Fechar
Publicidade

Sábado, 4 de Julho

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Internacional

internacional@dgabc.com.br | 4435-8301

Trump assina decreto voltado para companhias de mídias sociais

 Diário do Grande ABC - Notícias e informações do Grande ABC: Santo André, São Bernardo, São Caetano, Diadema, Mauá, Ribeirão Pires e Rio Grande da Serra

Em declarações na Casa Branca, ele afirmou que era preciso defender a liberdade de expressão



28/05/2020 | 18:12


O presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, assinou um decreto voltado para companhias de mídias sociais, no fim da tarde desta quinta-feira. Em declarações na Casa Branca, Trump afirmou que era preciso defender a liberdade de expressão. "Um pequeno grupo de companhias de mídias sociais controla uma grande parcela de toda a comunicação pública e privada", disse ele a repórteres.

Trump tem criticado o Twitter, após a rede social ter colocado nesta semana um alerta de notícia falsa em uma mensagem do presidente americano sobre supostas fraudes eleitorais nos EUA. Segundo a Casa Branca, o decreto busca "combater a censura online das corporações de tecnologia, incluindo as plataformas de mídias sociais".

O presidente americano afirmou que essas plataformas têm um poder não controlado para "censurar, restringir, editar, moldar ou alterar virtualmente todas forma de comunicação entre cidadãos privados e grandes grupos do público".



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

Trump assina decreto voltado para companhias de mídias sociais

Em declarações na Casa Branca, ele afirmou que era preciso defender a liberdade de expressão


28/05/2020 | 18:12


O presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, assinou um decreto voltado para companhias de mídias sociais, no fim da tarde desta quinta-feira. Em declarações na Casa Branca, Trump afirmou que era preciso defender a liberdade de expressão. "Um pequeno grupo de companhias de mídias sociais controla uma grande parcela de toda a comunicação pública e privada", disse ele a repórteres.

Trump tem criticado o Twitter, após a rede social ter colocado nesta semana um alerta de notícia falsa em uma mensagem do presidente americano sobre supostas fraudes eleitorais nos EUA. Segundo a Casa Branca, o decreto busca "combater a censura online das corporações de tecnologia, incluindo as plataformas de mídias sociais".

O presidente americano afirmou que essas plataformas têm um poder não controlado para "censurar, restringir, editar, moldar ou alterar virtualmente todas forma de comunicação entre cidadãos privados e grandes grupos do público".

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;