Fechar
Publicidade

Quarta-Feira, 20 de Outubro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Economia

economia@dgabc.com.br | 4435-8057

Preço das motos cai 1,61% no ano


Marcelo de Paula
Do Diário do Grande ABC

22/03/2008 | 07:00


O preço médio das motos novas apresentou, no primeiro bimestre, queda de 1,61% (1,25% só em fevereiro) de acordo com pesquisa feita pela Agência Autoinforme. No entanto, para o diretor executivo da Abraciclo, entidade que reúne as montadoras de motocicletas, Moacyr Alberto Paes, a redução é mais um efeito das negociações do que da concorrência das novas empresas que se instalaram no Brasil.

 Por se tratar de uma pesquisa nova, que começou a ser feita apenas neste ano, o diretor da agência Autoinforme e coordenador da pesquisa, Joel Leite, não arriscou uma análise mais aprofundada sobre as razões que levaram à queda nos valores, embora haja aumento da demanda. “Acredito que isto ocorra por causa da grande oferta de motocicletas no mercado”, disse.

 “Tomando como exemplo o que acontece com o setor de carros, qualquer sinal de concorrência significa redução de preços. Porém, como a pesquisa começou a ser feita agora, ainda não dá para compreender as razões”, completou Leite, explicando que a pesquisa se baseia no preço praticado no mercado e não na tabela.

SEM ‘EFEITO CHINA’

 Já o diretor da Abraciclo não acredita que a concorrência existente hoje – exercida por empresas asiáticas que estão se instalando no Brasil, algumas em parceria com empresas nacionais – seja a responsável pela redução de 1,61%, em média, nos preços das motocicletas. “Não acho que esteja havendo um ‘efeito China’ no mercado. Mais de 90% das motos são feitas pelas fabricantes tradicionais. As novas montadoras ainda não têm essa força toda”, comentou.

 “Acredito que a redução motrada na pesquisa ocorra por conta de promoções. Os lojistas trabalham com uma margem para dar desconto aos clientes”, explicou.


Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.


Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;