Fechar
Publicidade

Quinta-Feira, 28 de Outubro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Política

politica@dgabc.com.br | 4435-8391

Em S.Caetano, Olyntho e Cordoba recuam


Raphael Rocha
Do Diário do Grande ABC

05/05/2020 | 00:01


Dos 14 vereadores da bancada de sustentação do governo do prefeito de São Caetano, José Auricchio Júnior (PSDB), 12 efetivaram a doação de 50% dos salários para o Fundo Social municipal, com objetivo de reforçar as ações de combate à Covid-19.

Cada parlamentar recebe R$ 10.021,17 brutos por mês – a dedução foi feita com base nos vencimentos líquidos. Assim, os holerites foram distribuídos aos políticos com redução de R$ 3.808 (líquidos).

Os vereadores Olyntho Voltarelli (PSDB) e Daniel Cordoba (PSDB) ainda não efetivaram a doação. Cordoba informou que vai transferir o dinheiro, assim como Olyntho – ambos não forneceram prazos. Líder do governo na casa, o vereador Tite Campanella (Cidadania) comentou que, antes de baterem o martelo sobre o modelo de auxílio ao município na luta contra a Covid-19, foi requisitado parecer jurídico sobre a segurança para essa doação.

“Mesmo com o decreto de calamidade pública, a Lei de Responsabilidade Fiscal e a Lei Eleitoral permanecem vigentes. Por isso fizemos a solicitação (ao setor jurídico da Câmara) sobre a doação. Tivemos essa segurança. Alguns colegas, porém, ficaram em dúvida, é direito deles. Quando se sentirem confortáveis, podem efetuar (a doação)”, citou Tite.

Além de Tite, integram a bancada de sustentação os vereadores Marcel Munhoz (Cidadania), Moacir Rubira (PL), Caio Funaki (PL), Mauricio Fernandes (PL), Carlos Humberto Seraphim (PL), Suely Nogueira (Podemos), Edison Parra (Podemos), Eduardo Vidoski (PSDB), Marcos Fontes (PSDB), Ricardo Andrejuk (PSDB) e Pio Mielo (PSDB), que preside a casa.

“Foi ato de altruísmo e solidariedade da Câmara. Não foi doado valor a nenhuma entidade direta e não houve ação direta que pudesse identificar como benefício eleitoral. No meses de maio e junho serão descontados em folha dos vereadores que autorizarem. Neste momento de crise, é importante opinar e fiscalizar, mas importante também, de fato, fazer ações de solidariedade”, comentou Pio.

Os oposicionistas César Oliva (PSD), Ubiratan Figueiredo (PSD), Sidão da Padaria (PSD), Jander Lira (DEM) e Chico Bento (PP) não aderiram ao movimento governista sobre doação de metade do salário. 



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.


Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;