Fechar
Publicidade

Terça-Feira, 4 de Agosto

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Política

politica@dgabc.com.br | 4435-8391

Santo André aluga 3 carretas para atendimento na pandemia

Denis Maciel/DGABC Diário do Grande ABC - Notícias e informações do Grande ABC: Santo André, São Bernardo, São Caetano, Diadema, Mauá, Ribeirão Pires e Rio Grande da Serra

Secretaria de Saúde contrata emergencialmente empresa para fornecer consultórios provisórios


Fábio Martins
Do Diário do Grande ABC

09/05/2020 | 00:29


A Secretaria de Saúde de Santo André vai disponibilizar consultórios médicos móveis para enfrentar a pandemia do novo coronavírus. A pasta, comandada por Márcio Chaves (PSD), homologou contrato para a locação de três caminhões, no valor global de R$ 2,17 milhões, para servirem de consultórios provisórios de atendimento. As carretas, que estão sendo preparadas pela Truckvan Indústria e Comércio, empresa localizada em Guarulhos, vão circular pela Vila Luzita, 2º Subdistrito e área central.

De acordo com os termos sacramentados pela Secretaria de Saúde, o aluguel de cada unidade móvel, com sua estrutura interna, irá custar R$ 725 mil no tempo integral de vigência. “O valor mencionado para o contrato compreende o valor global para seis meses. Entretanto, os valores são individualizados mensais, por carreta, e paga-se pelo efetivo uso”, disse Márcio Chaves, por meio de nota.

Por ser individualizado, o investimento gira em torno de R$ 120,8 mil por carreta. No campo de editais do site do Paço, há informação de que esse montante será proveniente da transferência de recursos do fundo estadual de saúde para os fundos municipais de ações de combate à Covid-19.

Para sustentar as medidas emergenciais na pandemia, a administração andreense estabeleceu em março estado de calamidade pública na cidade, assim como as demais do Grande ABC. O decreto municipal estabelece em seu artigo 2º a dispensa de certame para aquisição de bens e serviços, seguindo disposto na Lei de Licitações 8.666/93.

A pasta de Saúde sustentou que, para efetivar os processos, foram realizadas “pesquisas de preço e verificada a capacidade da empresa contratada em ofertar os bens e serviços pretendidos”. Com o termo já em vigor, as carretas móveis devem, segundo Márcio, prestar assistência de forma itinerante e em locais de unidades de saúde em reformas estruturais que não comportarão a demanda por atendimento, especialmente de síndrome gripal e testes rápidos. “Tendo a previsão de início das atividades para a primeira quinzena de maio”, alegou o secretário.

A equipe do Diário flagrou, na sede da Truckvan, na Rodovia Presidente Dutra, em Guarulhos, que as carretas estão sendo adesivadas com logo de Santo André. A previsão é de que cheguem ao município no começo da semana que vem, de acordo com informações do secretário de Saúde.

TIRA-DÚVIDA DE COVID
Em outro acerto relacionado à pandemia, a Secretaria de Saúde contratou, recentemente, a SP Eventos Ltda, com sede na Capital, cujo objeto envolve a locação de infraestrutura para orientação sobre cuidados do novo coronavírus, no valor total de R$ 484 mil. O termo já está em operação, podendo se estender por até 180 dias.

A SP Eventos é a mesma contratada para montagem da tenda, em estrutura metálica, do hospital de campanha do Estádio Bruno Daniel, pela quantia inicial de R$ 315 mil. – no local, esse vínculo abrange 120 leitos. Posteriormente, houve aditamento de 24,7%, totalizando acréscimo financeiro de R$ 78 mil.

Sobre a infraestrutura criada para tira-dúvidas sobre o novo coronavírus, a secretaria assinalou que os equipamentos serão instalados em dois pontos fixos – terminal da Vila Luzita e Estação Santo André da CPTM (Companhia Paulista de Trens Metropolitanos), além de também ficarem em feiras livres, em funcionamento desde abril. 



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

Santo André aluga 3 carretas para atendimento na pandemia

Secretaria de Saúde contrata emergencialmente empresa para fornecer consultórios provisórios

Fábio Martins
Do Diário do Grande ABC

09/05/2020 | 00:29


A Secretaria de Saúde de Santo André vai disponibilizar consultórios médicos móveis para enfrentar a pandemia do novo coronavírus. A pasta, comandada por Márcio Chaves (PSD), homologou contrato para a locação de três caminhões, no valor global de R$ 2,17 milhões, para servirem de consultórios provisórios de atendimento. As carretas, que estão sendo preparadas pela Truckvan Indústria e Comércio, empresa localizada em Guarulhos, vão circular pela Vila Luzita, 2º Subdistrito e área central.

De acordo com os termos sacramentados pela Secretaria de Saúde, o aluguel de cada unidade móvel, com sua estrutura interna, irá custar R$ 725 mil no tempo integral de vigência. “O valor mencionado para o contrato compreende o valor global para seis meses. Entretanto, os valores são individualizados mensais, por carreta, e paga-se pelo efetivo uso”, disse Márcio Chaves, por meio de nota.

Por ser individualizado, o investimento gira em torno de R$ 120,8 mil por carreta. No campo de editais do site do Paço, há informação de que esse montante será proveniente da transferência de recursos do fundo estadual de saúde para os fundos municipais de ações de combate à Covid-19.

Para sustentar as medidas emergenciais na pandemia, a administração andreense estabeleceu em março estado de calamidade pública na cidade, assim como as demais do Grande ABC. O decreto municipal estabelece em seu artigo 2º a dispensa de certame para aquisição de bens e serviços, seguindo disposto na Lei de Licitações 8.666/93.

A pasta de Saúde sustentou que, para efetivar os processos, foram realizadas “pesquisas de preço e verificada a capacidade da empresa contratada em ofertar os bens e serviços pretendidos”. Com o termo já em vigor, as carretas móveis devem, segundo Márcio, prestar assistência de forma itinerante e em locais de unidades de saúde em reformas estruturais que não comportarão a demanda por atendimento, especialmente de síndrome gripal e testes rápidos. “Tendo a previsão de início das atividades para a primeira quinzena de maio”, alegou o secretário.

A equipe do Diário flagrou, na sede da Truckvan, na Rodovia Presidente Dutra, em Guarulhos, que as carretas estão sendo adesivadas com logo de Santo André. A previsão é de que cheguem ao município no começo da semana que vem, de acordo com informações do secretário de Saúde.

TIRA-DÚVIDA DE COVID
Em outro acerto relacionado à pandemia, a Secretaria de Saúde contratou, recentemente, a SP Eventos Ltda, com sede na Capital, cujo objeto envolve a locação de infraestrutura para orientação sobre cuidados do novo coronavírus, no valor total de R$ 484 mil. O termo já está em operação, podendo se estender por até 180 dias.

A SP Eventos é a mesma contratada para montagem da tenda, em estrutura metálica, do hospital de campanha do Estádio Bruno Daniel, pela quantia inicial de R$ 315 mil. – no local, esse vínculo abrange 120 leitos. Posteriormente, houve aditamento de 24,7%, totalizando acréscimo financeiro de R$ 78 mil.

Sobre a infraestrutura criada para tira-dúvidas sobre o novo coronavírus, a secretaria assinalou que os equipamentos serão instalados em dois pontos fixos – terminal da Vila Luzita e Estação Santo André da CPTM (Companhia Paulista de Trens Metropolitanos), além de também ficarem em feiras livres, em funcionamento desde abril. 

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;