os demais Estados do País ganharao duas novas delegacias cada um.



Quer receber em primeira mão as notícias das sete cidades do Grande ABC?

Entre no nosso grupo de WhatsApp. 
Clique aqui.
 

Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.


Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;