Fechar
Publicidade

Quarta-Feira, 15 de Julho

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Política

politica@dgabc.com.br | 4435-8391

Polícia Federal deflagra na região segunda fase da Operação Ataque Furtivo

Marcelo Camargo/Agência Brasil Diário do Grande ABC - Notícias e informações do Grande ABC: Santo André, São Bernardo, São Caetano, Diadema, Mauá, Ribeirão Pires e Rio Grande da Serra

Operação investiga quadrilha especializada em roubos a agências da Caixa Econômica em Diadema e na Zona Leste de SP


Do dgabc.com.br

02/06/2020 | 11:32


A Polícia Federal, por meio da Delepat (Delegacia de Repressão a Crimes Patrimoniais e Tráfico de Armas), deflagrou nesta terça-feira (2) a segunda fase da Operação Ataque Furtivo, que tem por objetivo desarticular quadrilhas especializadas em roubos a agências da Caixa Econômica Federal e dar cumprimento à quatro mandados judiciais, sendo um de prisão temporária e três de busca e apreensão, expedidos pela Vara Federal de São Bernardo e pela 7ª Vara Federal Criminal de São Paulo.

As investigações foram iniciadas há cerca de quatro meses, a partir de roubos às agências Piraporinha, em Diadema, e Guaianases, na Zona Leste de São Paulo, que resultaram em prejuízos de R$ 1.2 milhão à União. Mesmo com as restrições sanitárias causadas pela pandemia da Covid-19, a PF vem concentrando esforços à elucidação dos casos, especialmente nesse período de pagamento do auxílio emergencial por parte do Governo Federal.

Com o cumprimento dos mandados, a Polícia Federal espera conhecer o modo de atuação dos investigados e até mesmo ampliar o foco das apurações. Acreditam os investigadores que os crimes contam com o aval de facção criminosa que opera nos presídios paulistas.

A denominação Ataque Furtivo faz referência a características da investigação, marcada pelas velocidade, objetividade e precisão das ações policiais. 



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

Polícia Federal deflagra na região segunda fase da Operação Ataque Furtivo

Operação investiga quadrilha especializada em roubos a agências da Caixa Econômica em Diadema e na Zona Leste de SP

Do dgabc.com.br

02/06/2020 | 11:32


A Polícia Federal, por meio da Delepat (Delegacia de Repressão a Crimes Patrimoniais e Tráfico de Armas), deflagrou nesta terça-feira (2) a segunda fase da Operação Ataque Furtivo, que tem por objetivo desarticular quadrilhas especializadas em roubos a agências da Caixa Econômica Federal e dar cumprimento à quatro mandados judiciais, sendo um de prisão temporária e três de busca e apreensão, expedidos pela Vara Federal de São Bernardo e pela 7ª Vara Federal Criminal de São Paulo.

As investigações foram iniciadas há cerca de quatro meses, a partir de roubos às agências Piraporinha, em Diadema, e Guaianases, na Zona Leste de São Paulo, que resultaram em prejuízos de R$ 1.2 milhão à União. Mesmo com as restrições sanitárias causadas pela pandemia da Covid-19, a PF vem concentrando esforços à elucidação dos casos, especialmente nesse período de pagamento do auxílio emergencial por parte do Governo Federal.

Com o cumprimento dos mandados, a Polícia Federal espera conhecer o modo de atuação dos investigados e até mesmo ampliar o foco das apurações. Acreditam os investigadores que os crimes contam com o aval de facção criminosa que opera nos presídios paulistas.

A denominação Ataque Furtivo faz referência a características da investigação, marcada pelas velocidade, objetividade e precisão das ações policiais. 

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;