Fechar
Publicidade

Domingo, 31 de Maio

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

|

O charme deste estádio

Ele acompanhou a estreia de Marcelinho Carioca (chuteira número 34) e Gralak (chuteira 44 bico largo) no Pacaembu. E seguiu a paixão do pai sócio benfeitor do Corinthians. Dois jogos inesquecíveis


Ademir Medici

04/05/2020 | 00:10


Texto: Mauricio Sabará
Com todo o respeito ao gigante Morumbi e às arenas, considero o Pacaembu o mais charmoso estádio de São Paulo. Onde mais assisti a jogos. Cito duas partidas, marcantes para mim.

E DEU AMÉRICA
Início de 1987, Corinthians e América do Rio jogam no Pacaembu. Meu pai, Mario Bruno Markiewicz, corinthiano (com ‘th’ mesmo) sempre teve simpatia no Rio de Janeiro pelo América e resolveu me levar para ver o confronto.
Sabíamos que o time americano era muito bom, talvez o último grande time que teve, mas fomos confiantes, me marcando muito o quanto o Pacaembu estava lotado, com mais de 53 mil pagantes.
Primeiro tempo, 0 a 0. Final, 2 a 0 para o América, complicando o Timão para o jogo de volta no Maracanã. Aí deu Corinthians, 2 a 1, placar insuficiente e que adiou o sonho do título brasileiro.

MARCELINHO E GRALAK
Janeiro de 1994. Amistoso do Corinthians com o Comercial. Fui ao Pacaembu mais para ver o retorno de Casagrande, meu primeiro ídolo ao lado do Sócrates. Mas o jogo teve algo mais especial, pois assistimos à estreia do Marcelinho, que se transformaria no principal jogador corintiano nos últimos 26 anos.
Naquele amistoso houve a estreia do zagueiro Gralak, que jogou bem.

PACAEMBU, 80 ANOS
Amanhã em Memória: o incrível gol de Sucupira

Diário há meio século
Domingo, 4 de maio de 1970; ano 12; edição 1224
Manchete – Avanço agrava a nova guerra. É grave a situação no Cambodja, invadido por soldados norte-americanos e sul-vietnamitas
1º de Maio – Papa Paulo VI, na mensagem do Dia do Trabalhador, defendia a participação de todos nos lucros das empresas.
Santo André – Restos do prédio do Lanifício F. Kowarick vinham servindo ao reduto de marginais. Vereador Affonso Zanei solicitava a demolição total do imóvel.
Ribeirão Pires – Vereador Waldemar Romaldini (MDB) condena a criação de classe única nos trens da EF Santos a Jundiaí.

Em 4 de maio de...
1915 – Estiveram em Santo André, em visita ao senador Flaquer, o dr. Amâncio de Carvalho e o coronel Antonio Baptista da Luz, comandante-geral da Força Pública do Estado.
1985 – Pelo quarto ano consecutivo o EC Santo André participa do Campeonato Paulista: estreia contra o Santos no Estádio Lauro Gomes, em São Caetano.
- Duas mil pessoas assistiram ao desfile de aniversário de Rio Grande da Serra.

Santos do dia
- Gregório de Venucchio
- Pelágia

Municípios brasileiros
Celebram aniversários em 4 de maio:
- No Pará, Belterra
- Em Sergipe, Estância
- No Rio Grande do Sul, General Câmara e Glorinha
- No Mato Grosso do Sul, Inocência
- Em Pernambuco, Jaboatão dos Guararapes
Fonte: IBGE

Etianos (Lembranças dos que estudaram na Escola Técnica Industrial Lauro Gomes (ETILG), depois ETE e Etec, em São Bernardo)
Edson Tandello da Cruz
Eletrônica – Turma de 1984
Era conhecido como Português ou presidente do Clube de Radioamadorismo (Craeti). Logo que saí, comecei a trabalhar no CPD da GE na madrugada e fazer engenharia elétrica na FEI. Acabei voltando à ETI como professor – fui até paraninfo de uma turma.
“Concluí a faculdade, passei pela Elebra e fui para IBM, por seis anos. Em paralelo, fiz o curso de direito – concluí em 1993, tirei OAB, mas nunca atuei como advogado.
Como empresário, eu tive duas experiências (uma franquia e sócio de uma multinacional). Morei um ano na Espanha e passei por Accenture, CA, SAP (nove anos), UOL, Oracle e Amazon (três anos).
Fiz MBA na FGV e outro de IoT na USP. De todos os cursos, o que mais me dá saudade é o da ETI.
 



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

O charme deste estádio

Ele acompanhou a estreia de Marcelinho Carioca (chuteira número 34) e Gralak (chuteira 44 bico largo) no Pacaembu. E seguiu a paixão do pai sócio benfeitor do Corinthians. Dois jogos inesquecíveis

Ademir Medici

04/05/2020 | 00:10


Texto: Mauricio Sabará
Com todo o respeito ao gigante Morumbi e às arenas, considero o Pacaembu o mais charmoso estádio de São Paulo. Onde mais assisti a jogos. Cito duas partidas, marcantes para mim.

E DEU AMÉRICA
Início de 1987, Corinthians e América do Rio jogam no Pacaembu. Meu pai, Mario Bruno Markiewicz, corinthiano (com ‘th’ mesmo) sempre teve simpatia no Rio de Janeiro pelo América e resolveu me levar para ver o confronto.
Sabíamos que o time americano era muito bom, talvez o último grande time que teve, mas fomos confiantes, me marcando muito o quanto o Pacaembu estava lotado, com mais de 53 mil pagantes.
Primeiro tempo, 0 a 0. Final, 2 a 0 para o América, complicando o Timão para o jogo de volta no Maracanã. Aí deu Corinthians, 2 a 1, placar insuficiente e que adiou o sonho do título brasileiro.

MARCELINHO E GRALAK
Janeiro de 1994. Amistoso do Corinthians com o Comercial. Fui ao Pacaembu mais para ver o retorno de Casagrande, meu primeiro ídolo ao lado do Sócrates. Mas o jogo teve algo mais especial, pois assistimos à estreia do Marcelinho, que se transformaria no principal jogador corintiano nos últimos 26 anos.
Naquele amistoso houve a estreia do zagueiro Gralak, que jogou bem.

PACAEMBU, 80 ANOS
Amanhã em Memória: o incrível gol de Sucupira

Diário há meio século
Domingo, 4 de maio de 1970; ano 12; edição 1224
Manchete – Avanço agrava a nova guerra. É grave a situação no Cambodja, invadido por soldados norte-americanos e sul-vietnamitas
1º de Maio – Papa Paulo VI, na mensagem do Dia do Trabalhador, defendia a participação de todos nos lucros das empresas.
Santo André – Restos do prédio do Lanifício F. Kowarick vinham servindo ao reduto de marginais. Vereador Affonso Zanei solicitava a demolição total do imóvel.
Ribeirão Pires – Vereador Waldemar Romaldini (MDB) condena a criação de classe única nos trens da EF Santos a Jundiaí.

Em 4 de maio de...
1915 – Estiveram em Santo André, em visita ao senador Flaquer, o dr. Amâncio de Carvalho e o coronel Antonio Baptista da Luz, comandante-geral da Força Pública do Estado.
1985 – Pelo quarto ano consecutivo o EC Santo André participa do Campeonato Paulista: estreia contra o Santos no Estádio Lauro Gomes, em São Caetano.
- Duas mil pessoas assistiram ao desfile de aniversário de Rio Grande da Serra.

Santos do dia
- Gregório de Venucchio
- Pelágia

Municípios brasileiros
Celebram aniversários em 4 de maio:
- No Pará, Belterra
- Em Sergipe, Estância
- No Rio Grande do Sul, General Câmara e Glorinha
- No Mato Grosso do Sul, Inocência
- Em Pernambuco, Jaboatão dos Guararapes
Fonte: IBGE

Etianos (Lembranças dos que estudaram na Escola Técnica Industrial Lauro Gomes (ETILG), depois ETE e Etec, em São Bernardo)
Edson Tandello da Cruz
Eletrônica – Turma de 1984
Era conhecido como Português ou presidente do Clube de Radioamadorismo (Craeti). Logo que saí, comecei a trabalhar no CPD da GE na madrugada e fazer engenharia elétrica na FEI. Acabei voltando à ETI como professor – fui até paraninfo de uma turma.
“Concluí a faculdade, passei pela Elebra e fui para IBM, por seis anos. Em paralelo, fiz o curso de direito – concluí em 1993, tirei OAB, mas nunca atuei como advogado.
Como empresário, eu tive duas experiências (uma franquia e sócio de uma multinacional). Morei um ano na Espanha e passei por Accenture, CA, SAP (nove anos), UOL, Oracle e Amazon (três anos).
Fiz MBA na FGV e outro de IoT na USP. De todos os cursos, o que mais me dá saudade é o da ETI.
 

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;