Fechar
Publicidade

Quinta-Feira, 3 de Dezembro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Cultura & Lazer

cultura@dgabc.com.br | 4435-8364

Príncipe William demonstra preocupação com pai e avó em meio à pandemia

Reprodução Diário do Grande ABC - Notícias e informações do Grande ABC: Santo André, São Bernardo, São Caetano, Diadema, Mauá, Ribeirão Pires e Rio Grande da Serra


17/04/2020 | 13:10


Kate Middleton e príncipe William deram uma entrevista para o programa Breakfast, da BBC, nesta sexta-feira, dia 17, e falaram sobre os desafios desta atual pandemia do novo coronavírus. O Duque e a Duquesa de Cambridge participaram da atração remotamente e citaram a importância de se manter positivo e conectado com os seus entes queridos neste período de luta contra a transmissão da doença. O casal também destacou o trabalho da iniciativa Every Mind Matters, uma organização que preza pela saúde mental e ajuda pessoas a tomarem medidas simples, mas eficazes, que auxiliam o bem-estar próprio e de terceiros, segundo informações da People.

- Sentimos com muita veemência que agora, mais do que nunca, essa é uma ferramenta vital e um serviço essencial que as pessoas podem acessar facilmente em casa para receber orientações e ter apenas algumas dicas básicas para cuidar de sua saúde mental, cuidar de seu bem-estar mental durante esse processo. Penso novamente que permanecer conectado, manter-se positivo e poder conversar com amigos e familiares é muito crucial, e ter algumas dicas e ideias sobre como lidar com alguns desses sentimentos estranhos e circunstâncias difíceis em que nos encontramos é realmente importante, apenas para nos levar nessas próximas semanas, apontou o príncipe.

Kate ainda fez uma reflexão de como esta pandemia mudará as coisas que realmente valorizamos.

- Acho que o que estamos dizendo agora é que o NHS [sigla para National Health Service, o sistema de saúde do Reino Unido] e seus funcionários na linha de frente estão fazendo o trabalho mais extraordinário, e isso realmente veio à tona nas últimas semanas. Acho que vai mudar drasticamente a forma como todos valorizamos e vemos nossos funcionários, e acho que esse é um dos principais pontos positivos que você pode tirar disso. Eles fazem um trabalho extraordinário, e agora acho que todos nós, como nação, podemos realmente ver o quão duro eles trabalham e quão vital é o trabalho deles.

Além disso, o duque demonstrou uma certa preocupação com sua avó, a Rainha Elizabeth II, e seu pai, príncipe Charles, que já foi diagnosticado com a Covid-19.

- Eu tenho que admitir que no começo eu estava bastante preocupado. Ele se encaixa no perfil de risco - a idade em que está, o que é, você sabe, bastante arriscado. E fiquei um pouco preocupado, mas meu pai teve muitas infecções no peito, resfriados e coisas assim ao longo dos anos. E então pensei comigo mesmo: Se alguém conseguir vencer isso, será ele.

Além disso, William admitiu que a doença impactou a saúde mental do pai, de 71 anos de idade.

- Eu acho que a coisa mais difícil para ele foi ter que parar tudo e não conseguir ir tomar um pouco de ar fresco, dar um passeio. Ele é um andarilho louco. Ele ama caminhar. Então eu acho que ele achou isso muito difícil... com sua saúde mental, ficar preso dentro de casa e não poder passear.

A rainha, de 93 anos de idade, também está na mente do Duque de Cambridge - assim como o príncipe Philip, seu avô, de 98 anos.

- Penso com muito cuidado nos meus avós, na idade em que estão, e estamos fazendo todo o possível para garantir que eles estejam isolados e protegidos disso. Mas me preocupa, você sabe, o que vai acontecer com muitas pessoas vulneráveis ??e de alto risco que provavelmente terão que se isolar por algum tempo, e o impacto que isso terá sobre elas e em famílias de cima a baixo do país, que precisam fazer isso. [...] O trauma ocorre em todos os tipos e formas e nunca podemos saber ou estar preparados para quando isso acontecerá conosco. As pessoas vão ficar com raiva, vão ficar confusas; elas vão se sentir assustadas. Isso tudo são sentimentos normais. E isso é, infelizmente, parte do processo de luto.

Por fim, o casal falou sobre o fato dos filhos estarem estudando em casa em meio à pandemia. Kate e William são pais de George, de seis anos de idade, Charlotte, de quatro anos, e Louis, que fará dois anos na próxima quinta-feira, dia 23.

- Não conte às crianças, mas nós realmente continuamos o estudo no feriado. Eu me sinto muito malvada! As crianças têm tanta resistência, não sei como. Honestamente, você chega ao final do dia e anota a lista de todas as coisas que elas fizeram naquele dia. Então, você arma uma barraca, abaixa a barraca novamente, cozinha, assa. Você chega ao final do dia - eles se divertiram muito - mas é incrível o quanto você pode descansar em um dia, com certeza, analisou a duquesa.

Ela também contou se as crianças já conseguem entender tudo o que está acontecendo no mundo neste momento.

- Estamos passando por altos e baixos, como muitas famílias em isolamento. George é muito mais velho do que Louis, mas eles sabem que sempre me surpreendo. E, embora você não queira assustá-los e torná-lo muito esmagador, acho apropriado relatar o que está acontecendo das maneiras simples e apropriadas à idade.

William revelou que está mantendo contato com o restante da família real por meio da internet.

-

Conversamos com toda a família online. E tem sido uma ótima maneira de manter contato e ver um aos outros. Como você pode imaginar, a geração mais jovem é um pouco mais experiente em tecnologia, mas acho que estamos chegando lá agora. A família está se acostumando um pouco mais para poder entrar em contato, pressionar os botões certos e não deixar o computador cair no meio.

-

Isso é verdade. E acho que seu pai, meus pais e nossas famílias... realmente amaram manter contato com as crianças, porque é muito difícil. Mas fica um pouco agitado, eu não vou mentir, com uma criança de dois anos, completou Kate.

-

Por alguma razão, ele vê o botão vermelho e sempre quer pressionar o botão vermelho, brincou o duque sobre a postura de Louis.

Gente como a gente, não é?



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

Príncipe William demonstra preocupação com pai e avó em meio à pandemia


17/04/2020 | 13:10


Kate Middleton e príncipe William deram uma entrevista para o programa Breakfast, da BBC, nesta sexta-feira, dia 17, e falaram sobre os desafios desta atual pandemia do novo coronavírus. O Duque e a Duquesa de Cambridge participaram da atração remotamente e citaram a importância de se manter positivo e conectado com os seus entes queridos neste período de luta contra a transmissão da doença. O casal também destacou o trabalho da iniciativa Every Mind Matters, uma organização que preza pela saúde mental e ajuda pessoas a tomarem medidas simples, mas eficazes, que auxiliam o bem-estar próprio e de terceiros, segundo informações da People.

- Sentimos com muita veemência que agora, mais do que nunca, essa é uma ferramenta vital e um serviço essencial que as pessoas podem acessar facilmente em casa para receber orientações e ter apenas algumas dicas básicas para cuidar de sua saúde mental, cuidar de seu bem-estar mental durante esse processo. Penso novamente que permanecer conectado, manter-se positivo e poder conversar com amigos e familiares é muito crucial, e ter algumas dicas e ideias sobre como lidar com alguns desses sentimentos estranhos e circunstâncias difíceis em que nos encontramos é realmente importante, apenas para nos levar nessas próximas semanas, apontou o príncipe.

Kate ainda fez uma reflexão de como esta pandemia mudará as coisas que realmente valorizamos.

- Acho que o que estamos dizendo agora é que o NHS [sigla para National Health Service, o sistema de saúde do Reino Unido] e seus funcionários na linha de frente estão fazendo o trabalho mais extraordinário, e isso realmente veio à tona nas últimas semanas. Acho que vai mudar drasticamente a forma como todos valorizamos e vemos nossos funcionários, e acho que esse é um dos principais pontos positivos que você pode tirar disso. Eles fazem um trabalho extraordinário, e agora acho que todos nós, como nação, podemos realmente ver o quão duro eles trabalham e quão vital é o trabalho deles.

Além disso, o duque demonstrou uma certa preocupação com sua avó, a Rainha Elizabeth II, e seu pai, príncipe Charles, que já foi diagnosticado com a Covid-19.

- Eu tenho que admitir que no começo eu estava bastante preocupado. Ele se encaixa no perfil de risco - a idade em que está, o que é, você sabe, bastante arriscado. E fiquei um pouco preocupado, mas meu pai teve muitas infecções no peito, resfriados e coisas assim ao longo dos anos. E então pensei comigo mesmo: Se alguém conseguir vencer isso, será ele.

Além disso, William admitiu que a doença impactou a saúde mental do pai, de 71 anos de idade.

- Eu acho que a coisa mais difícil para ele foi ter que parar tudo e não conseguir ir tomar um pouco de ar fresco, dar um passeio. Ele é um andarilho louco. Ele ama caminhar. Então eu acho que ele achou isso muito difícil... com sua saúde mental, ficar preso dentro de casa e não poder passear.

A rainha, de 93 anos de idade, também está na mente do Duque de Cambridge - assim como o príncipe Philip, seu avô, de 98 anos.

- Penso com muito cuidado nos meus avós, na idade em que estão, e estamos fazendo todo o possível para garantir que eles estejam isolados e protegidos disso. Mas me preocupa, você sabe, o que vai acontecer com muitas pessoas vulneráveis ??e de alto risco que provavelmente terão que se isolar por algum tempo, e o impacto que isso terá sobre elas e em famílias de cima a baixo do país, que precisam fazer isso. [...] O trauma ocorre em todos os tipos e formas e nunca podemos saber ou estar preparados para quando isso acontecerá conosco. As pessoas vão ficar com raiva, vão ficar confusas; elas vão se sentir assustadas. Isso tudo são sentimentos normais. E isso é, infelizmente, parte do processo de luto.

Por fim, o casal falou sobre o fato dos filhos estarem estudando em casa em meio à pandemia. Kate e William são pais de George, de seis anos de idade, Charlotte, de quatro anos, e Louis, que fará dois anos na próxima quinta-feira, dia 23.

- Não conte às crianças, mas nós realmente continuamos o estudo no feriado. Eu me sinto muito malvada! As crianças têm tanta resistência, não sei como. Honestamente, você chega ao final do dia e anota a lista de todas as coisas que elas fizeram naquele dia. Então, você arma uma barraca, abaixa a barraca novamente, cozinha, assa. Você chega ao final do dia - eles se divertiram muito - mas é incrível o quanto você pode descansar em um dia, com certeza, analisou a duquesa.

Ela também contou se as crianças já conseguem entender tudo o que está acontecendo no mundo neste momento.

- Estamos passando por altos e baixos, como muitas famílias em isolamento. George é muito mais velho do que Louis, mas eles sabem que sempre me surpreendo. E, embora você não queira assustá-los e torná-lo muito esmagador, acho apropriado relatar o que está acontecendo das maneiras simples e apropriadas à idade.

William revelou que está mantendo contato com o restante da família real por meio da internet.

-

Conversamos com toda a família online. E tem sido uma ótima maneira de manter contato e ver um aos outros. Como você pode imaginar, a geração mais jovem é um pouco mais experiente em tecnologia, mas acho que estamos chegando lá agora. A família está se acostumando um pouco mais para poder entrar em contato, pressionar os botões certos e não deixar o computador cair no meio.

-

Isso é verdade. E acho que seu pai, meus pais e nossas famílias... realmente amaram manter contato com as crianças, porque é muito difícil. Mas fica um pouco agitado, eu não vou mentir, com uma criança de dois anos, completou Kate.

-

Por alguma razão, ele vê o botão vermelho e sempre quer pressionar o botão vermelho, brincou o duque sobre a postura de Louis.

Gente como a gente, não é?

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;