Fechar
Publicidade

Quinta-Feira, 13 de Agosto

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Esportes

esportes@dgabc.com.br | 4435-8384

De bicicleta, Wanderlei Silva é atropelado em Curitiba e sofre fratura no pé

Reprodução/Instagram Diário do Grande ABC - Notícias e informações do Grande ABC: Santo André, São Bernardo, São Caetano, Diadema, Mauá, Ribeirão Pires e Rio Grande da Serra


04/06/2020 | 14:17


Wanderlei Silva, um dos maiores nomes do MMA, foi atropelado e teve de ser encaminhado para o hospital com lesões no rosto e uma fratura no pé. Em entrevista ao blog "Direto do Octógono", o lutador, de 43 anos, falou do acidente e reclamou dos problemas enfrentados pelos ciclistas na capital paranaense. Em 2016, o atleta também foi atropelado da mesm forma.

"Eu estava passando pela Praça da Ucrânia em direção ao centro. Ali tem dois sinais de trânsito. Eu passei no primeiro sinal, e quando estava passando pelo segundo sinal, não posso falar que eu passei no vermelho ou o cara passou no vermelho. Eu passei distraído, e foi bem no momento em que o cara passou junto comigo. Ele bateu na minha bicicleta e me arremessou longe. Eu caí de cara no chão, e por isso ralei o rosto. Se eu não estivesse usando o capacete, poderia até ter morrido. De novo. É muita emoção nessa vida", afirmou Wanderlei.

Segundo o "Cachorro Louco", o motorista, desta vez, pelo menos parou para socorrê-lo. "O motorista foi super gente boa, me colocou no carro dele. Apareceram algumas pessoas, uma guardou a minha bicicleta, outra guardou as minhas coisas e me ajudaram. Fiquei muito nervoso. Pensei até que pudesse ter sido um atentado de algum inimigo, mas acho que não. Foi um acidente."

Wanderlei aproveitou para chamara a atenção das pessoas para que tenham mais cuidado no trânsito. "Temos tido muitos mais ciclistas na cidade e não tem um lugar adequado pra andar. Eu tenho que andar na canaleta, que é o lugar menos pior, porque os motoristas não respeitam o ciclista, tiram fino, não dão a vez. Fiquei muito triste com esse acidente mais uma vez. Quebrei o pé e lixei o rosto, mas graças a Deus não tive nada mais grave. Quero pedir que as pessoas tenham mais consciência e não usem o celular no trânsito. Isso pode custar a vida de alguém, até de alguém que você gosta."

Recentemente, Wanderlei Silva foi cotado para ser o adversário no retorno de Mike Tyson aos ringues. Uma empresa de "bare-knuckle" (boxe de mãos limpas" tinha interesse em organizar o evento.



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

De bicicleta, Wanderlei Silva é atropelado em Curitiba e sofre fratura no pé


04/06/2020 | 14:17


Wanderlei Silva, um dos maiores nomes do MMA, foi atropelado e teve de ser encaminhado para o hospital com lesões no rosto e uma fratura no pé. Em entrevista ao blog "Direto do Octógono", o lutador, de 43 anos, falou do acidente e reclamou dos problemas enfrentados pelos ciclistas na capital paranaense. Em 2016, o atleta também foi atropelado da mesm forma.

"Eu estava passando pela Praça da Ucrânia em direção ao centro. Ali tem dois sinais de trânsito. Eu passei no primeiro sinal, e quando estava passando pelo segundo sinal, não posso falar que eu passei no vermelho ou o cara passou no vermelho. Eu passei distraído, e foi bem no momento em que o cara passou junto comigo. Ele bateu na minha bicicleta e me arremessou longe. Eu caí de cara no chão, e por isso ralei o rosto. Se eu não estivesse usando o capacete, poderia até ter morrido. De novo. É muita emoção nessa vida", afirmou Wanderlei.

Segundo o "Cachorro Louco", o motorista, desta vez, pelo menos parou para socorrê-lo. "O motorista foi super gente boa, me colocou no carro dele. Apareceram algumas pessoas, uma guardou a minha bicicleta, outra guardou as minhas coisas e me ajudaram. Fiquei muito nervoso. Pensei até que pudesse ter sido um atentado de algum inimigo, mas acho que não. Foi um acidente."

Wanderlei aproveitou para chamara a atenção das pessoas para que tenham mais cuidado no trânsito. "Temos tido muitos mais ciclistas na cidade e não tem um lugar adequado pra andar. Eu tenho que andar na canaleta, que é o lugar menos pior, porque os motoristas não respeitam o ciclista, tiram fino, não dão a vez. Fiquei muito triste com esse acidente mais uma vez. Quebrei o pé e lixei o rosto, mas graças a Deus não tive nada mais grave. Quero pedir que as pessoas tenham mais consciência e não usem o celular no trânsito. Isso pode custar a vida de alguém, até de alguém que você gosta."

Recentemente, Wanderlei Silva foi cotado para ser o adversário no retorno de Mike Tyson aos ringues. Uma empresa de "bare-knuckle" (boxe de mãos limpas" tinha interesse em organizar o evento.

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;