Fechar
Publicidade

Quarta-Feira, 8 de Dezembro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

politica@dgabc.com.br | 4435-8391

Assembleia Legislativa decide reduzir 30% dos salários dos deputados

Banco de dados Diário do Grande ABC - Notícias e informações do Grande ABC: Santo André, São Bernardo, São Caetano, Diadema, Mauá, Ribeirão Pires e Rio Grande da Serra

Com base na região, Thiago Auricchio anuncia apoio à medida, que visa poupar R$ 320 mi


Júnior Carvalho
Do Diário do Grande ABC

23/04/2020 | 00:01


Presidente da Assembleia Legislativa, Cauê Macris (PSDB) anunciou ontem medidas financeiras para auxiliar os cofres públicos estaduais no enfrentamento da pandemia de Covid-19. Entre as propostas está a redução de 30% dos salários dos parlamentares, que serão cortados de R$ 25,3 mil para R$ 17,7 mil mensais.

Com base em São Caetano, o deputado Thiago Auricchio (PL) anunciou apoio ao projeto, que deverá ser apreciado pela casa na semana que vem, em sessão a ser realizada por meio de videoconferência. “Desde as primeiras notícias do coronavírus em São Paulo a Assembleia vem trabalhando ativamente para dar sua parcela de contribuição no enfrentamento da pandemia. Reunimos diversos projetos em um só pacote pelo bem do Estado. Importante destacar que é a primeira Assembleia no Brasil a adotar essa medida. Que isso sirva de exemplo para todo o País”, frisou Thiago. “O maior Legislativo estadual do País não poderia deixar de apresentar suas ações porque todos precisam contribuir nesse momento difícil que atravessamos”, destacou Cauê Macris.

O corte de despesas com as remunerações também atingirá os contracheques dos servidores comissionados da casa. Além de propor a redução do subsídio aos políticos, o projeto – de autoria da mesa diretora – prevê corte de 20% na remuneração dos apadrinhados. Atualmente, segundo dados do Portal da Transparência, a casa possui 2.570 comissionados, lotados tanto em gabinetes individuais dos deputados, quanto em gabinetes coletivos (lideranças partidárias) e que estão ligados aos cargos da mesa diretora.

A proposta determina ainda redução de 30% na verba de gabinete, volume de recurso que é destinado mensalmente aos parlamentares para cobrir custos extras do mandato, como hospedagens em viagens, materiais de escritório e locação de escritórios ligados aos parlamentares. Neste exercício, esse benefício equivale a R$ 34,5 mil por mês para cada um dos deputados e, com a redução, cairá para R$ 24,1 mil por mês. A Assembleia paulista também anunciou a revisão de todos os contratos da casa, citando que pode enxugá-los em até 40%. Ao todo, a Assembleia estima poupar R$ 320 milhões por mês, que serão destinados ao combate da pandemia no Estado. “A política tem que ser sempre um exemplo para a sociedade, um espelho daquilo que queremos para o próximo e agora não poderia ser diferente. O momento exige isso e a Assembleia tem um enorme compromisso com o bem-estar da população. Todas as medidas terão o meu apoio e voto favorável”, pontuou Thiago Auricchio. 



Quer receber em primeira mão as notícias das sete cidades do Grande ABC?

Entre no nosso grupo de WhatsApp. 
Clique aqui.
 

Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.


Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;