Fechar
Publicidade

Sexta-Feira, 29 de Maio

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Política

politica@dgabc.com.br | 4435-8391

"A vida é feita de escolhas e eu escolhi sair", diz Nelson Teich

Fotos Públicas Diário do Grande ABC - Notícias e informações do Grande ABC: Santo André, São Bernardo, São Caetano, Diadema, Mauá, Ribeirão Pires e Rio Grande da Serra

Eduardo Pazuello, número dois da Pasta, assume Saúde interinamente até nomeação de novo ministro


Vanessa Soares
Do dgabc.com.br

15/05/2020 | 16:38


Em coletiva de imprensa realizada após pedido de demissão, nesta sexta-feira (15), o agora ex-ministro da Saúde Nelson Teich afirmou que “a vida é feita de escolhas e hoje escolhi sair”. Saída do governo Bolsonaro foi informada mais cedo e está é a segunda baixa no ministério da Saúde em meio a pandemia do novo coronavírus. “Dei o melhor de mim neste período que estive aqui. Não é uma coisa simples estar à frente deste ministério em um momento tão difícil”.

Teich completaria um mês no cargo amanhã e saída teria sido motivada pela divergência com o presidente sobre o uso da cloroquina em pacientes com a Covid-19. “Eu não aceitei o convite pelo cargo, aceitei porque achei que poderia ajudar o Brasil e ajudar as pessoas”, reforçou.

O ex-ministro acrescentou que um plano estratégico para o combate da pandemia foi montado e iniciado e que deve ser seguido. “Durante este período o foco total é na Covid, mas temos que lembrar que existe todo um sistema que envolve várias outras tolerâncias e uma população inteira para ser cuidada”, acrescentou.

Além disso, Teich garantiu que deixou um plano pronto de trabalho para auxiliar os secretários municipais, estaduais, prefeitos e governadores para facilitar o entendimento do que está acontecendo e definir quais os próximos passos. “Aqui a gente entrega quais pontos precisam ser avaliados, quais itens são críticos e auxilia no entendimento do momento e da tomada de decisão.”

Eduardo Pazuello, o número dois da Pasta, assume interinamente o ministério da Saúde até a nomeação de um novo ministro.
 



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

"A vida é feita de escolhas e eu escolhi sair", diz Nelson Teich

Eduardo Pazuello, número dois da Pasta, assume Saúde interinamente até nomeação de novo ministro

Vanessa Soares
Do dgabc.com.br

15/05/2020 | 16:38


Em coletiva de imprensa realizada após pedido de demissão, nesta sexta-feira (15), o agora ex-ministro da Saúde Nelson Teich afirmou que “a vida é feita de escolhas e hoje escolhi sair”. Saída do governo Bolsonaro foi informada mais cedo e está é a segunda baixa no ministério da Saúde em meio a pandemia do novo coronavírus. “Dei o melhor de mim neste período que estive aqui. Não é uma coisa simples estar à frente deste ministério em um momento tão difícil”.

Teich completaria um mês no cargo amanhã e saída teria sido motivada pela divergência com o presidente sobre o uso da cloroquina em pacientes com a Covid-19. “Eu não aceitei o convite pelo cargo, aceitei porque achei que poderia ajudar o Brasil e ajudar as pessoas”, reforçou.

O ex-ministro acrescentou que um plano estratégico para o combate da pandemia foi montado e iniciado e que deve ser seguido. “Durante este período o foco total é na Covid, mas temos que lembrar que existe todo um sistema que envolve várias outras tolerâncias e uma população inteira para ser cuidada”, acrescentou.

Além disso, Teich garantiu que deixou um plano pronto de trabalho para auxiliar os secretários municipais, estaduais, prefeitos e governadores para facilitar o entendimento do que está acontecendo e definir quais os próximos passos. “Aqui a gente entrega quais pontos precisam ser avaliados, quais itens são críticos e auxilia no entendimento do momento e da tomada de decisão.”

Eduardo Pazuello, o número dois da Pasta, assume interinamente o ministério da Saúde até a nomeação de um novo ministro.
 

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;