Fechar
Publicidade

Quarta-Feira, 15 de Julho

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Política

politica@dgabc.com.br | 4435-8391

Maia: Nossas leis precisam ser respeitadas



28/05/2020 | 22:03


O presidente da Câmara, Rodrigo Maia (DEM-RJ), divulgou nota nesta quinta-feira, 28, na qual reafirmou a necessidade de que as leis e as decisões judiciárias no País sejam respeitadas. Mais uma vez também ele criticou as fake news.

"A gente não pode ser a favor de uma decisão do Judiciário porque é um adversário nosso, e ser contra quando acontece com um aliado. As nossas leis precisam ser respeitadas. Divulgação de notícias falsas é um problema no Brasil e no mundo, que tem interferido no processo eleitoral", escreveu Maia.

Na mensagem, Maia afirma ainda que muitas das redes de fake news estão vinculadas em apoiamento ao presidente Jair Bolsonaro. "São narrativas falsas que precisam ter uma resposta do Judiciário e uma lei que responsabilize as plataformas. Tudo isso é muito grave, mas o Parlamento vai continuar trabalhando de forma independente e tentando, ao máximo, o diálogo e a harmonia entre as instituições", diz.



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

Maia: Nossas leis precisam ser respeitadas


28/05/2020 | 22:03


O presidente da Câmara, Rodrigo Maia (DEM-RJ), divulgou nota nesta quinta-feira, 28, na qual reafirmou a necessidade de que as leis e as decisões judiciárias no País sejam respeitadas. Mais uma vez também ele criticou as fake news.

"A gente não pode ser a favor de uma decisão do Judiciário porque é um adversário nosso, e ser contra quando acontece com um aliado. As nossas leis precisam ser respeitadas. Divulgação de notícias falsas é um problema no Brasil e no mundo, que tem interferido no processo eleitoral", escreveu Maia.

Na mensagem, Maia afirma ainda que muitas das redes de fake news estão vinculadas em apoiamento ao presidente Jair Bolsonaro. "São narrativas falsas que precisam ter uma resposta do Judiciário e uma lei que responsabilize as plataformas. Tudo isso é muito grave, mas o Parlamento vai continuar trabalhando de forma independente e tentando, ao máximo, o diálogo e a harmonia entre as instituições", diz.

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;