Fechar
Publicidade

Sexta-Feira, 18 de Setembro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Política

politica@dgabc.com.br | 4435-8391

Projeto de lei das fake news pode cumprir papel muito importante, diz Maia

Pixabay Diário do Grande ABC - Notícias e informações do Grande ABC: Santo André, São Bernardo, São Caetano, Diadema, Mauá, Ribeirão Pires e Rio Grande da Serra


28/05/2020 | 16:55


O presidente da Câmara, Rodrigo Maia (DEM-RJ) defendeu, nesta quinta-feira (28) a tramitação célere do projeto de lei das fake news no Congresso, que, na visão dele, pode "cumprir um papel muito importante" para o País. O presidente do Senado, Davi Alcolumbre (DEM-AP), prevê a votação da matéria na Casa na próxima semana, que, depois, seguirá para apreciação dos deputados.

"A Câmara vai dar a celeridade necessária. Temos que organizar essa questão das fake news sem olhar passado, do meu ponto de vista, e sim olhando daqui para frente. As plataformas precisam ter responsabilidade e as pessoas que usam de informações falsas de forma absurda a contestar, a desqualificar as nossas instituições democráticas, a honra das pessoas, precisam ter respostas mais fortes da Justiça, mas também uma responsabilização maior das plataformas", declarou Maia em entrevista coletiva.

CPI

Maia também defendeu o trabalho da Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) das Fake News.

Ele considera que existe a possibilidade de compartilhamento entre as informações da CPI e o inquérito sobre o mesmo tema no Supremo Tribunal Federal (STF), que mirou dezenas de bolsonaristas na quarta e gerou forte reação do presidente da República, Jair Bolsonaro, e seus aliados. Para ele, o pedido deve ser autorizado.

"Nós temos novas tecnologias que foram muito importantes, aproximaram pessoas, o mundo avançou muito, mas nos trouxeram preocupações. E as fake news são uma preocupação grande para a democracia, o respeito e a imagem de cada cidadão, milhares e milhões de robôs trabalham para desqualificar cidadãos, deslegitimar instituições. Então, precisamos organizar", disse Maia nesta quinta.



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

Projeto de lei das fake news pode cumprir papel muito importante, diz Maia


28/05/2020 | 16:55


O presidente da Câmara, Rodrigo Maia (DEM-RJ) defendeu, nesta quinta-feira (28) a tramitação célere do projeto de lei das fake news no Congresso, que, na visão dele, pode "cumprir um papel muito importante" para o País. O presidente do Senado, Davi Alcolumbre (DEM-AP), prevê a votação da matéria na Casa na próxima semana, que, depois, seguirá para apreciação dos deputados.

"A Câmara vai dar a celeridade necessária. Temos que organizar essa questão das fake news sem olhar passado, do meu ponto de vista, e sim olhando daqui para frente. As plataformas precisam ter responsabilidade e as pessoas que usam de informações falsas de forma absurda a contestar, a desqualificar as nossas instituições democráticas, a honra das pessoas, precisam ter respostas mais fortes da Justiça, mas também uma responsabilização maior das plataformas", declarou Maia em entrevista coletiva.

CPI

Maia também defendeu o trabalho da Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) das Fake News.

Ele considera que existe a possibilidade de compartilhamento entre as informações da CPI e o inquérito sobre o mesmo tema no Supremo Tribunal Federal (STF), que mirou dezenas de bolsonaristas na quarta e gerou forte reação do presidente da República, Jair Bolsonaro, e seus aliados. Para ele, o pedido deve ser autorizado.

"Nós temos novas tecnologias que foram muito importantes, aproximaram pessoas, o mundo avançou muito, mas nos trouxeram preocupações. E as fake news são uma preocupação grande para a democracia, o respeito e a imagem de cada cidadão, milhares e milhões de robôs trabalham para desqualificar cidadãos, deslegitimar instituições. Então, precisamos organizar", disse Maia nesta quinta.

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;