Fechar
Publicidade

Sábado, 4 de Julho

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Esportes

esportes@dgabc.com.br | 4435-8384

Jogador norte-americano do Schalke 04 usa braçadeira e pede 'Justiça para George'



30/05/2020 | 16:45


O norte-americano Weston McKennie, jogador do Schalke 04 e da seleção dos Estados Unidos, é mais uma das celebridades do esporte a protestar contra a morte de George Floyd, em Minneapolis, nos Estados Unidos.

O meia, de 21 anos, usou uma braçadeira com a mensagem "Justice for George" (Justiça para George) durante a derrota de seu time para o Werder Bremen, neste sábado, em jogo válido pela 29.ª rodada do Campeonato Alemão.

O policial branco de Minneapolis, Derek Chauvin, foi acusado na sexta-feira de assassinato, após ajoelhar no pescoço do negro George Floyd, que estava algemado e no chão. A ação, na segunda-feira, foi toda filmada e provocou uma onda de protestos nos Estados Unidos.

McKennie se juntou a personalidades do esporte como LeBron James, Lewis Hamilton e a novata tenista Coco Gauff, que se revoltaram com o episódio. "É bom poder usar minha plataforma para chamar a atenção para um problema que já dura há muito tempo", disse McKennie nas redes sociais, após a partida. "Temos que defender o que acreditamos e acredito que é hora de sermos ouvidos."

O meio-campista cresceu no Texas, atuou pelo Dallas e se transferiu, em 2016, para o Schalke. Nesta temporada, o atleta fez dois gols em 20 jogos pela equipe de Gelsenkirchen. Na seleção norte-americana, são 19 jogos, seis gols e três assistências.



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

Jogador norte-americano do Schalke 04 usa braçadeira e pede 'Justiça para George'


30/05/2020 | 16:45


O norte-americano Weston McKennie, jogador do Schalke 04 e da seleção dos Estados Unidos, é mais uma das celebridades do esporte a protestar contra a morte de George Floyd, em Minneapolis, nos Estados Unidos.

O meia, de 21 anos, usou uma braçadeira com a mensagem "Justice for George" (Justiça para George) durante a derrota de seu time para o Werder Bremen, neste sábado, em jogo válido pela 29.ª rodada do Campeonato Alemão.

O policial branco de Minneapolis, Derek Chauvin, foi acusado na sexta-feira de assassinato, após ajoelhar no pescoço do negro George Floyd, que estava algemado e no chão. A ação, na segunda-feira, foi toda filmada e provocou uma onda de protestos nos Estados Unidos.

McKennie se juntou a personalidades do esporte como LeBron James, Lewis Hamilton e a novata tenista Coco Gauff, que se revoltaram com o episódio. "É bom poder usar minha plataforma para chamar a atenção para um problema que já dura há muito tempo", disse McKennie nas redes sociais, após a partida. "Temos que defender o que acreditamos e acredito que é hora de sermos ouvidos."

O meio-campista cresceu no Texas, atuou pelo Dallas e se transferiu, em 2016, para o Schalke. Nesta temporada, o atleta fez dois gols em 20 jogos pela equipe de Gelsenkirchen. Na seleção norte-americana, são 19 jogos, seis gols e três assistências.

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;