Fechar
Publicidade

Sábado, 4 de Julho

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Economia

soraiapedrozo@dgabc.com.br | 4435-8057

Credores da dívida argentina mostram contraposta para renegociação dos passivos



29/05/2020 | 16:28


Duas associações de credores privados da dívida argentina informaram hoje que apresentaram, na última quarta-feira, uma contraproposta para a reestruturação dos passivos soberanos do país. Segundo comunicado, o texto tem apoio de mais de 30% dos detentores dos títulos. Mais detalhes devem ser divulgados ainda nesta sexta-feira, 29.

Os grupos - Argentine Exchange Bondholder Group e Ad Hoc Argentine Bondholder - afirmam que a proposta apresenta termos mais favoráveis à Argentina do que as anteriores e leva em conta os desafios fiscais e econômicos surgidos diante da crise provocada pelo coronavírus. Os bônus no centro das negociações foram emitidos em 2010 e 2015.

O governo argentino está em situação de default técnico por não ter pago US$ 503 milhões em juros que venceram na semana passada.

A Casa Rosada já informou que não tem capital para pagar a dívida de US$ 65 bilhões e tem tentado, até agora sem sucesso, negociar com os credores. Após várias prorrogações, o prazo para o fim das conversas foi estendido até a próxima terça-feira.



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

Credores da dívida argentina mostram contraposta para renegociação dos passivos


29/05/2020 | 16:28


Duas associações de credores privados da dívida argentina informaram hoje que apresentaram, na última quarta-feira, uma contraproposta para a reestruturação dos passivos soberanos do país. Segundo comunicado, o texto tem apoio de mais de 30% dos detentores dos títulos. Mais detalhes devem ser divulgados ainda nesta sexta-feira, 29.

Os grupos - Argentine Exchange Bondholder Group e Ad Hoc Argentine Bondholder - afirmam que a proposta apresenta termos mais favoráveis à Argentina do que as anteriores e leva em conta os desafios fiscais e econômicos surgidos diante da crise provocada pelo coronavírus. Os bônus no centro das negociações foram emitidos em 2010 e 2015.

O governo argentino está em situação de default técnico por não ter pago US$ 503 milhões em juros que venceram na semana passada.

A Casa Rosada já informou que não tem capital para pagar a dívida de US$ 65 bilhões e tem tentado, até agora sem sucesso, negociar com os credores. Após várias prorrogações, o prazo para o fim das conversas foi estendido até a próxima terça-feira.

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;