Fechar
Publicidade

Domingo, 31 de Maio

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Esportes

esportes@dgabc.com.br | 4435-8384

Stefanos Tsitsipas revela que quer contratar Gustavo Kuerten como seu treinador



23/05/2020 | 19:36


O grego Stefanos Tsitsipas, atual número 6 do ranking da ATP e um dos tenistas da nova geração que pode fazer frente a nomes como Novak Djokovic, Rafael Nadal e Roger Federer, é muitas vezes comparado, pelo seu estilo de jogo e também por algumas semelhanças físicas, ao brasileiro Gustavo Kuerten, três vezes campeão de Roland Garros. Ciente dessas comparações, o atleta de 21 anos brincou com elas durante uma "live" em suas redes sociais, afirmando já ter pensado em contratá-lo para ser seu treinador.

"Quero contratar o Guga para treinador. Lembro-me de alguns dos jogos dele quando era muito pequenino, em Roland Garros. Lembro-me apenas de como ele jogava em terra batida (saibro). Era um dos jogadores de quem eu gostava. Mas cresci mais vendo o Roger (Federer) e o Pete Sampras. Parecia muito relaxado, era muito talentoso e não parecia que se esforçava muito para conseguir ser tão bom", elogiou Tsitsipas em seu Instagram.

O tenista grego destaca que Guga é um fiel e perfeito representante do Brasil enquanto país. "Havia ali muita paixão. Ele é o representante perfeito para o tênis brasileiro porque é tão apaixonado e apaixonante como eles", confessou.

Atualmente, o jovem tenista conta apenas com seu pai, Apostolos, como técnico em sua equipe e poderia encorpar o time com a experiência de Guga, ex-número 1 do mundo.

Em 2019, os dois se encontraram pela primeira vez no Masters 1000 de Miami, nos Estados Unidos, em uma iniciativa do grego, que conseguiu marcar com o brasileiro através de sua equipe. Na ocasião, Tsitsipas elogiou Guga e disse que gostaria de atuar no Rio Open, torneio de nível ATP 500 no Brasil.

Guga, por sua vez, jamais atuou como treinador desde a sua aposentadoria, em 2008. Dedicou-se integralmente ao trabalho de suas empresas em Florianópolis, todas ligadas ao tênis, como o Instituto GK e a Escola Guga.



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

Stefanos Tsitsipas revela que quer contratar Gustavo Kuerten como seu treinador


23/05/2020 | 19:36


O grego Stefanos Tsitsipas, atual número 6 do ranking da ATP e um dos tenistas da nova geração que pode fazer frente a nomes como Novak Djokovic, Rafael Nadal e Roger Federer, é muitas vezes comparado, pelo seu estilo de jogo e também por algumas semelhanças físicas, ao brasileiro Gustavo Kuerten, três vezes campeão de Roland Garros. Ciente dessas comparações, o atleta de 21 anos brincou com elas durante uma "live" em suas redes sociais, afirmando já ter pensado em contratá-lo para ser seu treinador.

"Quero contratar o Guga para treinador. Lembro-me de alguns dos jogos dele quando era muito pequenino, em Roland Garros. Lembro-me apenas de como ele jogava em terra batida (saibro). Era um dos jogadores de quem eu gostava. Mas cresci mais vendo o Roger (Federer) e o Pete Sampras. Parecia muito relaxado, era muito talentoso e não parecia que se esforçava muito para conseguir ser tão bom", elogiou Tsitsipas em seu Instagram.

O tenista grego destaca que Guga é um fiel e perfeito representante do Brasil enquanto país. "Havia ali muita paixão. Ele é o representante perfeito para o tênis brasileiro porque é tão apaixonado e apaixonante como eles", confessou.

Atualmente, o jovem tenista conta apenas com seu pai, Apostolos, como técnico em sua equipe e poderia encorpar o time com a experiência de Guga, ex-número 1 do mundo.

Em 2019, os dois se encontraram pela primeira vez no Masters 1000 de Miami, nos Estados Unidos, em uma iniciativa do grego, que conseguiu marcar com o brasileiro através de sua equipe. Na ocasião, Tsitsipas elogiou Guga e disse que gostaria de atuar no Rio Open, torneio de nível ATP 500 no Brasil.

Guga, por sua vez, jamais atuou como treinador desde a sua aposentadoria, em 2008. Dedicou-se integralmente ao trabalho de suas empresas em Florianópolis, todas ligadas ao tênis, como o Instituto GK e a Escola Guga.

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;