Fechar
Publicidade

Sábado, 4 de Julho

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Esportes

esportes@dgabc.com.br | 4435-8384

Protocolo prevê times em concentração da retomada até o fim do Paulistão

 Diário do Grande ABC - Notícias e informações do Grande ABC: Santo André, São Bernardo, São Caetano, Diadema, Mauá, Ribeirão Pires e Rio Grande da Serra


28/05/2020 | 18:53


Com duas rodadas para o fim da primeira fase, o Campeonato Paulista será concluído com os times adotando o regime de confinamento enquanto estiverem participando da disputa. É o que prevê o protocolo preparado pela Federação Paulista de Futebol (FPF) e que precisa da aprovação do governo estadual para ser colocado em prática.

De acordo com o protocolo, os elencos dos 16 participantes do Paulistão vão ser testados dois dias antes da retomada dos treinos, que será conjunta, como indicou decisão do Conselho Arbitral do torneio, assim como recente encontro entre os presidentes dos quatro grandes clubes do Estado.

Depois, então, os jogadores, membros da comissão técnica e estafe seriam testados às vésperas do recomeço do Estadual. Na sequência, iniciariam regime de concentração, em hotéis ou em seus próprios centros de treinamento. E o sistema de confinamento seria mantido até o final da competição, também incluindo as equipes de arbitragem.

"Quando a competição iniciar, delegações dos clubes e da arbitragem serão confinadas em centros de treinamento e hotéis até saírem da competição", afirma o documento da FPF.

Essa possibilidade é vista como viável porque o Paulistão já estava em sua reta final quando precisou ser paralisado por causa do surto do coronavírus. O torneio tem 16 participantes, mas essas equipes só vão entrar em campo mais duas vezes. Depois, com o início do mata-mata, o número de times em campo vai se reduzindo gradualmente, sendo oito clubes nas quartas de final, quatro nas semifinais, fases previstas para serem realizadas em jogos únicos, e dois na decisão, em ida e volta.

O protocolo também prevê a realização dos jogos com portões fechados e com restrição a no máximo 164 pessoas trabalhando no estádio, sendo 38 da delegação de cada equipe. E reforça medidas de prevenção, como o uso de máscaras e disponibilização de itens de limpeza.



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

Protocolo prevê times em concentração da retomada até o fim do Paulistão


28/05/2020 | 18:53


Com duas rodadas para o fim da primeira fase, o Campeonato Paulista será concluído com os times adotando o regime de confinamento enquanto estiverem participando da disputa. É o que prevê o protocolo preparado pela Federação Paulista de Futebol (FPF) e que precisa da aprovação do governo estadual para ser colocado em prática.

De acordo com o protocolo, os elencos dos 16 participantes do Paulistão vão ser testados dois dias antes da retomada dos treinos, que será conjunta, como indicou decisão do Conselho Arbitral do torneio, assim como recente encontro entre os presidentes dos quatro grandes clubes do Estado.

Depois, então, os jogadores, membros da comissão técnica e estafe seriam testados às vésperas do recomeço do Estadual. Na sequência, iniciariam regime de concentração, em hotéis ou em seus próprios centros de treinamento. E o sistema de confinamento seria mantido até o final da competição, também incluindo as equipes de arbitragem.

"Quando a competição iniciar, delegações dos clubes e da arbitragem serão confinadas em centros de treinamento e hotéis até saírem da competição", afirma o documento da FPF.

Essa possibilidade é vista como viável porque o Paulistão já estava em sua reta final quando precisou ser paralisado por causa do surto do coronavírus. O torneio tem 16 participantes, mas essas equipes só vão entrar em campo mais duas vezes. Depois, com o início do mata-mata, o número de times em campo vai se reduzindo gradualmente, sendo oito clubes nas quartas de final, quatro nas semifinais, fases previstas para serem realizadas em jogos únicos, e dois na decisão, em ida e volta.

O protocolo também prevê a realização dos jogos com portões fechados e com restrição a no máximo 164 pessoas trabalhando no estádio, sendo 38 da delegação de cada equipe. E reforça medidas de prevenção, como o uso de máscaras e disponibilização de itens de limpeza.

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;