Fechar
Publicidade

Segunda-Feira, 16 de Maio

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

internacional@dgabc.com.br | 4435-8301

Allawi: 'direitos humanos estão piores que na época de Saddam'


Da AFP

27/11/2005 | 10:33


O primeiro chefe de governo iraquiano depois da derrubada de Saddam Hussein, Iyad Allawi, afirmou que os atentados contra os direitos humanos no Iraque estão no mesmo nível, ou ainda pior, que nos tempos do ex-ditador.

Em entrevista ao jornal britânico The Observer, o ex-primeiro-ministro, que dirigiu o governo interino até abril, acusou diretamente o Ministério do Interior e afirmou que "muitos iraquianos são torturados ou morrem durante os interrogatórios".

"Fazem o mesmo que nos tempos de Saddam Hussein e coisas ainda piores", afirmou, acrescentando que "a comparação é apropriada". "As pessoas recordam a época de Saddam. Isso foi precisamente a razão pela qual o combatemos, e agora vemos as mesmas coisas".

As críticas de Allawi foram publicadas duas semanas depois de uma operação das tropas americanas num centro secreto de detenção no Iraque, onde descobriram cerca de 170 prisioneiros sem água, comida e atenção médica. Fotos difundidas por religiosos sunitas mostravam detentos cobertos de queimaduras e ferimentos.

Allawi não responsabilizou diretamente o ministro do Interior, Bayan Bager Solagh, mas sim as forças ligadas ao ministério. "Não culpo o próprio ministro, mas os homens de base que estão por trás dos centros secretos e das execuções", ressaltou.

"Escutamos falar de polícia secreta, de bunkers secretos. Muitos iraquianos são torturados e morrem durante os interrogatórios. Vemos também tribunais da Sharia, baseados na lei islâmica, que julgam as pessoas e as executam", acrescentou.

Segundo Allawi, sem uma ação imediata "o mal será contagioso e se estenderá a todos os ministérios e estruturas" do governo.


Quer receber em primeira mão as notícias das sete cidades do Grande ABC?

Entre no nosso grupo de WhatsApp. 
Clique aqui.
 

Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.


Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;