Fechar
Publicidade

Sábado, 15 de Agosto

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Política

politica@dgabc.com.br | 4435-8391

Estado projeta ampliar leitos na região para reabrir comércio a partir da próxima semana

Reprodução Diário do Grande ABC - Notícias e informações do Grande ABC: Santo André, São Bernardo, São Caetano, Diadema, Mauá, Ribeirão Pires e Rio Grande da Serra

Secretário estadual liga para presidente do Consórcio e avisa que há possibilidade de construir hospital de campanha em Diadema para mudar patamar do Grande ABC no Plano São Paulo


Raphael Rocha
Do Diário do Grande ABC

03/06/2020 | 11:21


O secretário estadual de Desenvolvimento Regional, Marco Vinholi, ligou na manhã desta quarta-feira ao presidente do Consórcio Intermunicipal do Grande ABC e prefeito de Rio Grande da Serra, Gabriel Maranhão (Cidadania), para dizer que no sábado haverá vistoria da equipe do comitê de contingência contra a disseminação do novo coronavírus em unidades de saúde das sete cidades em mais um passo para a retomada gradual da atividade econômica na região.

Vinholi avisou que o Grande ABC seguirá na Fase 1 do Plano São Paulo, com restrição máxima de funcionamento, mas considerou autorizar a região a mudar de patamar a partir da semana que vem. O Diário mostrou nesta quarta-feira que há estimativa de abertura de parte do comércio no dia 11.

O Diário apurou que Vinholi disse a Maranhão que aceitou instalar um hospital de campanha no Quarteirão da Saúde, em Diadema, pedido feito ainda em março pelo prefeito Lauro Michels (PV) e que havia sido rejeitado em um primeiro momento. Seriam 100 novos leitos na unidade, melhorando os índices de Diadema no combate à Covid-19 e, ao mesmo tempo, impulsionando os dados regionais pela reabertura.

Maranhão relatou a Vinholi que a retomada da economia da região precisa ser traçada juntamente com a preservação da vida. Em entrevista ao Diário na segunda-feira, Maranhão se colocou, pessoalmente, a favor de regras mais rígidas de confinamento para conter a pandemia, porém, afirmou que brigaria por uma discussão casada entre saúde e setor econômico.

O anúncio dessas medidas por parte do governo do Estado deve ser feito nesta quarta-feira, a partir do meio-dia. 



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

Estado projeta ampliar leitos na região para reabrir comércio a partir da próxima semana

Secretário estadual liga para presidente do Consórcio e avisa que há possibilidade de construir hospital de campanha em Diadema para mudar patamar do Grande ABC no Plano São Paulo

Raphael Rocha
Do Diário do Grande ABC

03/06/2020 | 11:21


O secretário estadual de Desenvolvimento Regional, Marco Vinholi, ligou na manhã desta quarta-feira ao presidente do Consórcio Intermunicipal do Grande ABC e prefeito de Rio Grande da Serra, Gabriel Maranhão (Cidadania), para dizer que no sábado haverá vistoria da equipe do comitê de contingência contra a disseminação do novo coronavírus em unidades de saúde das sete cidades em mais um passo para a retomada gradual da atividade econômica na região.

Vinholi avisou que o Grande ABC seguirá na Fase 1 do Plano São Paulo, com restrição máxima de funcionamento, mas considerou autorizar a região a mudar de patamar a partir da semana que vem. O Diário mostrou nesta quarta-feira que há estimativa de abertura de parte do comércio no dia 11.

O Diário apurou que Vinholi disse a Maranhão que aceitou instalar um hospital de campanha no Quarteirão da Saúde, em Diadema, pedido feito ainda em março pelo prefeito Lauro Michels (PV) e que havia sido rejeitado em um primeiro momento. Seriam 100 novos leitos na unidade, melhorando os índices de Diadema no combate à Covid-19 e, ao mesmo tempo, impulsionando os dados regionais pela reabertura.

Maranhão relatou a Vinholi que a retomada da economia da região precisa ser traçada juntamente com a preservação da vida. Em entrevista ao Diário na segunda-feira, Maranhão se colocou, pessoalmente, a favor de regras mais rígidas de confinamento para conter a pandemia, porém, afirmou que brigaria por uma discussão casada entre saúde e setor econômico.

O anúncio dessas medidas por parte do governo do Estado deve ser feito nesta quarta-feira, a partir do meio-dia. 

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;