Fechar
Publicidade

Sexta-Feira, 29 de Maio

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Setecidades

setecidades@dgabc.com.br | 4435-8319

Sesi distribui 12 mil marmitas por dia

Celso Luiz/DGABC Diário do Grande ABC - Notícias e informações do Grande ABC: Santo André, São Bernardo, São Caetano, Diadema, Mauá, Ribeirão Pires e Rio Grande da Serra

Associações têm atuado nas entregas no Grande ABC; em todo Estado, foram produzidas 230 mil refeições


Aline Melo
Do Diário do Grande ABC

23/05/2020 | 00:01


As unidades do Sesi (Serviço Social da Indústria) no Grande ABC estão produzindo, diariamente, 12 mil marmitas, que são entregues por meio de parceria com instituições em comunidades e áreas de vulnerabilidade social em toda a região. O projeto está sendo desenvolvido no Grande ABC desde o dia 7 de maio e em todo o Estado, desde o início da quarentena, atuando em 108 cidades paulistas e produzindo 230 mil refeições por dia, de segunda a sábado.

Diretor das unidades do Sesi no Grande ABC, Mario Quaranta explicou que o investimento em todo o Estado vai totalizar R$ 15 milhões até o fim do mês, sendo R$ 800 mil na região. O projeto foi criado por iniciativa do presidente da Fiesp (Federação das Indústrias do Estado de São Paulo) e do Sesi, Paulo Skaf. Inicialmente, a ação deve durar até o fim de maio, mas já está em estudo a possibilidade de estender a mobilização.

Quaranta relatou que os alimentos são comprados pelo Sesi e cozinhados pelas equipes das cozinhas das unidades, que estão com as aulas presenciais suspensas. “A continuidade do programa depende de vários fatores, se haverá suspensão da quarentena e se haverá retomada das aulas”, pontua. “A gente tem visto que o projeto chega a quem realmente precisa”, comemorou.

Em todo o Grande ABC foram selecionadas 54 entidades assistências, que têm distribuído, desde o dia 7 de maio, 144 mil refeições. “Em muitos casos, aquela marmita é a única refeição do dia”, relatou o empresário e presidente do Instituto Lapidar, de Santo André, Josimar Estevão da Silva, 46 anos.

A Lapidar tem atuado nas comunidades Sacadura Cabral, Chácara Baronesa, Bom Pastor e Jardim Cristine, entregando cerca de 620 marmitas por dia. “Tem lugar que o nosso carro chega e as crianças já vêm correndo atrás. A situação é muito triste”, lamentou. Silva afirmou que tem a expectativa de que o projeto seja prorrogado. “Mesmo atuando há anos com ações sociais, a gente nunca tinha visto um momento como esse”, completou.

MAIS SOLIDARIEDADE
Também de Santo André, o Instituto Avas (Academia da Voz, Arte do Som), do Jardim Rina, tem entregue 300 marmitas por dia em diferentes comunidades. O pastor Fabio de Almeida, 54, atua nas entregas e celebra o projeto, que potencializou a ação social, que vinha sendo desenvolvida há 35 anos. “Em muitas comunidades as pessoas não estão usando máscaras, então a gente também orienta nesse sentido”, relatou Almeida. “Não entregamos apenas comida, mas também respeito”, pontuou.

Em Diadema, o projeto Santa Zumba entrega 500 marmitas ao dia. A instituição atua na cidade há cinco anos com diferentes ações sociais. O alimento tem sido levado para o Jardim das Nações, com apoio do empresário da cidade Carlos Henrique Pereira, 37. “Conseguimos atingir a população e incentivar outras pessoas a ajudar com ações sociais e solidárias, não apenas durante a pandemia, mas de forma permanente”, afirmou a presidente da instituição, Zin Katy, 39. A relação de todas as instituições participantes pode ser conferida no link https://cutt.ly/9yIu7aa. 



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

Sesi distribui 12 mil marmitas por dia

Associações têm atuado nas entregas no Grande ABC; em todo Estado, foram produzidas 230 mil refeições

Aline Melo
Do Diário do Grande ABC

23/05/2020 | 00:01


As unidades do Sesi (Serviço Social da Indústria) no Grande ABC estão produzindo, diariamente, 12 mil marmitas, que são entregues por meio de parceria com instituições em comunidades e áreas de vulnerabilidade social em toda a região. O projeto está sendo desenvolvido no Grande ABC desde o dia 7 de maio e em todo o Estado, desde o início da quarentena, atuando em 108 cidades paulistas e produzindo 230 mil refeições por dia, de segunda a sábado.

Diretor das unidades do Sesi no Grande ABC, Mario Quaranta explicou que o investimento em todo o Estado vai totalizar R$ 15 milhões até o fim do mês, sendo R$ 800 mil na região. O projeto foi criado por iniciativa do presidente da Fiesp (Federação das Indústrias do Estado de São Paulo) e do Sesi, Paulo Skaf. Inicialmente, a ação deve durar até o fim de maio, mas já está em estudo a possibilidade de estender a mobilização.

Quaranta relatou que os alimentos são comprados pelo Sesi e cozinhados pelas equipes das cozinhas das unidades, que estão com as aulas presenciais suspensas. “A continuidade do programa depende de vários fatores, se haverá suspensão da quarentena e se haverá retomada das aulas”, pontua. “A gente tem visto que o projeto chega a quem realmente precisa”, comemorou.

Em todo o Grande ABC foram selecionadas 54 entidades assistências, que têm distribuído, desde o dia 7 de maio, 144 mil refeições. “Em muitos casos, aquela marmita é a única refeição do dia”, relatou o empresário e presidente do Instituto Lapidar, de Santo André, Josimar Estevão da Silva, 46 anos.

A Lapidar tem atuado nas comunidades Sacadura Cabral, Chácara Baronesa, Bom Pastor e Jardim Cristine, entregando cerca de 620 marmitas por dia. “Tem lugar que o nosso carro chega e as crianças já vêm correndo atrás. A situação é muito triste”, lamentou. Silva afirmou que tem a expectativa de que o projeto seja prorrogado. “Mesmo atuando há anos com ações sociais, a gente nunca tinha visto um momento como esse”, completou.

MAIS SOLIDARIEDADE
Também de Santo André, o Instituto Avas (Academia da Voz, Arte do Som), do Jardim Rina, tem entregue 300 marmitas por dia em diferentes comunidades. O pastor Fabio de Almeida, 54, atua nas entregas e celebra o projeto, que potencializou a ação social, que vinha sendo desenvolvida há 35 anos. “Em muitas comunidades as pessoas não estão usando máscaras, então a gente também orienta nesse sentido”, relatou Almeida. “Não entregamos apenas comida, mas também respeito”, pontuou.

Em Diadema, o projeto Santa Zumba entrega 500 marmitas ao dia. A instituição atua na cidade há cinco anos com diferentes ações sociais. O alimento tem sido levado para o Jardim das Nações, com apoio do empresário da cidade Carlos Henrique Pereira, 37. “Conseguimos atingir a população e incentivar outras pessoas a ajudar com ações sociais e solidárias, não apenas durante a pandemia, mas de forma permanente”, afirmou a presidente da instituição, Zin Katy, 39. A relação de todas as instituições participantes pode ser conferida no link https://cutt.ly/9yIu7aa. 

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;