Fechar
Publicidade

Terça-Feira, 4 de Agosto

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Economia

soraiapedrozo@dgabc.com.br | 4435-8057

Guedes reconhece que crédito não chega a pequenas empresas e promete medidas

Fotos Públicas Diário do Grande ABC - Notícias e informações do Grande ABC: Santo André, São Bernardo, São Caetano, Diadema, Mauá, Ribeirão Pires e Rio Grande da Serra

Ministro disse que as medidas do governo para reduzir salário e jornada de trabalhadores durante a pandemia preservaram 8,5 milhões de empregos formais



29/05/2020 | 11:52


O ministro da Economia, Paulo Guedes, reconheceu que o crédito não está chegando às micro, pequenas e médias empresas e prometeu novas medidas nas próximas semanas para resolver o problema em meio à pandemia do novo coronavírus.

"O crédito ainda não está chegando na ponta. Falta capital de giro, a demanda é muito maior que oferta", reconheceu, em webinar do Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES) sobre o novo mercado de gás. "O desempenho não é satisfatório. Vamos jogar uma nova rodada de programas de crédito", disse ele.

O ministro disse que as medidas do governo para reduzir salário e jornada de trabalhadores durante a pandemia preservaram 8,5 milhões de empregos formais.

Segundo ele, a perda foi de 1 milhão de empregos, menor que nos Estados Unidos, por exemplo.

Guedes disse ainda que o enfrentamento da segunda onda da crise, que vai atingir a economia, depende das reações de toda a população.

Ele citou como exemplo a importância de preservar pagamentos para fornecedores e empregados domésticos, mesmo que haja dificuldades.



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

Guedes reconhece que crédito não chega a pequenas empresas e promete medidas

Ministro disse que as medidas do governo para reduzir salário e jornada de trabalhadores durante a pandemia preservaram 8,5 milhões de empregos formais


29/05/2020 | 11:52


O ministro da Economia, Paulo Guedes, reconheceu que o crédito não está chegando às micro, pequenas e médias empresas e prometeu novas medidas nas próximas semanas para resolver o problema em meio à pandemia do novo coronavírus.

"O crédito ainda não está chegando na ponta. Falta capital de giro, a demanda é muito maior que oferta", reconheceu, em webinar do Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES) sobre o novo mercado de gás. "O desempenho não é satisfatório. Vamos jogar uma nova rodada de programas de crédito", disse ele.

O ministro disse que as medidas do governo para reduzir salário e jornada de trabalhadores durante a pandemia preservaram 8,5 milhões de empregos formais.

Segundo ele, a perda foi de 1 milhão de empregos, menor que nos Estados Unidos, por exemplo.

Guedes disse ainda que o enfrentamento da segunda onda da crise, que vai atingir a economia, depende das reações de toda a população.

Ele citou como exemplo a importância de preservar pagamentos para fornecedores e empregados domésticos, mesmo que haja dificuldades.

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;