Fechar
Publicidade

Sexta-Feira, 25 de Setembro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Política

politica@dgabc.com.br | 4435-8391

Bolsonaro vai a hotel do Exército e passa por manifestantes em frente ao STF

Marcello Casal Jr./Agência Brasil Diário do Grande ABC - Notícias e informações do Grande ABC: Santo André, São Bernardo, São Caetano, Diadema, Mauá, Ribeirão Pires e Rio Grande da Serra


21/04/2020 | 14:31


O presidente Jair Bolsonaro esteve no Hotel de Trânsito de Oficiais do Exército, em Brasília, no fim da manhã desta terça-feira, 21, feriado do Dia de Tiradentes. O Palácio do Planalto não informou o que Bolsonaro fez no local. Segundo auxiliares do presidente, ele teve um almoço com oficiais do Exército, que já estava marcado há dias.

Ao retornar ao Palácio da Alvorada, Bolsonaro passou sem parar por cerca de 30 manifestantes. Eles estavam em frente ao Supremo Tribunal Federal (STF) com cartazes contra o presidente da Câmara, Rodrigo Maia (DEM-RJ). Também havia manifestantes pedindo golpe militar, além do fechamento do STF e do Congresso Nacional.

No último domingo, 19, Bolsonaro discursou em evento que pedia o fechamento do Congresso e do Supremo e novo AI-5. O presidente foi alertado por militares do governo que a ida ao ato não só pegou mal como expôs as Forças Armadas a uma situação constrangedora.



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

Bolsonaro vai a hotel do Exército e passa por manifestantes em frente ao STF


21/04/2020 | 14:31


O presidente Jair Bolsonaro esteve no Hotel de Trânsito de Oficiais do Exército, em Brasília, no fim da manhã desta terça-feira, 21, feriado do Dia de Tiradentes. O Palácio do Planalto não informou o que Bolsonaro fez no local. Segundo auxiliares do presidente, ele teve um almoço com oficiais do Exército, que já estava marcado há dias.

Ao retornar ao Palácio da Alvorada, Bolsonaro passou sem parar por cerca de 30 manifestantes. Eles estavam em frente ao Supremo Tribunal Federal (STF) com cartazes contra o presidente da Câmara, Rodrigo Maia (DEM-RJ). Também havia manifestantes pedindo golpe militar, além do fechamento do STF e do Congresso Nacional.

No último domingo, 19, Bolsonaro discursou em evento que pedia o fechamento do Congresso e do Supremo e novo AI-5. O presidente foi alertado por militares do governo que a ida ao ato não só pegou mal como expôs as Forças Armadas a uma situação constrangedora.

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;