Fechar
Publicidade

Sexta-Feira, 29 de Maio

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Economia

soraiapedrozo@dgabc.com.br | 4435-8057

Hertz pede proteção contra falência nos EUA com dívidas de US$ 19 bi



23/05/2020 | 10:09


A Hertz Global Holdings Inc, uma das maiores locadoras de carros dos Estados Unidos, pediu na sexta-feira, 22, proteção contra falência nos termos do Capítulo 11 da Lei de Falências americana. A empresa tem cerca de US$ 19 bilhões em dívidas e uma frota de aproximadamente 700 mil veículos, que tem ficado majoritariamente ociosa por conta da pandemia do novo coronavírus.

A companhia pediu reestruturação nos termos do Capítulo 11 na Corte de Falências de Wilmington, Delaware, na esperança de sobreviver a uma queda no tráfego de automóveis por conta da covid-19, e para evitar uma liquidação forçada de sua frota.

Ontem, o The Wall Street Journal reportou que a empresa havia falhado em atingir um acordo com seus maiores credores, e que se preparava para entrar com o pedido.

O colapso da Hertz marca um dos casos mais emblemáticos de calote por companhias dos EUA causados pelo impacto do coronavírus sobre as viagens pelas vias aérea e terrestre, embora a empresa também enfrentasse desafios anteriormente.

Antes da pandemia da covid-19, a Hertz sofria com a competição de pares como a Enterprise Holdings Inc e a Avis Budget Group Inc, além de serviços como o Uber. No ano passado, a Hertz teve prejuízo de US$ 58 milhões, o quarto prejuízo anual consecutivo. Fonte: Dow Jones Newswires.



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

Hertz pede proteção contra falência nos EUA com dívidas de US$ 19 bi


23/05/2020 | 10:09


A Hertz Global Holdings Inc, uma das maiores locadoras de carros dos Estados Unidos, pediu na sexta-feira, 22, proteção contra falência nos termos do Capítulo 11 da Lei de Falências americana. A empresa tem cerca de US$ 19 bilhões em dívidas e uma frota de aproximadamente 700 mil veículos, que tem ficado majoritariamente ociosa por conta da pandemia do novo coronavírus.

A companhia pediu reestruturação nos termos do Capítulo 11 na Corte de Falências de Wilmington, Delaware, na esperança de sobreviver a uma queda no tráfego de automóveis por conta da covid-19, e para evitar uma liquidação forçada de sua frota.

Ontem, o The Wall Street Journal reportou que a empresa havia falhado em atingir um acordo com seus maiores credores, e que se preparava para entrar com o pedido.

O colapso da Hertz marca um dos casos mais emblemáticos de calote por companhias dos EUA causados pelo impacto do coronavírus sobre as viagens pelas vias aérea e terrestre, embora a empresa também enfrentasse desafios anteriormente.

Antes da pandemia da covid-19, a Hertz sofria com a competição de pares como a Enterprise Holdings Inc e a Avis Budget Group Inc, além de serviços como o Uber. No ano passado, a Hertz teve prejuízo de US$ 58 milhões, o quarto prejuízo anual consecutivo. Fonte: Dow Jones Newswires.

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;